Comportamento animal

Passear com cachorro sem guia? Entenda como isso pode prejudicar o seu animal

Publicado - 14 Janeiro 2020 - 13h55

Atualizado - 23 Abril 2024 - 12h23

O passeio é o momento mais divertido na vida de um cachorro: ele interage com outros ambientes, sente cheiros diferentes, gasta energia e socializa com cães e humanos. Para tornar esse momento mais seguro, o uso da guia para cachorro com a coleira ou peitoral é essencial. Os acessórios permitem ter o controle de todos os passos do cão e ainda evita fugas. Ainda assim, não é incomum encontrar cachorros andando soltos por aí, muitas vezes em parques e locais bem movimentados. Se o seu cachorro não é castrado e não recebeu o adestramento adequado para essa situação, a atitude pode pode causar muitos problemas. Fugas, brigas e acidentes podem ser evitados com passeios responsáveis.

Passear com cachorro em segurança: 6 motivos para não andar sem a guia

1) Cachorro não castrado pode correr atrás de fêmeas no cio

Cachorros machos que não são castrados ficam hipnotizados ao se depararem com uma fêmea no cio. Além de tentar fugir, o animal pode ativar a dominância e brigar com outros cães. Mesmo que o seu cachorro seja muito bem adestrado, encontrar uma fêmea no cio e ficar fascinado por ela é uma questão de instinto. Nessas horas, nenhum comando vai desviar a atenção do seu cachorro.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

2) Acidentes são comuns com cães que passeiam sem guia

Infelizmente, o pior pode acontecer quando um cão passeia sem guia. Um cachorro que anda solto pode se assustar com barulhos ou distrair com algum estímulo e correr. Como ele não tem muita noção de perigo, pode seguir em direção aos carros. Um atropelamento pode matar ou deixar o seu amigo com sequelas graves. Acidentes são evitados com o uso da guia.

3) Seu cachorro pode atacar outro animal e vice-versa

Ao passear com o cachorro sem guia, você perde o controle do seu animal. Ele pode tentar se aproximar de um cachorro reativo, por exemplo, e desencadear uma briga (ou ele mesmo pode causar uma confusão se não “gostar” do outro animal). Em parques, o cão pode tentar caçar outros animais que vivem ali, como gatos, pássaros e roedores. Em todos os casos, algum animal pode sair machucado. Mesmo sendo um cachorro manso, o primeiro contato com outros cachorros deve ser feito com moderação e a guia ajudará a afastá-lo caso reaja de forma mais agressiva.

4) Cachorro sem guia pode fugir e não retornar

Mesmo os cachorros que foram treinados e costumam retornar ao tutor com algum comando precisam de atenção. Estímulos externos, como fogos de artifício, gritos ou algum outro barulho, podem assustar o animal. Se ele estiver solto, as chances de sair correndo e se perder são ainda maiores. Um passeio com cães deve ser o mais seguro possível: use guia, coleira e também placa de identificação com seu nome e telefone.

5) Cachorro passeando sem guia pode comer algo que não deve

Passear com cachorro sem guia é um risco em todos os aspectos. Além dos já citados, o cão pode comer alimentos e objetos proibidos na rua. Ossos, resto de comida, plástico e até necessidades fisiológicas de outros animais e humanos: nada passa despercebido, principalmente se você tem um cãozinho curioso. Se estiver solto, você não vai conseguir segurá-lo e, dependendo do que comer, ele pode ter uma intoxicação alimentar.

6) O cachorro sem guia pode se aproximar de pessoas que não gostam ou têm medo de animais

Nem todo mundo gosta de cachorro - e algumas pessoas têm muito medo -, por isso, mantê-lo na guia é também respeitar o espaço do outro, seja criança, adulto ou idoso. Andar com o animal na guia evita estresses (para o outro, para você e para o seu animal) e até reações mais agressivas. Mantenha sempre o cachorro por perto, principalmente nos passeios em lugares mais movimentados.

 

Cachorro passeando com tutor com guia
O uso da guia de cachorro é indispensável para um passeio seguro

 

Passear com cachorro solto? Adestrador explica como funciona o treinamento

É possível passear com o cachorro sem guia desde que o animal receba o treinamento correto para isso. Max Pablo é adestrador de cães no Rio de Janeiro e já treinou alguns animais para andarem soltos. Ele explica que isso demanda um trabalho comportamental diário: não basta apenas retirar a guia do cachorro e esperar que ele ande. O tutor precisa ensinar a obediência básica e criar o cão com uma hierarquia mais firme.

O adestrador afirma que andar solto é um comportamento natural dos cães, mas em áreas urbanas a guia para cachorro se tornou imprescindível para evitar acidentes e fugas. “Os animais não sabem o que são veículos, carros, estradas, semáforos, faixa de pedestre e por aí vai. Eles não entendem que precisam andar na calçada porque é mais seguro. Os cachorros não foram ensinados sobre esses perigos”, explica. Max acrescenta que qualquer cachorro pode andar sem guia de forma segura se receber o treinamento e suporte de um especialista que trabalhe tanto a parte física quanto psicológica do animal. Por isso, se você deseja passear com seu cachorro sem guia, procure um profissional.

Redação: Júlia Cruz

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Ver todas