Cuidados

Petiscos para gatos: 3 receitas para fazer em casa e deixar o seu bichano feliz

Petisco caseiro para gatos: confira três receitas fáceis de preparar em casa!
Petisco caseiro para gatos: confira três receitas fáceis de preparar em casa!

Os petiscos para gatos são muito amados por esses animais, mas é preciso oferecer os alimentos certos para chamar a atenção deles. Assim como os cachorros, os bichanos também ficam bem felizes quando algumas guloseimas são oferecidas entre as refeições. Na hora de descobrir o preferido do seu bigodudo, além dos prontos encontrados em pet shops, você também pode investir em petisco caseiro para gatos (e ele vai adorar do mesmo jeito). Para descobrir como fazer esse agrado para o seu gatinho, o Patas da Casa reuniu algumas receitas simples e práticas de petisco para gato. Dá uma conferida aqui embaixo!

Petisco caseiro para gatos: quais alimentos utilizar?

Os petiscos para gatos podem tanto ser utilizados quando o bichano tem um bom comportamento quanto para treinamento de truques. Ainda assim, é importante tomar alguns cuidados com a escolha dos ingredientes para a receita de petiscos para gatos. Ainda que sejam os principais ingredientes utilizados na produção dos biscoitos, as frutas e os peixes devem ser oferecidos em pequenas doses para o animal. Além disso, alimentos como abacate, laranja, uva e bacalhau. Para fazer o petisco de gato, o ideal é investir em frutas ricas em fibra e peixes com alto valor nutricional, como morango, maçã, atum e sardinha. Evite utilizar sal, açúcar, óleos e fermento nos preparos. Os biscoitos naturais para gato precisam ter uma textura que facilita a mastigação e ser saborosos.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O petiscos para gatos não devem substituir as refeições regulares do animal
    O petiscos para gatos não devem substituir as refeições regulares do animal

    Mais Lidas

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!
    Alimentação animal

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!

    As frutas para cachorro são ótimas opções de petiscos para agradar o seu amigo de quatro patas. Os pets podem sim tirar proveito da ingestão de determinadas frutas que são liberadas e não fazem mal. Mas afinal, cachorro pode comer banana? Quais os benefícios dessa fruta para cachorros? Qual a quantidade correta? Posso fazer um petisco para cachorro com esses alimentos? Veja as respostas para todas essas dúvidas!

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Petisco: gatos vão adorar essas 3 receitas simples e deliciosas para testar em casa

    Embora exista uma série de opções de petiscos para gatos nos pet shops, fazer os aperitivos do seu bichanoem casa também é uma opção válida. Afinal, nada melhor do que ver a felicidade do seu bichano e saber que você contribuiu - literalmente - para isso, né? Pensando nisso, separamos três receitas simples, práticas e deliciosas para deixar o seu gatinho feliz e agradecido pelos mimos. 

    Petiscos para gatos de maçã 

    A maçã faz parte da lista de frutas que podem ser oferecidas para gatos. Rica em fibras, o alimento ajuda no trato intestinal do seu felino e regula o metabolismo. A maçã também possui concentrações de vitamina A e C, nutrientes que ajudam na manutenção de ossos e tecidos. A única coisa que merece a sua atenção são as sementes, que não podem ser oferecidas por conter substâncias que causam intoxicação no aninal:

    Para essa receita de petisco para gato simples, você vai precisar de apenas três ingredientes:

    • 1 maçã
    • 1 ovo
    • 1/2 copo de farinha de trigo

    Comece descascando a maçã e retirando o miolo com as sementes. Em seguida, corte em pedaços bem  finos, imitando o formato de lâminas. Em uma tigela, misture o ovo e a farinha até criar uma massa homogênea. Passe as fatias de maça na mistura e coloque em uma assadeira coberta com papel manteira. Leve ao forno pré-aquecido a 180º até dourar. 

    Petiscos caseiro para gatos com peixes

    Os peixes para gatos podem ser oferecidos desde que respeitem uma frequência limitada e que tenha cuidado na escolha dos pescados certos para o animal. O bacalhau, por exemplo, pode causar problemas na saúde do gatinho. Os mais indicados são o atum, sardinha, salmão e truta. Os cuidados incluem priorizar peixes frescos, de boa procedência e sempre cozidos. O alto teor de ômega 3 nos peixes é benéfico para o fortalecimento ósseo. Além disso, é uma boa fonte de proteínas, nutriente fundamental para a saúde dos gatos. Separamos duas receitas de petiscos para gatos com peixes:

    - Sardinha

    Para o petisco para gato com sardinha, você vai precisar de:

    • 1/2 xícara de gérmen de trigo
    • 1 colher de sopa de farinha de trigo integral
    • 200 gramas de sardinha fresca e triturada
    • 60 ml de água filtrada

    Comece misturando todos os ingredientes até criar uma massa levemente úmida e que possa ser facilmente manipulada. Molde os biscoitos no formato que preferir. Lembre-se: o ideal é que os petiscos sirvam apenas de aperitivo e, por isso, o tamanho deve ser pequeno. Por fim, coloque os petiscos em uma assadeira forrada com papel manteiga e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 15 a 20 minutos ou até dourar. O seu gatinho vai amar!

    - Atum

    O petisco de gato com atum precisa de:

    • 1 colher de sopa de azeite
    • 1 xícara de farinha de aveia
    • 1 ovo
    • 200 g de atum fresco, triturado e sem sal

    Para começar, coloque todos os ingredientes em um processador (ou liquidificados no modo pulsar) e bata até que a massa fique bem homogênea. Depois, você deve separar a mistura em pequenas quantidades para formar os biscoitos. Nesse caso, você pode fazer pequenas bolinhas com um “x” no meio para facilitar a mordida depois de pronto. Leve ao forno pré-aquecido e asse até dourar. Espere esfriar e ofereça ao seu pet! 

    Redação: Úrsula Gomes

    Como escolher o melhor comedouro de cachorro a partir do comportamento dele?

    Próxima matéria

    Como escolher o melhor comedouro de cachorro a partir do comportamento dele?

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa
    Cuidados

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

    Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

    2 gatos em vez de 1 só: descubra as vantagens de ter dois bichanos em casa
    Adoção

    2 gatos em vez de 1 só: descubra as vantagens de ter dois bichanos em casa

    Gatos são independentes e ótimas companhias. No entanto, caso você trabalhe fora, eles podem se sentir sozinhos durante o dia. Para resolver essa questão, já pensou em adotar outro felino para fazer companhia para o seu pet?

    Como deixar seu gato feliz? Veja em infográfico os principais cuidados que você deve ter com seu bichano
    Comportamento

    Como deixar seu gato feliz? Veja em infográfico os principais cuidados que você deve ter com seu bichano

    Os gateiros sabem muito bem que a convivência com um felino é tranquila e sem muitas surpresas. Apesar de serem muito exigentes em alguns aspectos, como a alimentação, o gato demanda poucos cuidados no dia a dia. Mas são justamente essas coisas que ajudam a manter a saúde e bem-estar do animal. Para deixar seu gato feliz, algumas responsabilidades são essenciais.

    Vermífugo para gatos: bichanos que vivem dentro de casa precisam ser vermifugados?
    Vermífugo

    Vermífugo para gatos: bichanos que vivem dentro de casa precisam ser vermifugados?

    Tão importante como a aplicação das vacinas, o vermífugo para gatos protege o animal de diversos tipos de doenças. O seu bichinho pode até parecer saudável por fora, mas a falta de proteção possibilita que os vermes se alojem dentro do organismo do animal sem que você perceba, causando danos silenciosamente. Há quem pense que os gatos que vivem dentro de casa nunca serão expostos a parasitas e, portanto, a vermifugação não é necessária — isso é um grande erro! Administrar o vermífugo para gatos filhotes e adultos deve valer para todos os bichanos, incluindo aqueles que não tem acesso às áreas externas. Saiba mais sobre o assunto a seguir!

    Ver Todas >

    Gato pode comer ovo? Descubra se o alimento é liberado ou não!
    Alimentação animal

    Gato pode comer ovo? Descubra se o alimento é liberado ou não!

    Quando o assunto é alimentação dos gatos, é comum que os tutores tenham dúvidas sobre o que pode ou não fazer parte da dieta do bichano. Afinal, ter em mente quais são os alimentos liberados para os felinos é fundamental antes de sair oferecendo qualquer tipo de comida ao seu pet, como o ovo. Assim como os cães, existem alguns felinos que são simplesmente apaixonados pelo alimento, enquanto outros não dão a mínima.

    Armazenar a ração de cachorro do jeito errado favorece a infestação de insetos?
    Alimentação animal

    Armazenar a ração de cachorro do jeito errado favorece a infestação de insetos?

    Cuidar da alimentação do cachorro vai muito além de escolher a melhor ração para o seu amigo de quatro patas, e inclui também saber guardar o alimento direitinho para evitar qualquer tipo de problema. O que poucas pessoas sabem - e percebem - é que a ração para cães favorece bastante a infestação de insetos e parasitas se for armazenada de forma incorreta. Outros fatores que influenciam nesse processo são a exposição do alimento ao sol e umidade. 

    Cachorro não quer comer? Veja o que fazer quando o animal enjoar da ração
    Alimentação animal

    Cachorro não quer comer? Veja o que fazer quando o animal enjoar da ração

    Geralmente, não é difícil agradar o paladar canino. Com a fama de comilões, os cachorros não costumam dar muito trabalho na hora de se alimentar e dificilmente dispensam uma boa refeição. Mas às vezes pode acontecer do doguinho enjoar da ração e, nesses casos, cuidar da alimentação do cachorro se torna um verdadeiro desafio. Então, o que fazer quando o cachorro não quer comer?

    Alimentação do cachorro idoso: a ração úmida ajuda a abrir o apetite?
    Alimentação animal

    Alimentação do cachorro idoso: a ração úmida ajuda a abrir o apetite?

    Conforme a velhice se aproxima, cuidar da alimentação do cachorro se torna ainda mais importante para manter o bichinho saudável. Com um nível de energia diferente, o cachorro idoso precisa consumir uma quantidade menor de carboidratos para evitar problemas de saúde, como a obesidade canina. Mesmo que a ração sênior seja formulada para atender as necessidades nutricionais dessa fase da vida, o cãozinho pode rejeitar o alimento por diversos motivos, incluindo a textura, já que os dentes ficam mais frágeis na velhice. 

    Ver Todas >