Cuidados

Plantas venenosas para gatos: 10 espécies que você deve deixar longe do alcance dos felinos

Plantas tóxicas para gatos: confira quais espécies você deve evitar ter em casa
Plantas tóxicas para gatos: confira quais espécies você deve evitar ter em casa

Ter plantas em casa é tudo de bom para dar uma revitalizada no ambiente, deixando-o mais alegre e colorido. Contudo, quem pretende ter um gatinho, ou quem já tem e quer investir em uma vegetação mais natural dentro de casa, precisa ter uma atenção redobrada na hora de escolher as espécies das verdinhas. Existem plantas tóxicas para gatos que representam um verdadeiro perigo para o seu amigo de quatro patas, e é essencial saber quais são elas para evitar qualquer tipo de problema. Por isso, separamos uma lista com 10 plantas venenosas para gatos que você deve deixar bem longe do seu peludinho!

1) Espada-de-são-jorge é uma planta tóxica para gatos

Com uma beleza única, a Espada-de-são-jorge é bastante popular no Brasil, principalmente por causa da crença de que essa é uma espécie capaz de trazer proteção e boas energias para o ambiente. Contudo, ela está na lista de plantas nocivas para gatos e deve ser mantida fora do alcance dos felinos. Se for ingerida, ela pode causar salivação excessiva, dificuldade de movimentação e de deglutição, e até mesmo irritação da pele. Em alguns casos, pode ser fatal e, por isso, é importante saber identificar os sinais de um gato envenenado.

2) Hera pode trazer diversas consequências para os felinos

A hera também é uma das queridinhas dos pais de planta porque é relativamente fácil de cuidar e deixa o ambiente com um aspecto muito mais alegre. Mas quem tem um gatinho em casa, deve evitá-la o máximo possível. A hera é uma das plantas venenosas para gatos mais perigosas, pois se for ingerida em uma quantidade muito grande, ela aumenta o ritmo cardíaco do animal e pode causar espasmos, podendo levar o animal à morte. Além disso, se entrar em contato com a pele do bichano, ela também pode causar irritações e dermatites.

3) Plantas nocivas para gatos: copo-de-leite está na lista

A flor copo-de-leite é dona de um charme que chama muito a atenção de qualquer um, principalmente daqueles que são mais ligados a decoração de ambientes internos e afins. Mas esse tipo de de planta é tóxica para gatos, e até mesmo para crianças. Tanto a flor quanto as folhas e o caule dessa espécie são considerados nocivos porque causam bastante irritação, salivação e até mesmo dificultam o ato de engolir.

4) Violeta pode causar muitos danos aos gatos

Apesar da beleza e delicadeza da violeta, é importante ter muito cuidado com essa planta venenosa para gatos. Mesmo que seja pequenina, a espécie pode trazer várias consequências nada agradáveis para o seu amigo de quatro patas se for ingerida. Gato vomitando ou com diarreia, por exemplo, são alguns dos problemas. Além disso, problemas respiratórios e até uma irritação gastrointestinal também podem acontecer.

5) Lírio representa um grande perigo para os bichanos

Outra planta bastante popular é o lírio. Mas quem tem um bigodudo em casa, deve evitar a espécie a qualquer custo. De todas as plantas nocivas para gatos, o lírio talvez seja considerado uma das mais perigosas. Essa flor exótica é totalmente venenosa e, se for ingerida, pode causar sérios danos ao fígado do animal e até provocar uma hipertensão. Além disso, diarreias, vômitos e dores abdominais também podem ser observados e, dependendo da gravidade do caso, o animal também pode apresentar problemas neurológicos, como convulsões. Não vale a pena arriscar, né?

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Cuidado com as plantas venenosas para gatos! Elas podem trazer sérias consequências para o seu bichano
    Cuidado com as plantas venenosas para gatos! Elas podem trazer sérias consequências para o seu bichano

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    6) Tulipa pode causar diarreia e vômito nos felinos

    Muito utilizada principalmente como uma espécie decorativa para ambientes internos, a tulipa é bem bonita, mas deve ser evitada pelos tutores de pet. Assim como tantas outras plantas tóxicas para gatos, as tulipas também podem deixar o gato com diarreia e vômito, se forem ingeridas. Embora não seja tão prejudicial quanto o lírio, o ideal é não ter esse tipo de planta em casa se você tiver um felino.

    7) Plantas tóxicas para gatos: azaleia precisa de atenção

    A azaleia é belíssima e traz uma vivacidade enorme para qualquer ambiente, principalmente os jardins. Contudo, essa é uma espécie com risco de ser fatal para os felinos e precisa de muita atenção. Se a azaleia for ingerida, sintomas mais comuns de intoxicação como vômito e diarreia podem aparecer, mas geralmente a situação é mais grave do que isso e o felino pode ter um colapso no sistema nervoso que pode causar convulsões, perda de coordenação motora, dificuldade respiratória, coma e até levar o gatinho a óbito.

    8) Comigo-ninguém-pode não é "flor que se cheire"

    Até o nome já é um tanto auto-explicativo, né? A planta Comigo-ninguém-pode precisa de enorme cautela. Isso porque, além de representar um perigo para o organismo felino, essa é uma espécie que também pode fazer mal aos humanos. Os sintomas, inclusive, podem se assemelhar bastante, já que essa planta causa muita ardência, salivação em excesso e deixa a pele bastante irritada.

    9) Dama-da-noite pode causar problemas neurológicos no felino

    A dama-da-noite é uma flor que desperta muita curiosidade, já que ela passa grande parte do dia totalmente fechada e só se abre depois que o sol se põe. Com uma beleza bastante peculiar, essa é uma das plantas tóxicas para gatos que não deve ser ambientada perto do seu pet. Ela é nociva e, além de náuseas e diarreia, também pode provocar problemas neurológicos no animal.

    10) Aspargo-samambaia: uma das plantas venenosas para gatos que deve ser evitada

    As samambaias viraram as queridinhas de muita gente, mas é importante ficar atento porque existem vários tipos diferentes da espécie. Enquanto a samambaia-americana, por exemplo, é uma planta que não causa nenhum tipo de problema para os felinos, a aspargo-samambaia é considerada uma planta tóxica para gatos. Ela pode atacar o sistema sanguíneo do animal e desencadear uma anemia, se for ingerida.

    Redação: Juliana Melo

    5 partes do corpo do gato que todo tutor precisa prestar atenção

    Próxima matéria

    5 partes do corpo do gato que todo tutor precisa prestar atenção

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
    Raças

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos
    Cuidados

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

    Embora seja esquecido por alguns tutores, o dente de gato é uma das partes mais importantes dos nossos amigos felinos. Além de exercer um papel fundamental na alimentação do animal, os dentes influenciam também o comportamento do pet, já que com eles o bichano conhece o mundo na “infância” e também aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal dos gatos também necessita de cuidados específicos: os dentes precisam se manter saudáveis para exercerem essas funções que moldam toda a vida do bichinho. 

    Parasitas em gatos: como deixar o felino longe desses incômodos?
    Saúde

    Parasitas em gatos: como deixar o felino longe desses incômodos?

    Apesar de não se falar muito nos parasitas em gatos, essa é uma preocupação que você deve ter constantemente. Mesmo que ele viva dentro de casa e não tenha acesso à rua, o gato pode ser contaminado por pulgas, carrapatos, ácaros e vermes. Esses pequenos invasores se instalam na pele ou no organismo do seu bichano e podem provocar incômodos e até doenças graves. Por outro lado, não é difícil prevenir os parasitas de gatos: basta inserir alguns cuidados na rotina do animal, como remédios e até mudanças na limpeza do ambiente em que ele vive.

    Adoção

    "Quero adotar um gato": tudo o que você precisa saber e fazer antes de levar um felino para casa

    Se você procura um bichinho independente, carinhoso e de personalidade forte, talvez seja o momento certo de adotar um gatinho. Com um jeito próprio de demonstrar todo o seu amor, os felinos têm conquistado cada vez mais o coração das mães e dos pais de pet de plantão. Mas, na hora de decidir isso, é preciso ter em mente que incluir um novo membro à sua família implica uma série de fatores, tanto para o animal quanto para os tutores e, principalmente, para o lugar que será o seu novo lar. Para te ajudar nesse momento, nós separamos um guia completo com tudo que você precisa saber na hora de adotar um gato. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Veja em infográfico 6 dicas para escovar os pelos do gato
    Cuidados dos animais

    Veja em infográfico 6 dicas para escovar os pelos do gato

    Manter a pelagem de gatos saudável requer uma série de cuidados. Um deles - e talvez o mais importante - é a escovação, que deve ser feita regularmente com uma escova específica para isso, principalmente nas épocas em que a queda de pelo em gatos fica mais intensa, como na primavera. O hábito ajuda a remover os pelos mortos e desembaraçar possíveis nós na pelagem. Mas você sabe como fazer isso da maneira certa? Vários fatores influenciam na hora de escovar o pelo de gato, desde a escolha do melhor acessório até o sentido certo da escovação.

    Cachorro comendo capim: esse comportamento é normal?
    Cuidados dos animais

    Cachorro comendo capim: esse comportamento é normal?

    Se o seu cachorro come capim, você provavelmente já parou para se perguntar o motivo desse comportamento, né? Muitos tutores se preocupam com esse hábito, mas a verdade é que na maioria das vezes isso não quer dizer nada demais. Muito pelo contrário, o cachorro comendo capim é algo totalmente natural e instintivo para os cães, então não costuma fazer mal - desde que seu consumo seja moderado. 

    Cachorro vira-lata filhote: quais os cuidados mais importantes durante essa fase?
    Cuidados dos animais

    Cachorro vira-lata filhote: quais os cuidados mais importantes durante essa fase?

    Quem não ama filhotes de cachorro? Quando é um filhote de vira-lata então, não tem quem resista! Esses cachorros, também conhecidos como cães sem raça definida (SRD), têm um espaço especial no coração dos brasileiros, considerado por muitos um patrimônio nacional. Felizmente, cada vez mais as pessoas têm vontade de adotar um cachorro vira-lata filhote. Porém, existem alguns cuidados importantes que devem ser tomados nessa fase. 

    Cocô de cachorro: qual a importância de sempre recolher as fezes durante o passeio?
    Cuidados dos animais

    Cocô de cachorro: qual a importância de sempre recolher as fezes durante o passeio?

    Recolher o cocô de cachorro durante o passeio é um ato de cidadania e a oportunidade de inserir os pets cada vez mais na sociedade. Passear com cachorro ao ar livre é sempre muito divertido e saudável para o pet, mas não recolher fezes do animal é, além de uma falta de respeito com os pedestres, um fonte de inúmeras doenças - para cães, outras espécies de animais e até para os humanos. 

    Ver Todas >