Já ouviu falar no termo “pet influencer”? Para quem não sabe, cães e gatos também vêm conquistando a internet e vários perfis que têm os bichinhos como protagonistas cresceram ao longo dos últimos anos no Instagram. Os pet influencers têm contas que costumam ser administradas pelos próprios donos, mas às vezes eles ficam tão famosos que chegam até a ser agenciados e recebem um monte de mimos!

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

E você, já pensou em transformar seu cachorro ou gato em um digital influencer “pet”? Para saber mais sobre esse processo, o Patas da Casa conversou com uma das maiores celebridades caninas da internet: Gudan, o Husky (@gudan_ohusky ), e seu tutor Zanq. Confira algumas dicas que eles passaram para fazer seus bichinhos ficarem famosos!

Pet influencer: como o Gudan cresceu nas redes sociais?

Para quem não sabe, o Gudan é um Husky Siberiano que ganhou o coração de muita gente em várias redes. Só no Instagram, o pet influencer tem 1,5 milhão de seguidores. Já no YouTube , esse número chega a 1,4 milhões de inscritos; enquanto no TikTok é ainda mais surpreendente: são mais de 8 milhões de seguidores, ao todo.

Mas será que é fácil transformar um cachorro ou gato em um pet influencer ? O “marketing” é uma boa maneira de alcançar as pessoas, ou é melhor seguir trends? Para entender o crescimento do Gudan nas redes, Zanq conta que viralizar conteúdo de trend ou copiado de outro criador não é um indicativo tão forte de que você conquistou um público fiel. “Quando as pessoas passam a gostar daquele conteúdo que você tirou da sua cabeça, na sua roupagem, isso sim é um bom sinal! Por isso, quando tivemos o segundo vídeo viralizado com a proposta original de conteúdo, já entendi que isso poderia se tornar algo além da brincadeira.”

4 dicas para transformar seu cachorro e gato em um influencer pet

Depois de conhecer um pouco mais sobre a história do Gudan e Zanq, muitos pais de pet podem se sentir instigados a tentar transformar o próprio cachorro ou gato em um digital influencer. Pet de qualquer espécie tem potencial para isso, mas antes de entrar nesse universo, veja algumas dicas valiosas de Zanq:

1) Siga o seu coração. Não é porque o outro pet influencer fez que você precisa fazer, seja ORIGINAL.

2) Depois do conteúdo original, está tudo bem usar trends, áudios ou formatos que estão em destaque para criar conteúdos que vão engajar mais naquele momento.

3) Entenda com quem você quer conversar. Seu perfil pet é pra criança? De que idade? Adultos? Quer criar conteúdo pra família? Isso vai influenciar diretamente na linguagem do seu perfil.

4) O mais importante de todos: DIVIRTA-SE. Todo mundo nota um conteúdo forçado, mas se tem diversão, ganha o coração!


Pet influencer: Gudan reúne mais de 8 milhões de seguidores no TikTok e 1,5 milhão no Instagram
Pet influencer: Gudan reúne mais de 8 milhões de seguidores no TikTok e 1,5 milhão no Instagram

Entenda o que significa ser dono de um pet influencer em “início de carreira”

Não pense que transformar seu pet em influencer será algo rápido ou fácil. Na verdade, o trabalho é mais árduo do que muitos imaginam. Mesmo que tenha acontecido de forma natural para Zanq e Gudan, o tutor revela: “Isso significou se dedicar 12 horas por dia a criação de conteúdo intensa por meses, desligar do mundo lá fora, ser zoado por "amigos" por fazer vídeo de cachorro, passar a vida dentro de um quarto editando vídeo, não ter dia de descanso porque internet é todo dia hahaha foi assim!”

Resumidamente, pode-se dizer que foi com muito trabalho que Gudan e Zanq chegaram aonde estão hoje. Como o próprio tutor alerta, não basta apenas criar a rede social do pet e postar uma foto bonita: é preciso se dedicar integralmente ao conteúdo que é publicado e tentar fazer isso da maneira mais original possível.

Redação: Juliana Melo

Edição: Luana Lopes