Saúde

Plano de saúde para cachorro: vale a pena fazer um para o seu animal de estimação?

Descubra mais sobre os diferentes tipos de plano de saúde de cachorro (Foto: Shutterstock)
Descubra mais sobre os diferentes tipos de plano de saúde de cachorro (Foto: Shutterstock)

Quem já tem cachorros em casa há um tempo, com certeza já precisou gastar uma quantia de dinheiro inesperada no veterinário. Desde pequenos acidentes domésticos até doenças mais graves, prever o que pode acontecer com os animais é bem difícil — mesmo que eles sejam jovens e saudáveis. O plano de saúde para cachorro é uma solução atual para este problema: pagando um valor único, você e o seu cãozinho podem ter acesso a uma série de benefícios veterinários dentro da rede credenciada. Mas a dúvida que muita gente tem é: realmente vale a pena investir num desses para um animal de estimação? Conheça mais sobre os planos e descubra as vantagens deles aqui embaixo!

Os diferentes tipos de plano de saúde para cachorro 

Assim como acontece com os humanos, o valor da mensalidade dos planos de saúde para cachorros varia de acordo com o tipo de cobertura escolhida por você. As empresas que disponibilizam esse tipo de serviço oferecem vários pacotes, que vão desde os mais básicos até os mais completos. As versões mais simples costumam cobrir o atendimento necessário depois de acidentes e outros tipos de emergências com o animal. Outros pacotes podem incluir as consultas de rotina — aquelas que devem ser realizadas mesmo que o cachorro esteja saudável — e diferentes tipos de exames. 

As versões mais abrangentes do plano de saúde para cachorro, por sua vez, podem englobar vacinas específicas, cirurgias emergenciais, auxílio no parto, castração, implante de microchips de identificação dos animais, auxílio funeral e, em alguns casos, até mesmo o reembolso de procedimentos que, por alguma razão, foram feitos com profissionais não credenciados ao plano. Ou seja: antes de escolher, o ideal é analisar bem as opções disponíveis onde você mora, levando em consideração a carência, os valores e a necessidade do seu animal. 

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O plano de saúde de cachorro é muito válido para cães idosos e que têm predisposição para diferentes doenças (Foto: Shutterstock)
    O plano de saúde de cachorro é muito válido para cães idosos e que têm predisposição para diferentes doenças (Foto: Shutterstock)

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    A melhor forma de definir o plano de saúde para cachorro ideal para as suas necessidades

    Além de analisar as especificações oferecidas pelo plano de saúde, antes de definir qual é o melhor para o seu amigo, o ideal é levar em consideração as condições de saúde dele. Para os animais jovens, saudáveis e que não têm predisposição para desenvolver nenhuma doença ou condição clínica, as versões mais simples de planos de saúde podem ser suficientes. Assim, você vai conseguir se prevenir sem gastar dinheiro sem necessidade. 

    No caso dos animais que têm a saúde mais frágil ou já são idosos, o ideal é optar por pacotes que incluam consultas de rotina e exames: o investimento mensal, certamente, não vai ser tão alto quanto o valor de todos os procedimentos sendo pagos individualmente. 

    Como não ser pego desprevenido mesmo sem ter o plano de saúde para cachorro

    Se você não tem opções de plano de saúde para cachorro por perto ou se não encontrou uma versão que se encaixe no seu orçamento ou nas necessidades do animal, também pode se preparar para possíveis emergências. Antes de tudo, mantenha a carteira de vacinação do animal sempre em dia para prevenir as doenças comuns. Além disso, você também pode juntar uma quantia mensalmente só para isso: assim, se o seu cachorrinho precisar ser atendido, você já vai estar preparado e não vai comprometer o seu orçamento mensal.

    Redação: Ariel Cristina Borges

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

    Próxima matéria

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

    Plano de saúde para cachorro: como funciona? Vale a pena? Quanto custa?
    Saúde

    Plano de saúde para cachorro: como funciona? Vale a pena? Quanto custa?

    Quem tem um cachorro sabe a importância e a preocupação de mantê-lo sempre saudável. Passeios, brincadeiras, boa ração e passeios fazem parte da rotina básica para garantir o bem-estar do seu bichinho. Mas quando o assunto é saúde, toda prevenção é pouca. Pensando nisso, muitas empresas começaram a ofertar o plano de saúde para cachorro como uma forma de garantir sempre os melhores cuidados aos pets.

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais
    Pequenos

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais

    É praticamente impossível não se apaixonar por um cachorro da raça Pug! Com os famosos olhos esbugalhados, focinho achatado e corpo compacto e rechonchudo, o cãozinho é um dos queridinhos dos brasileiros. São tantas características que fazem do Pug um animal único, que fica até difícil saber por onde começar. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou uma matéria bem especial para todos os amantes da raça Pug. A seguir, descubra mais sobre a origem, personalidade, cuidados com a saúde e qual é o preço desse doguinho tão carismático!

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Ver Todas >

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?
    Saúde animal

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?

    Todo mundo sabe que os cães são donos de um enorme coração, sempre dispostos a dar muito amor e carinho para quem quiser receber. Contudo, é sempre importante ficar atento a possíveis alterações no coração de cachorro, e saber como medir os batimentos cardíacos do animal pode ajudar bastante nessas horas. Mas então, como analisar isso da forma correta? Qual é a frequência considerada normal quando se trata dos batimentos cardíacos de um cachorro?

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?
    Saúde animal

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?

    A infecção urinária em gatos é um quadro mais comum do que se imagina quando se trata da saúde dos bichanos. Embora seja associada à baixa ingestão de água, a doença pode ser causada por uma série de fatores, que variam desde causas bacterianas à estresse e ansiedade. Quando não tratada, a patologia pode causar bastante incômodo ao animal, o que pode ser percebido com algumas mudanças no comportamento do gato. 

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias
    Saúde animal

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias

    As vacinas para gatos são fundamentais na prevenção de diversas doenças felinas. Por isso, ao adotar um bichano, uma das principais orientações dos veterinários é que o seu pet passe pela atualização de vacinas obrigatórias, como a antirrábica e a quádrupla felina, que previne doenças como a panleucopenia e rinotraqueíte. Ainda assim, elas não são suficientes para proteger o animal de todas as patologias que ele pode adquirir ao longo da vida.

    Secreção no pênis do cachorro é normal? Quando deve ser motivo de preocupação?
    Saúde animal

    Secreção no pênis do cachorro é normal? Quando deve ser motivo de preocupação?

    Não é muito difícil perceber quando algo está errado com a saúde do cachorro. Geralmente, o próprio cão dá indícios disso, ainda mais se for na região genital: ele tende a lamber essa área de forma exagerada, mostrando que tem alguma coisa o está incomodando. Mas além disso, também é possível perceber que, em alguns casos, o cachorro libera uma secreção pelo pênis, o que costuma preocupar bastante os tutores. Será que essa é uma situação normal ou pode ser indicativo de doença? 

    Ver Todas >