close
Passeio

ParCÃO: tudo sobre o "cachorródromo", o famoso parque para cachorro

Atualizado · 03 de maio de 2022 · 18h56

Publicado · 03/05/2022 · 18h56

O parcão é um ambiente de diversão e socialização para todos os cães
O parcão é um ambiente de diversão e socialização para todos os cães

O parcão é o lugar perfeito para o cachorro se divertir fora de casa! O parque para cachorros - ou cachorródromo, como também é conhecido - é um ambiente feito especialmente para que os doguinhos tenham um cantinho só para eles brincarem. É cada vez mais comum encontrar um pet park por aí. Hoje em dia, existe parcão até mesmo dentro de shoppings! Pode ter certeza que o playground para cachorro é diversão garantida - tanto para ele quanto para o tutor! Se você tem vontade de levar seu animal para uma praça para cães, confira o guia a seguir. O Patas da Casa te explica tudo que você deve saber antes de ir ao parcão: como ele funciona, quais os benefícios, como saber se seu cão pode frequentar e como cuidar da segurança do pet no local. Confira!

O que é um parcão? Área para cachorro é cada vez mais comum

O parcão é um verdadeiro parque de diversão para cachorros! É um local público onde pais e mães de pet podem levar seu melhor amigo para correr, brincar e se divertir de diferentes maneiras. Qualquer cão pode visitar independentemente do seu tamanho ou raça, desde que siga as regras do local. O pet parque é cercado e tem portões que garantem maior segurança durante as brincadeiras. Essa é uma das grandes vantagens do cachorródromo em relação a outros parques que aceitam cachorros mas não são voltados para isso. Como o parcão é feito para cães, é bem mais protegido e evita que o animal acabe fugindo e se machucando com os perigos comuns da rua. Outro benefício do parque pet são os acessórios e brinquedos para cachorros, garantindo muito mais diversão e estimulando mais o pet a se exercitar.

O cachorródromo é equipado com muitos brinquedos para o pet

Existem diferentes tipos de cachorródromos e cada um é equipado de uma maneira diferente. No geral, todo playground para cachorro deve ter cercas ao redor e portão de segurança. As grades devem ser altas para proteger cães grandes e não devem permitir que cães pequenos passem por entre elas. O parque dos cachorros conta com um espaço aberto o suficiente para que o pet possa correr e até ensinar o cachorro a trazer a bolinha. Quanto aos brinquedos e objetos, cada parque canino tem opções diferentes. Alguns trazem pneus para o cão brincar, túneis, rampinhas, passarelas, circuitos, pista agility canino e muito mais. Além disso, o parcão normalmente oferece saquinhos para recolher cocô do cachorro (já que o local deve estar sempre limpo) e bebedouros para o animal se hidratar.

Antes de visitar o parque canino, o cachorro deve estar vacinado

O pet park reúne diferentes cãezinhos que interagem entre si. Existem muitas doenças infectocontagiosas que podem passar de um pet para outro por meio do contato, mas muitas são prevenidas com as vacinas de cachorro obrigatórias. Por isso, existe uma regra comum a qualquer parque: cachorro só entra se estiver vacinado. Isso garante que nenhum cãozinho vai passar uma doença para outro. Além disso, não é indicado levar uma cadela no cio ao pet parque, pois pode gerar confusões.

Atividades no pet park: confira ideias de brincadeiras para fazer com seu cão no local

O parquinho para cachorro brincar é perfeito para as mais diversas atividades. Os brinquedos presentes no cachorródromo já fazem sucesso por si só. Os cãezinhos ficam doidos com tanta opção diferente que eles não encontram em casa. Mas além deles, o grande espaço para cachorro do parcão é ideal para as mais diversas atividades ao ar livre. Jogar a bolinha é um clássico, assim como brincar de frisbee com o cachorro. O pique-pega é outra ideia para aproveitar a área para cachorro: basta um correr atrás do outro e a diversão é garantida. Brincar de caça ao tesouro também é uma ótima atividade. Faça o pet cheirar um petisco, esconda-o e deixe o animal procurar. Isso vai estimular o faro do cachorro e ao mesmo tempo diverti-lo durante a caçada.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O cachorródromo conta com diferentes brinquedos, como túneis, pneus, rampas e circuitos
    O cachorródromo conta com diferentes brinquedos, como túneis, pneus, rampas e circuitos

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    O parque de cachorro é um ambiente perfeito para fazer a socialização do cão

    A socialização de cachorro é um processo fundamental. É por meio dela que o animal passa a lidar com a presença de outras pessoas e animais, garantindo uma boa convivência em sociedade. O parquinho de cachorro é o local ideal para realizar a socialização do seu pet. O animal conhecerá novos cães e pessoas em um ambiente controlado e seguro, aprendendo como agir perto de desconhecidos e conhecendo os limites que se deve ter. Por isso, se seu pet está na fase de socialização, pode ter certeza que o parque de cachorro é o local perfeito para isso. Apenas lembre-se que filhotes de cachorro só podem sair depois de completar o calendário de vacinação.

    Dentro do parque para cães, tenha atenção à segurança do pet 

    Antes de levar o cão ao parque para pet, fique atento a algumas dicas de segurança. Apesar de o parcão ser um ambiente fechado, jamais deixe seu cãozinho sem supervisão. O pet vai estar muito animado nesse ambiente e pode aprontar bastante, então fique atento. Para garantir a segurança no playground  para cachorro, use sempre coleira de identificação de cachorro.  

    O que levar na bolsa para o parcão? Alguns itens são indispensáveis no passeio 

    É importante estar preparado na hora de sair com seu doguinho! Parque para cachorros normalmente conta com um cantinho com água para cães beberem, mas leve uma garrafinha para encher para o seu pet. Os exercícios vão cansar o animal e ele precisa se manter hidratado. Ao ir para o parcão, leve também protetor solar para cachorro, principalmente nos dias mais quentes. É bom passar antes de sair de casa, mas leve na bolsa para o caso de ser necessário fazer uma reaplicação. O cachorródromo normalmente disponibiliza saquinhos para recolher cocô de cachorro, mas sempre leve alguns extras na sua bolsa. 

    Como saber se meu pet pode frequentar parques que aceitam cachorros? 

    Todos os cães são bem-vindos no cachorródromo. Porém, cada parque para pet pode ter regras específicas para a entrada de algumas raças. Em certos parques, raças como Pitbull, Rottweiller e American Staffordshire Terrier precisam usar focinheira para cachorro. Além disso, independentemente da raça, cães bravos ou muito agressivos são impedidos de usar o parque canino para evitar brigas no local. Sempre dê uma olhada nas regras do parquinho para cachorro antes de ir.

    No parquinho para cachorro, tutor e pet se divertem com brincadeiras ao ar livre
    No parquinho para cachorro, tutor e pet se divertem com brincadeiras ao ar livre

    Fique atento ao comportamento do cachorro antes de levá-lo ao pet park

    A praça para cachorro é um local de convivência com outros animais e pessoas e, por isso, é importante ficar atento ao comportamento do seu cão em relação ao desconhecido. Se seu pet for muito briguento e desobediente, é bom ficar atento. O cachorro que briga pode criar motivos para confusão com outros pets dentro do cachorródromo: ciúmes do dono, compartilhamento de brinquedos, dominância… Se ele não obedecer seus comandos com facilidade e apresentar esses comportamentos, é melhor adiar sua ida ao parquinho pet. Treine mais um pouco seu bichinho e vale até mesmo chamar um adestrador profissional. O adestramento ajuda a controlar esses problemas e proporciona uma ida mais tranquila ao parcão.

    Como lidar em casos de brigas no parque para cachorros?

    Mesmo que o espaço para cães seja de muita diversão e o seu per seja tranquilo, imprevistos podem acontecer. Existem alguns sinais antes da briga de cachorro que podem ser observados: corpo rígido, rosnados, rabo entre as pernas e pelo da nuca arrepiado. Caso esteja no parcão e veja que seu pet está assim, desvie a atenção dele levando-o para outro canto e mostrando outro brinquedo. Se não conseguir impedir e a briga começar, não entre no meio para não se machucar. 

    O ideal é tentar desviar a atenção dos cachorro que estão brigando: jogue água nos cães, bata palmas ou produza outro som bem alto (mas não grite, pois os gritos deixam os cachorros mais agitados). Se nada der certo, levante as patas traseiras do pet, pois ele vai perder o equilíbrio e você conseguirá afastar os animais. Caso perceba que o comportamento brigão vem sendo frequente, converse com um veterinário e chame um adestrador de cães. Isso vai ser fundamental para cuidar do comportamento antes de levar o pet ao parque dos cachorros novamente.

    Parque para levar cachorro: confira mais dicas para aproveitar o passeio

    Pode ter certeza que levar o pet para um dia no parcão vai ser um programa divertido tanto para você quanto para o cachorro. O parque canino é um ambiente de lazer e um ótimo lugar para conhecer pessoas e animais novos. Como dicas nunca são demais, confira algumas extras sobre como usar o parcão com seu doguinho da melhor forma para todos:

    • Vá nos horários de menos sol: cachorro sente calor e pode ser muito incômodo. O chão quente machuca suas patinhas e ainda pode causar queimaduras. Por isso, evite sair nos horários de maior temperatura. Prefira ir ao parcão de manhãzinha (antes das 10h) ou de tardinha e noite (após as 16h). 
    • Catar cocô: uma das vantagens do parcão é ser um local bem limpinho para seu pet passear. Porém, você precisa fazer sua parte para que ele se mantenha assim. Sempre recolha o cocô do cachorro, pois além de ser higiênico, é uma questão de saúde pública, já que as fezes podem transmitir doenças. O cachorródromo costuma oferecer saquinho para recolher cocô, mas leve o seu mesmo assim para garantir. 
    • Cachorro doente: se o seu cachorro estiver com algum sintoma como diarreia, vômito, dores ou apatia, não o leve ao parcão - o mais indicado é levar no veterinário mesmo. Ele pode estar com algum problema de saúde e, caso seja uma doença transmissível, pode acabar contaminando outros cães no cachorródromo.
    • Confira as regras: cada parcão tem um regulamento específico. Portanto, sempre procure saber antes as regras do parque de cachorro para evitar problemas.

    Redação: Maria Luísa Pimenta 

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Próxima matéria

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Bichon Frisé: tudo sobre a raça de cachorro pequeno (+ galeria com 50 fotos)
    Pequenos

    Bichon Frisé: tudo sobre a raça de cachorro pequeno (+ galeria com 50 fotos)

    Dentre tantas raças de cachorro que existem pelo mundo, uma que certamente merece destaque é o Bichon Frisé. Esse pequeno cãozinho já é capaz de conquistar vários admiradores só por causa da sua aparência fofinha e felpuda, mas não é só isso que chama a atenção na raça: o cachorro Bichon Frisé também é super carismático e afetuoso. Por isso, é bem difícil não se apaixonar por ele. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Ver Todas >

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?

    Já ouviu falar no enriquecimento ambiental para cães? Apesar do conceito parecer novo, ele já faz parte da vida dos nossos doguinhos há um bom tempo: trata-se de estímulos físicos, mentais e sociais que melhoram o bem-estar e a qualidade de vida dos nossos pets. Isso pode incluir desde brinquedos para cachorro e brincadeiras, até passeios e socialização com outros animais e pessoas. 

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?

    O enriquecimento ambiental para gatos é um cuidado necessário para oferecer uma boa qualidade de vida aos nossos amigos de quatro patas. Apesar da domesticação ter acontecido há bastante tempo, vários instintos permaneceram com os felinos ao longo dos anos e é importante não inibir isso. Na verdade, os tutores devem saber como direcionar o comportamento do animal para os lugares certos - e é aí que entra a ideia de enriquecimento ambiental. 

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino
    Comportamento animal

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino

    O uivo de cachorro desperta muita curiosidade em nós, humanos. Diferente do latido, esse som é bem mais alto e envolve uma expressão corporal bem específica: de pé ou sentados, os cães inclinam a cabeça para trás, levantam o focinho, olham para cima e então emitem o uivo. É um gestual que lembra bastante seus ancestrais, os lobos, e que serve basicamente para a comunicação. Descubra tudo sobre cachorro uivando!

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil
    Comportamento animal

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil

    Mesmo que o gato doméstico seja mais conhecido, os gatos selvagens continuam por aí nos mais diferentes habitats. Claro que eles não são encontrados andando na rua e nem podem viver dentro de casa, mas fora dos meios urbanos existem diferentes espécies. E se você pensa que gatos silvestres só existem em locais bem distantes do mundo, você está bem enganado. Uma thread no Twitter feita pela Bárbara Ruzzi enumerou 10 espécies de gato selvagem brasileiro. Sim, nosso país é o lar de muitos gatos silvestres por aí! 

    Ver Todas >