Saúde

Otite em gatos: o que causa, como cuidar e como prevenir o problema

Otite em gatos pode causar muitos incômodos. Aprenda a identificar o problema!
Otite em gatos pode causar muitos incômodos. Aprenda a identificar o problema!

Embora a otite seja uma doença bem mais comum aos cães, os gatos não estão livres desse tipo de problema. Nossos amigos felinos podem ter otite externa e otite interna e são vários fatores que levam a isso. Os sintomas são específicos: sacudir a cabeça, coceira no local, mau cheiro e até feridas. Por isso é importante ficar de olho e levar o pet ao veterinário assim que notar os indícios da doença. Conheça mais sobre a otite em gatos, sintomas, tratamento e o que você pode fazer para prevenir.

O que é otite? Saiba mais sobre esse problema tão incômodo aos bichanos

A otite é uma inflamação que ocorre no ouvido interno dos animais. Ela se divide em três níveis - externa, média e interna - e pode ocorrer por duas formas: parasitária ou infecciosa. No caso da otite, gato deve receber tratamento imediato pois não é comum aos felinos passar por esse problema. Os níveis de otite são definidos assim:

  • Otite externa

Essa inflamação ocorre no ouvido externo. Não é a orelha, e sim uma parte do ouvido localizada antes do tímpano, que é responsável pela passagem de som. Esse nível da otite é considerado o mais fácil de tratar, já que acaba ocorrendo com mais frequência nos pets. Essa inflamação se divide em otite aguda e otite crônica. O primeiro caso ocorre esporadicamente, enquanto o segundo costuma ocorrer com mais frequência.

  • Otite média

A otite média é uma complicação da otite externa que se dá por uma inflamação do ouvido médio - localizado atrás do tímpano na orelha do gatinho - e ocorre quando há uma ruptura da membrana do tímpano. A inflamação pode incomodar bastante o felino e requer um tratamento mais específico.

  • Otite interna

A otite interna é o pior dos níveis de otite em gatos. Ocorre a partir de uma complicação da otite média ou por algum trauma que o bichano tenha passado. Nesse caso, ocorre uma inflamação no ouvido interno, onde se localizam quase todos os ossos do ouvido e o nervo acústico, que é responsável por levar todas as informações que vem pela audição do gatinho até o cérebro. Com uma inflamação no ouvido interno, o gato acaba sofrendo bem mais do que os outros níveis da otite e precisa de um tratamento mais intenso.

Otite em gatos é apresentada em duas formas: parasitária e infecciosa

Os felinos podem apresentar dois níveis de otite, e cada uma requer uma forma de tratamento e prevenção. São elas:

  • Otite primária ou parasitária

Esse tipo de otite é causada por ácaros, que são pequenos parasitas da família dos carrapatos. Nessa forma da otite em gatos, o bichano apresenta excesso de cera escura na borda da orelha e no ouvido externo, além de um cheiro ruim na região. O felino também pode coçar demais a área com as patinhas, procurando aliviar o incômodo causado pelos aracnídeos, e acabar ferindo ainda mais o ouvido.

  • Otite secundária ou infecciosa

Esse tipo de otite se apresenta por bactérias e geralmente é decorrente da umidade: a orelha recebeu água, mas não foi seca imediatamente e gerou um fungo na região. Pode vir acompanhada de feridas, sangramento ou pus. Por incomodar demais o gato, é normal a reação de coçar a orelha com a pata. É importante levar o animal ao veterinário assim que perceber a otite secundária, pois ela pode prejudicar a área afetada rapidamente e progredir para a perda de audição total ou parcial do gatinho.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Otite em gatos: sintomas incluem cera com coloração escura na entrada do ouvido e cheiro forte
    Otite em gatos: sintomas incluem cera com coloração escura na entrada do ouvido e cheiro forte

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    O que causa a otite?

    Existem muitas razões pelas quais o gato pode desenvolver uma otite. Uma das principais razões é a questão da higiene. É importante manter uma limpeza regular do ouvido do bichano, principalmente se esse gatinho é criado solto e não fica dentro de casa o dia todo. Outro ponto importante é manter seca a região do ouvido e evitar a entrada de água para não favorecer o surgimento de fungos e bactérias. 

    A otite em gatos também pode se desenvolver depois de um trauma (uma situação de muito medo ou perda), acidente ou até mesmo uma agressão. A entrada de corpos estranhos no ouvido, como galhos ou folhas, também beneficia o aparecimento da doença. Por último, doenças que afetam a imunidade do animal, como a FIV, a FeLV e a PIF, também podem levar o felino a ter otite.

    Redação: Júlia Cruz

    Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!

    Próxima matéria

    Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Coceira em gatos: veja as principais causas do problema e como cuidar
    Saúde

    Coceira em gatos: veja as principais causas do problema e como cuidar

    Ver o gato se coçando pode ser uma situação corriqueira e não representar nada demais, mas se começar a acontecer com frequência pode ser um sinal de que algo não vai bem com a saúde do animal. Os problemas com parasitas são bem comuns e mesmo quando os gatos vivem dentro de casa, eles podem acabar sendo contaminados por pulgas, carrapatos e ácaros. Além disso, sarna de ouvido, micoses e alergias alimentares também podem ser o motivo por trás do gato se coçando muito. Entenda mais sobre cada uma dessas causas e como fazer o gato parar de se coçar nessas situações a seguir.

    Ver Todas >

    5 fatos sobre a diabetes em cães que precisam da sua atenção
    Saúde animal

    5 fatos sobre a diabetes em cães que precisam da sua atenção

    A diabetes em cachorro é um quadro delicado e que precisa de atenção e muito cuidado. A doença se desenvolve a partir de alterações nos níveis de produção de insulina pelo corpo do animal, com apresentações diferentes de acordo com o tipo de diabetes. Apesar de ser muito parecida com a ação em humanos, a diabetes em cães causa muitas dúvidas nos tutores, que podem acabar caindo em alguns mitos sobre a doença. Quanto antes o tratamento for iniciado, porém, mais chances o cachorro tem de conseguir viver com a doença, sem afetar tanto a sua qualidade de vida. Para te ajudar com isso, reunimos 5 fatos sobre a diabetes canina para sanar todas as suas incertezas sobre a doença. Confira abaixo!

    Cardiomiopatia hipertrófica felina: saiba mais sobre a doença cardíaca que atinge os gatos
    Saúde animal

    Cardiomiopatia hipertrófica felina: saiba mais sobre a doença cardíaca que atinge os gatos

    Alguma vez você já se preocupou com a saúde do coração do seu gato? A cardiomiopatia hipertrófica felina uma doença cardíaca bem comum quando falamos desses animais. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia Veterinária (SBCV), também é a principal cardiopatia causadora de morte entre os felinos. Basicamente, é caracterizada por uma hipertrofia no ventrículo esquerdo e acredita-se que tem bastante influência genética. 

    Quais são as raças de cachorro que precisam de mais cuidados com os olhos?
    Saúde animal

    Quais são as raças de cachorro que precisam de mais cuidados com os olhos?

    Os olhos de cachorro podem ter aparências bem diferentes: esbugalhados, puxados, bem pequenos ou enormes. Em todos os casos, o tutor precisa ter atenção com a região para evitar qualquer problema, como a conjuntivite. No entanto, algumas raças de cachorro têm os olhos mais sensíveis e precisam de cuidados redobrados pela maior predisposição de desenvolver doenças oculares. 

    Displasia coxofemoral em cães, osteoartrite e outras: descubra as doenças articulares mais comuns nos caninos
    Saúde animal

    Displasia coxofemoral em cães, osteoartrite e outras: descubra as doenças articulares mais comuns nos caninos

    Existe uma série de doenças que podem comprometer o bem-estar e a saúde do cachorro. Entre as mais conhecidas, estão as que afetam as articulações do animal. Incômodas, doloridas e muitas vezes limitadoras da capacidade de movimentos, elas são causadas por fatores diferentes, que vão desde herança genética até maus hábitos na vida do pet. Para te ajudar a entender e identificar essas patologias, nós reunimos aqui embaixo todas as informações sobre as principais doenças articulares que atingem os cães!

    Ver Todas >