close
Saúde

Outubro rosa pet: tumores de mama também podem afetar cães e gatos

Atualizado · 05 de Outubro de 2020 · 18h42

Publicado · 05/10/2020 · 18h39

Outubro rosa pet: saiba mais sobre a conscientização do câncer de mama em cadelas e gatas
Outubro rosa pet: saiba mais sobre a conscientização do câncer de mama em cadelas e gatas

Vamos falar do Outubro Rosa Pet? No mês da conscientização do câncer de mama, é importante ter em mente que, assim como os humanos, cachorro e gato também podem desenvolver tumores no tecido mamário. Na verdade, o número de casos em animais é tão preocupante quanto nas mulheres, já que poucos tutores têm conhecimento a respeito desse assunto. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou uma matéria com algumas informações importantes sobre o câncer de mama em cadelas e gatas, como sintomas, tratamento e prevenção da doença. Veja só!

Câncer de mama: cadela pode ficar com a região inchada

Em primeiro lugar, o tutor deve estar aos sintomas da doença, pois o diagnóstico precoce é fundamental para dar início ao tratamento mais adequado. Ao notar a cadela com mama inchada e/ou com caroços na região, você deve redobrar a atenção com sua doguinha. Outros sinais que também estão associados a este quadro é a presença de secreção saindo das mamas e dor no local (para isso, o tutor deve apalpar a mama do animal e ver como ele reage diante dessa situação). Também é comum que haja uma alteração no comportamento do cachorro afetado, e ele pode ficar mais triste e cabisbaixo.

E atenção: é importante ter em mente que o câncer de mama pode atingir tanto as cadelas quanto os cães machos. Qualquer cachorro - independente de raça ou gênero - pode desenvolver o câncer de mama, mas as cadelas - principalmente as não castradas - são mais vulneráveis a esse problema. Vale destacar também que os casos de tumor de mama em cadelas podem ser tanto benignos quanto malignos, e por isso é muito importante ter um acompanhamento médico caso haja qualquer alteração no corpo do animal.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Câncer de mama: cadelas, cães machos, gatas e gatos podem desenvolver a doença. Previna-se!
    Câncer de mama: cadelas, cães machos, gatas e gatos podem desenvolver a doença. Previna-se!

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Hiperplasia mamária felina e câncer de mama em gatos: entenda a diferença entre as patologias

    É comum que os tutores confundam a hiperplasia mamária felina com o câncer de mama em gatos, mas elas não são doenças iguais. Na verdade, o primeiro quadro se trata de uma alteração não neoplásica (maligna), que pode provocar o aumento de uma ou mais mamas da gata, mas que não é considerado um tipo de tumor. Outros sintomas desse problema hormonal são: apatia, anorexia, febre, desidratação e dificuldade para andar. 

    Já o câncer de mama em gatos tem basicamente os mesmos sinais clínicos do câncer de mama em cadelas, já que, além do inchaço do tecido mamário, também pode apresentar caroços, secreções e dor. Em todo caso, ao perceber qualquer alteração nas mamas do seu pet, procure a ajuda de um veterinário.

    Como tratar câncer de mama em gatos e cães?

    O tratamento para o câncer de mama em cadelas e gatas pode variar, mas costuma seguir a mesma lógica. Se for detectado apenas um tumor benigno, a cirurgia de remoção é o procedimento mais indicado e tem grande eficácia. Já no caso de um tumor maligno, além da cirurgia, a quimioterapia também é outro tratamento que deve ser associado para evitar que o câncer se espalhe. De toda forma, somente quem poderá indicar qual é a melhor forma de tratar câncer de mama em gatos e cães é o próprio médico veterinário. Ele fará uma análise minuciosa de cada caso, baseando-se em exames e na biópsia para poder definir qual é a metodologia mais adequada para cuidar do animal.

    Castração é a melhor alternativa para prevenção do câncer de mama em cadelas e gatas

    Você provavelmente já ouviu falar na castração de cachorro e gato, certo? Embora alguns tutores tenham receio de submeter seus bichinhos a este tipo de procedimento, a verdade é que castrar cães e gatos é uma medida capaz de trazer vários benefícios à saúde. Além da gravidez indesejada, que consequentemente aumenta o número de bichinhos abandonados, algumas doenças - como o próprio câncer de mama em cadelas e gatas - também podem ser prevenidas com o procedimento cirúrgico. Portanto, essa acaba sendo a principal forma de reduzir os riscos de tumores. Além disso, vale destacar que o tutor deve evitar o uso de anticoncepcionais em cadelas e gatas, porque esse medicamento hormonal acaba sendo ainda mais prejudicial para o animal. Sempre opte pela castração!

    Redação: Juliana Melo

     

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Próxima matéria

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas
    Saúde animal

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas

    Assim como a campanha internacional com humanos, o Outubro Rosa Pet é uma oportunidade para conscientizar os tutores sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama em cães e gatos. Esse é um problema mais comum do que se imagina no universo animal. Por isso, a observação constante e a prevenção devem fazer parte da rotina de todo pai ou mãe de pet, principalmente no caso de fêmeas.

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Novembro azul pet: cães e gatos também precisam de cuidados para prevenir o câncer de próstata
    Saúde

    Novembro azul pet: cães e gatos também precisam de cuidados para prevenir o câncer de próstata

    No mês da conscientização do câncer de próstata, é importante pensar também nos cuidados com os animais. Assim como humanos, cães e gatos também podem ser atingidos por essa doença, embora não seja tão frequente assim. Logo, estar atento a possíveis sintomas é fundamental para a obtenção do diagnóstico precoce e, então, dar início ao tratamento mais adequado. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou uma matéria recheada de informações sobre o tema “Novembro Azul Pet”! 

    Você está pronta para ser
    Adoção

    Você está pronta para ser "mãe" de cachorro ou gato? As alegrias e desafios de adotar um pet

    Muito se discute sobre o termo “mãe de pet”. Algumas pessoas defendem o óbvio: não é biologicamente possível ter um filho de outra espécie. Mas quem já passou pela experiência de adotar cachorro ou gato sabe que os sentimentos que vão sendo construídos dia após dia, na convivência com o pet, são realmente fortes. Quando menos se espera, a palavra “filho” é utilizada para chamar o animal ou em um momento de carinho. Isso sem falar nas mudanças na rotina e na companhia constante. Naturalmente essas relações se estreitam e viram lindas histórias de família.

    Ver Todas >

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Saúde animal

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Doença do carrapato é contagiosa?
    Saúde animal

    Doença do carrapato é contagiosa?

    A doença do carrapato é capaz de atacar todo o organismo do animal, o deixando frágil e debilitado. Por isso, é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar um cão. Além da doença do carrapato em cachorro, existe a doença do carrapato em humanos, que causa sintomas parecidos e também é bastante grave. Entender a causa do problema é sempre a melhor maneira de evitar que ele apareça. Como o próprio nome sugere, a doença do carrapato é contagiosa por conta do aracnídeo. 

    Ver Todas >