Saúde

Otite em gatos: o que causa, como cuidar e como prevenir o problema

Otite em gatos pode causar muitos incômodos. Aprenda a identificar o problema!
Otite em gatos pode causar muitos incômodos. Aprenda a identificar o problema!

Embora a otite seja uma doença bem mais comum aos cães, os gatos não estão livres desse tipo de problema. Nossos amigos felinos podem ter otite externa e otite interna e são vários fatores que levam a isso. Os sintomas são específicos: sacudir a cabeça, coceira no local, mau cheiro e até feridas. Por isso é importante ficar de olho e levar o pet ao veterinário assim que notar os indícios da doença. Conheça mais sobre a otite em gatos, sintomas, tratamento e o que você pode fazer para prevenir.

O que é otite? Saiba mais sobre esse problema tão incômodo aos bichanos

A otite é uma inflamação que ocorre no ouvido interno dos animais. Ela se divide em três níveis - externa, média e interna - e pode ocorrer por duas formas: parasitária ou infecciosa. No caso da otite, gato deve receber tratamento imediato pois não é comum aos felinos passar por esse problema. Os níveis de otite são definidos assim:

  • Otite externa

Essa inflamação ocorre no ouvido externo. Não é a orelha, e sim uma parte do ouvido localizada antes do tímpano, que é responsável pela passagem de som. Esse nível da otite é considerado o mais fácil de tratar, já que acaba ocorrendo com mais frequência nos pets. Essa inflamação se divide em otite aguda e otite crônica. O primeiro caso ocorre esporadicamente, enquanto o segundo costuma ocorrer com mais frequência.

  • Otite média

A otite média é uma complicação da otite externa que se dá por uma inflamação do ouvido médio - localizado atrás do tímpano na orelha do gatinho - e ocorre quando há uma ruptura da membrana do tímpano. A inflamação pode incomodar bastante o felino e requer um tratamento mais específico.

  • Otite interna

A otite interna é o pior dos níveis de otite em gatos. Ocorre a partir de uma complicação da otite média ou por algum trauma que o bichano tenha passado. Nesse caso, ocorre uma inflamação no ouvido interno, onde se localizam quase todos os ossos do ouvido e o nervo acústico, que é responsável por levar todas as informações que vem pela audição do gatinho até o cérebro. Com uma inflamação no ouvido interno, o gato acaba sofrendo bem mais do que os outros níveis da otite e precisa de um tratamento mais intenso.

Otite em gatos é apresentada em duas formas: parasitária e infecciosa

Os felinos podem apresentar dois níveis de otite, e cada uma requer uma forma de tratamento e prevenção. São elas:

  • Otite primária ou parasitária

Esse tipo de otite é causada por ácaros, que são pequenos parasitas da família dos carrapatos. Nessa forma da otite em gatos, o bichano apresenta excesso de cera escura na borda da orelha e no ouvido externo, além de um cheiro ruim na região. O felino também pode coçar demais a área com as patinhas, procurando aliviar o incômodo causado pelos aracnídeos, e acabar ferindo ainda mais o ouvido.

  • Otite secundária ou infecciosa

Esse tipo de otite se apresenta por bactérias e geralmente é decorrente da umidade: a orelha recebeu água, mas não foi seca imediatamente e gerou um fungo na região. Pode vir acompanhada de feridas, sangramento ou pus. Por incomodar demais o gato, é normal a reação de coçar a orelha com a pata. É importante levar o animal ao veterinário assim que perceber a otite secundária, pois ela pode prejudicar a área afetada rapidamente e progredir para a perda de audição total ou parcial do gatinho.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Otite em gatos: sintomas incluem cera com coloração escura na entrada do ouvido e cheiro forte
    Otite em gatos: sintomas incluem cera com coloração escura na entrada do ouvido e cheiro forte

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    O que causa a otite?

    Existem muitas razões pelas quais o gato pode desenvolver uma otite. Uma das principais razões é a questão da higiene. É importante manter uma limpeza regular do ouvido do bichano, principalmente se esse gatinho é criado solto e não fica dentro de casa o dia todo. Outro ponto importante é manter seca a região do ouvido e evitar a entrada de água para não favorecer o surgimento de fungos e bactérias. 

    A otite em gatos também pode se desenvolver depois de um trauma (uma situação de muito medo ou perda), acidente ou até mesmo uma agressão. A entrada de corpos estranhos no ouvido, como galhos ou folhas, também beneficia o aparecimento da doença. Por último, doenças que afetam a imunidade do animal, como a FIV, a FeLV e a PIF, também podem levar o felino a ter otite.

    Redação: Júlia Cruz

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Próxima matéria

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Coceira em gatos: veja as principais causas do problema e como cuidar
    Saúde

    Coceira em gatos: veja as principais causas do problema e como cuidar

    Ver o gato se coçando pode ser uma situação corriqueira e não representar nada demais, mas se começar a acontecer com frequência pode ser um sinal de que algo não vai bem com a saúde do animal. Os problemas com parasitas são bem comuns e mesmo quando os gatos vivem dentro de casa, eles podem acabar sendo contaminados por pulgas, carrapatos e ácaros. Além disso, sarna de ouvido, micoses e alergias alimentares também podem ser o motivo por trás do gato se coçando muito. Entenda mais sobre cada uma dessas causas e como fazer o gato parar de se coçar nessas situações a seguir.

    Ver Todas >

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet
    Saúde animal

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Lidar com um cachorro estressado é algo delicado e que requer muita paciência e atenção por parte do tutor: cães que sofrem com estresse e ansiedade tem maiores chances de ficarem doentes. Assim como os humanos, os sinais de um cachorro estressado costumam afetar diretamente a saúde do animal. Causado por diferentes gatilhos, é necessário sempre observar o que deixa o cachorro estressado para evitar que esse sentimento invada a rotina do seu amigo. 

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Ver Todas >