close
Saúde

Piometra em cadelas: veterinário responde 5 perguntas sobre a doença

Atualizado · 28 de dezembro de 2021 · 13h42

Publicado · 28/12/2021 · 13h42

Cachorra com piometra: complicação é grave e precisa de intervenção cirúrgica urgente
Cachorra com piometra: complicação é grave e precisa de intervenção cirúrgica urgente

Você sabe o que é piometra em cadelas? Se você nunca ouviu falar dessa doença, vale a pena procurar saber mais, pois essa complicação é grave e pode levar o pet à morte. Mesmo que você nunca tenha ouvido falar sobre, os casos de cachorra com piometra são recorrentes em animais que não foram castrados. Para reunir todas as informações importantes e tirar todas as dúvidas sobre piometra, cães, prevenção e sintomas, conversamos com o veterinário William Klein. Dá só uma olhada no que ele nos contou!

1) O que é piometria em cadelas?

A piometra canina é uma doença que ocorre em cachorros fêmeas não castrados. "Basicamente, a piometra em cadelas é uma infecção uterina que ocorre durante o período do cio ou após ele. Nesse período o útero fica mais exposto e suscetível a ser contaminado por bactérias, que se alojam no endométrio (tecido mole que reveste as paredes internas do útero)", indica William. Na medida que a cadela passa por diversos cios sem engravidar, as chances de ser acometida pela complicação aumentam.

A piometra em cadelas pode se manifestar de duas maneiras, sendo de forma aberta ou fechada. Na aberta o animal irá apresentar corrimentos vaginais. Já na fechada, o colo do útero é obstruído devido ao surgimento de nódulos. A partir disso, as secreções acabam se acumulando, sem serem eliminadas, o que torna o caso mais grave.

2) Quais são os sintomas da piometra em cães?

A piometra é uma doença que começa silenciosa e com o passar do tempos os sintomas podem ser diversos e inespecíficos. Com o avanço da complicação sem tratamento, os sinais pioram, podendo levar a cadelinha a perder a consciência. Se sua cachorra não é castrada, o ideal é levá-la ao veterinário assim que perceber que algo não vai bem. Segundo o especialista William Klein, os principais sintomas da piometra são:

  • falta de apetite;
  • febre;
  • fraqueza;
  • dor;
  • aumento de volume abdominal;
  • presença de secreção vaginal (no caso da piometra aberta).

3) Como é feito o diagnóstico da piometra em cadelas?

Observar os sintomas para levar o animal ao profissional é essencial para obter o diagnóstico, a partir da consulta será feito o exame clínico e em seguida provavelmente será pedido avaliações laboratoriais para a confirmação da piometra. "De forma geral o diagnóstico de piometra se dá com base na anamnese, exame físico e exames complementares como exames laboratoriais, radiográficos e ultrassonográficos", explica o veterinário. Caso o diagnóstico de piometra seja confirmado, o animal deve começar o tratamento adequado com urgência, que deve ser indicado pelo profissional.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Piometra em cadelas: udo de roupa cirúrgica faz parte dos cuidados pós-operatórios
    Piometra em cadelas: udo de roupa cirúrgica faz parte dos cuidados pós-operatórios

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    4) Como é o tratamento da cachorra com piometra? Cadela precisa passar por cirurgia?

    Seja com a piometra ou qualquer doença, os tutores sempre buscam saber se existe algum remédio caseiro para tratamento. Vale lembrar que essa complicação é grave e não pode ser tratada sem o auxílio de um profissional. Inclusive, o tratamento necessita de intervenção cirúrgica, como explica William: "O tratamento de escolha é cirúrgico com a retirada do útero infeccionado. Além disto, a paciente deverá receber remédio para piometra em cadelas com base em antibióticos, analgésico e soro venoso para evitar complicações e evitar infecções secundárias."

    5) Como prevenir a piometra em cadelas?

    A  castração de cachorro é amplamente indicada pela comunidade veterinária, principalmente pela prevenção de doenças e a piometra está inclusa nisso. "A única forma de prevenção da piometra é a castração precoce das fêmeas quando não há interesse reprodutivo, pois assim as pacientes não sofrerão mais influência do seu ciclo reprodutivo", completa o profissional. Ao terem o útero removido, as cadelinhas ficam impossibilitadas de desenvolver a doença, assim como outras complicações relacionadas aos hormônios sexuais. Sendo castrado ou não, é muito importante que o animal seja levado ao médico veterinário regularmente para checkups de saúde.

    Piometra em cadelas: sintomas devem ligar o alerta do tutor ao serem percebidos

    Caso você esteja com suspeitas de que sua cachorra está com piometra é essencial que ela seja levada ao veterinário, não só para confirmar ou descartar o diagnóstico, como também para saber até que ponto a infecção afetou o organismo do pet. Além disso, em casos positivos o período mínimo de internação é de 48 horas. Mas não é só com a internação que o tutor deve se preocupar, o momento dos cuidados pós-operatórios são cruciais para recuperação da cadelinha. Nessa fase, o animal de estimação irá precisar usar colar ou roupa cirúrgica, além do uso de analgésicos. Os retornos ao veterinário para a verificação da recuperação são imprescindíveis.

    Redação: Hyago Bandeira

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Próxima matéria

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Piometra em cadelas: saiba tudo sobre essa doença silenciosa e como evitar
    Saúde

    Piometra em cadelas: saiba tudo sobre essa doença silenciosa e como evitar

    A piometra em cadelas é uma doença silenciosa e desconhecida por grande parte dos donos de animais. Ela é uma infecção causada por bactérias no útero e pode até levar à morte caso demore a ser diagnosticada e tratada. Ela pode acontecer a partir do primeiro cio da sua cachorra, mas é mais comum em animais que já chegaram à fase adulta. Para esclarecer algumas dúvidas sobre a piometra canina, nós conversamos com a médica veterinária Nayara Cristina, especializada em endocrinologia e metabologia em pequenos animais. Descubra mais sobre a condição aqui embaixo!

    Hiperplasia mamária felina: veterinário responde 5 perguntas importantes sobre a doença
    Saúde

    Hiperplasia mamária felina: veterinário responde 5 perguntas importantes sobre a doença

    Um dos problemas mais comuns que podem afetar as gatas é a hiperplasia mamária felina. Essa condição caracterizada pelo inchaço em mama de gato pode ter causa fisiológica ou até mesmo relacionada ao uso da vacina para cio de gata. Para entender melhor o que é a hiperplasia mamária, o Patas da Casa conversou com o veterinário Igor Borba, de Belo Horizonte. 

    Saúde

    "Doença do Gato": veterinária desbanca os mitos sobre a toxoplasmose

    Você já ouviu falar por aí sobre a “doença do gato”? A toxoplasmose é muito associada com a transmissão para humanos, mas esse é o primeiro mito em relação à doença. Na verdade, a toxoplasmose vem do parasita Toxoplasma gondii, que se hospeda nos gatinhos quando ele ingere fezes, carne crua contaminada ou via placentária. Por isso, a contaminação ocorre pelo contato com as fezes do felino. Para simplificar: você só pode pegar a toxoplasmose de um gatinho se ingerir o cocô dele. Portanto, é recomendado lavar bem os alimentos (isso inclusive previne outras doenças humanas bem graves) e higienizar as mãos depois de manipular a caixa de areia de gato.

    Raça Pinscher: 12 perguntas e respostas sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Raça Pinscher: 12 perguntas e respostas sobre a raça de cachorro pequeno

    Apesar da fama de nervosinho, a raça Pinscher definitivamente conquistou um espaço enorme no coração dos brasileiros. Não é à toa que o Pinscher virou um fenômeno na internet e hoje é praticamente impossível encontrar alguém que não se renda aos encantos do cãozinho. Mas, ao mesmo tempo em que o Pinscher é um cachorro cheio de personalidade e estilo, muitos fãs da raça têm dúvidas sobre o seu comportamento, convivência ou até mesmo quanto custa um Pinscher. 

    Ver Todas >

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Saúde animal

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Doença do carrapato é contagiosa?
    Saúde animal

    Doença do carrapato é contagiosa?

    A doença do carrapato é capaz de atacar todo o organismo do animal, o deixando frágil e debilitado. Por isso, é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar um cão. Além da doença do carrapato em cachorro, existe a doença do carrapato em humanos, que causa sintomas parecidos e também é bastante grave. Entender a causa do problema é sempre a melhor maneira de evitar que ele apareça. Como o próprio nome sugere, a doença do carrapato é contagiosa por conta do aracnídeo. 

    Ver Todas >