Sachê

Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?

Será que o sachê para gatos é tão nutritivo quanto a ração seca?
Será que o sachê para gatos é tão nutritivo quanto a ração seca?

A alimentação do gato é, sem dúvidas, uma das formas mais eficientes de cuidar da saúde do animal. O problema é que os felinos possuem um paladar bem rigoroso, e não é todo tipo de comida que os agrada. A ração seca para gatos até pode ser uma opção bem nutritiva (e também econômica para os tutores), mas o interesse dos bichanos pelos famosos sachês é muito maior. E se desse para unir o melhor dos dois mundos? Será que misturar esses dois tipos de ração para gato é uma boa ideia, ou pode ser prejudicial para o organismo felino? Tire todas as dúvidas sobre o assunto a seguir!

Ração seca e sachê para gatos: vale a pena misturar os dois alimentos?

Mesmo que pareça uma boa ideia, o ideal é não misturar a ração seca e a ração úmida para gatos, que também é conhecido como sachê. O motivo para isso é simples: tanto a ração seca quanto o sachê para gatos são alimentos completos e nutritivos que funcionam muito bem sozinhos. Misturá-los sem a devida orientação médica pode causar um desequilíbrio no organismo do animal, já que os nutrientes serão absorvidos em diferentes quantidades.

Além disso, quando a ração úmida é aberta, precisa ser consumida imediatamente, diferente da ração seca para gatos. Se você pretende deixá-la exposta no comedouro, corre o risco do alimento azedar rapidamente. Um outro motivo para não misturar esses dois tipos de ração para gatos é porque é muito comum que o animal crie uma preferência pela ração úmida, o que pode deixá-lo mal acostumado. Caso isso aconteça, será muito mais difícil fazer com que o bichano se habitue a comer somente a ração seca futuramente.

Em alguns casos, o médico veterinário pode até recomendar a mistura do sachê e da ração seca para gatos com proporções pré-estabelecidas. No entanto, geralmente essa é uma medida a curto prazo para casos em que o gatinho precisa se acostumar com um determinado alimento. De toda forma, é importante ter uma conversa com um especialista para determinar por quanto tempo isso deve ser feito e qual a quantidade adequada de cada tipo de alimento.

Ah, mas não se preocupe, você não precisa optar exclusivamente pela ração úmida para gatos e nem pela ração seca. Na verdade, oferecer as duas texturas em momentos diferentes é sempre muito bem-vindo.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Alimentação do gato: tanto a ração seca quanto os sachês são nutritivos, mas devem ser oferecidos separadamente
    Alimentação do gato: tanto a ração seca quanto os sachês são nutritivos, mas devem ser oferecidos separadamente

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Muitos tutores questionam se podem oferecer legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de ser muito saudável, esse tipo de alimento ajuda a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas. Mesmo se alimentando de ração diariamente, não há uma restrição que impede o cão de comer alimentos gostosos por fora, como vegetais e frutas variadas. O importante é que o tutor respeite a saúde do cachorro e ofereça com moderação, é claro - lembrando que sempre vale conversar com o veterinário antes de qualquer decisão.

    A ração seca para gatos tem maior custo-benefício

    A ração para gatos que mais faz sucesso entre os pais de pet é a versão seca. Além de saciar a fome dos bichanos mais facilmente, esse tipo de ração também costuma ser mais em conta do que os sachês. É uma opção mais prática, com diferentes faixas de preço e quando se trata de uma ração de alta qualidade, como a Premium e a Super Premium, o bichano tem acesso a todos os nutrientes indispensáveis para a sua saúde. Além do mais, é uma comida com maior tempo de conservação e que não vai estragar tão facilmente.

    Sachê para gatos ajuda na hidratação do pet e previne problemas renais

    Muitos tutores usam a ração úmida para gatos como um tipo de petisco, e de fato a maioria é produzida com essa finalidade. No entanto, existem alguns sachês que são formulados com todos os nutrientes essenciais para cuidar da saúde do gato, e por isso eles são considerados uma refeição completa. Nesses casos, o sachê para gatos pode até substituir a ração seca, mas é importante que haja sempre um acompanhamento veterinário durante o processo.

    Além de ser uma comida altamente nutritiva e saborosa para os felinos, a ração úmida para gatos também tem uma grande vantagem: 70% da sua composição é água. Como os bichanos não bebem água com frequência, essa acaba sendo uma ótima forma de mantê-los hidratados e bem alimentados ao mesmo tempo. Prestar atenção na hidratação desde sempre é fundamental para evitar doenças renais ao longo da vida do gato.

    Redação: Juliana Melo

    Bifinho para cachorro: saiba mais sobre o petisco que os cães amam

    Próxima matéria

    Bifinho para cachorro: saiba mais sobre o petisco que os cães amam

    Qual a melhor ração para gatos filhotes? Do alimento seco aos sachês, saiba tudo sobre a alimentação do felino
    Ração

    Qual a melhor ração para gatos filhotes? Do alimento seco aos sachês, saiba tudo sobre a alimentação do felino

    Abrir a casa (e o seu coração) para um gato filhote é sempre um marco de transformação na vida de qualquer pessoa. Se você nunca teve um gatinho em outro momento, então, além da empolgação, é normal que você tenha uma série de dúvidas relacionadas ao cuidado com os felinos, principalmente nas questões básicas, como a alimentação. Escolher a melhor ração para gato filhote sem ter muita noção da diferença entre elas e da necessidade dos animais não é assim tão simples e, por isso, o Patas da Casa vai te ajudar: confira, aqui embaixo, tudo o que você precisa saber sobre a alimentação dos bichanos!

    O sachê para gatos pode substituir a ração seca?
    Sachê

    O sachê para gatos pode substituir a ração seca?

    Quem tem um gatinho em casa já deve estar familiarizado com o sachê para gatos, uma alternativa de ração úmida que é capaz de fornecer vários benefícios aos felinos. Além das propriedades nutricionais, eles também são capazes de auxiliar na hidratação dos animais, já que possuem uma grande quantidade de água em sua composição. Mas será que somente o sachê de comida para gatos é suficiente para suprir todas as necessidades do seu bichano? Ele pode substituir a ração seca? Pode dar sachê para gato filhote ou não? Para tirar algumas dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa entrevistou a veterinária nutricionista Simone Amado, do Rio de Janeiro, e ela te conta tudo que você precisa saber logo a seguir!

    Ração úmida ou seca para cachorros: qual é a melhor?
    Ração

    Ração úmida ou seca para cachorros: qual é a melhor?

    A ração é uma das principais preocupações de quem tem um grande amigo em casa. Quando o assunto é alimentação, várias dúvidas surgem: o que ele pode comer, qual é melhor, que tipo de ração é adequada para o seu pet. As versões seca e úmida são os tipos de alimento oferecidos, e com a diversidade de produtos disponíveis no mercado, fica até difícil escolher o que se adequa mais ao seu bichinho. Se esse é o seu caso e você não consegue decidir qual comida é melhor para o seu cachorro, tire todas as suas dúvidas aqui e descubra como alimentá-lo melhor.

    Pode misturar medicamentos com o sachê? Veja dicas de como dar comprimido para gato
    Saúde

    Pode misturar medicamentos com o sachê? Veja dicas de como dar comprimido para gato

    Muitos tutores vivem se perguntando como dar comprimido para gato sem deixá-lo muito agitado ou nervoso. Essa é uma tarefa que pode, sim, ser bem difícil e desafiadora, mas existem algumas artimanhas e acessórios que funcionam muito bem na hora de dar comprimido para gato. Esconder o remédio no sachê, por exemplo, é logo uma ideia que passa pela nossa cabeça, mas será que é algo recomendado e que realmente funciona?

    Ver Todas >

    Receita de biscoito para cachorro: veja opções com frutas e legumes fáceis de encontrar no mercado
    Alimentação animal

    Receita de biscoito para cachorro: veja opções com frutas e legumes fáceis de encontrar no mercado

    Se você busca por uma receita de biscoito para cachorro, é sempre bom pesquisar por opções com frutas e legumes para garantir um petisco mais natural. Existe uma série de alimentos liberados para os cães e você precisa ficar atento a isso na hora de escolher o ingrediente. Mesmo se tratando de um biscoito natural para cachorro, é importante se assegurar que nenhum alimento tóxico será utilizado na receita. 

    O que o cachorro não pode comer? Descubra quais alimentos são proibidos para os cães!
    Alimentação animal

    O que o cachorro não pode comer? Descubra quais alimentos são proibidos para os cães!

    É fundamental saber o que o cachorro não pode comer para não ter imprevistos, como um animal intoxicado ou com problemas gastrointestinais. O organismo canino é bem diferente do humano, de forma que alguns alimentos que são comuns para nós são considerados tóxicos e prejudiciais para a saúde do cão. Mesmo que seja quase impossível resistir àquele olhar de um cãozinho pedindo um pedaço de comida, não hesite em pesquisar quais alimentos que cachorro pode comer ou não antes de oferecer qualquer coisa além da ração.

    Ração light para cães: em quais casos ela é recomendada? Qual a diferença da ração tradicional?
    Alimentação animal

    Ração light para cães: em quais casos ela é recomendada? Qual a diferença da ração tradicional?

    Dentre os diferentes tipos de ração de cachorro que existem, a ração light se destaca como uma alternativa para animais que estão na faixa do peso ideal ou com um leve sobrepeso. Normalmente ela é indicada para cães que precisam manter o mesmo peso ou emagrecer bem pouco, mas não é aconselhável para pets obesos. Nesse caso, a ração diet para cachorro é a melhor opção, que é um alimento totalmente diferente da ração light para cães.

    Comedouro lento para cachorro: como usar e quais os benefícios?
    Alimentação animal

    Comedouro lento para cachorro: como usar e quais os benefícios?

    O comedouro lento para cachorro é um acessório indispensável na vida de quem tem um doguinho que vai com muita “sede” ao pote. A alimentação acelerada pode trazer vários prejuízos para o organismo canino, e por isso a vasilha para cachorro comer devagar tem se tornado cada vez mais popular entre os pais e mães de pet - especialmente daqueles que têm uma versão canina do Flash em casa. 

    Ver Todas >