Cuidados

Observou seu cachorro quieto e triste? Veja possíveis causas do comportamento

Cachorro quieto e triste: vários motivos podem estar por trás desse comportamento canino. Veja alguns deles!
Cachorro quieto e triste: vários motivos podem estar por trás desse comportamento canino. Veja alguns deles!

Os cachorros geralmente são animais espirituosos, alegres e que adoram se divertir. Não tem clima ruim com eles! Por isso, quando percebemos um cachorro quieto e triste, muitas dúvidas começam a aparecer. Afinal, não é do feitio deles ficarem isolados em um cantinho - e todo tutor se preocupa com essa mudança de comportamento. Vários motivos diferentes podem estar por trás de um cachorro muito quieto, como mudanças de lar, a chegada de novos membros na família ou até mesmo a perda de entes queridos. Em alguns casos, pode até ser indicativo de algo mais sério, como uma doença. Por isso, separamos os principais motivos que podem deixar um cachorro triste e quieto. Vem que a gente te conta!

Ansiedade de separação pode deixar cachorro quieto e triste

É bastante comum que alguns cães sofram com a ansiedade de separação. Normalmente, isso ocorre com animais que criam uma dependência maior de seus familiares e que passam longos períodos do dia sozinhos. O problema é que, a longo prazo, os cachorros tendem a ficar deprimidos e mesmo nos momentos em que o tutor está em casa, eles se acabam se isolando. Como ele sabe que em breve o tutor vai deixá-lo sozinho de novo, esse sentimento de “abandono” acaba prevalecendo. Por isso, o ideal é procurar formas de evitar a ansiedade de separação e tentar amenizar o estresse que o cãozinho passa na sua ausência. Além disso, sempre que estiver em casa é importante procurar passar um tempinho de qualidade com o seu amigo de quatro patas.

Cachorro muito quieto também pode ser indicativo de doença

Reparou que o seu cãozinho está mais na dele ultimamente? É importante redobrar os cuidados com seu amigo, isso pode ser indicativo de algum problema de saúde que está tirando a energia dele. Embora os cães não sejam capazes de falar, eles demonstram quando há algo de errados. Por isso, se não houver nenhum motivo aparente para o cachorro quieto, talvez seja uma boa ideia levá-lo ao veterinário para se certificar de que o animal não está doente. Além disso, vale a pena verificar a temperatura do seu amiguinho, pois um cachorro quieto e quente pode estar com febre, que é outro indicativo de que algo não vai bem com o organismo do animal.

Brigou com ele? Pode ser esse o motivo para o cachorro amuado!

Às vezes os cachorros parecem até uma criança: eles ficam emburrados e carrancudos depois de levar uma bronca. O cachorro amuado muitas vezes se faz de difícil, fica em um cantinho e evita ao máximo olhar nos olhos do seu tutor. Ele pode até ter feito algo de errado, mas alguns cães são orgulhosos demais para admitir isso, e acabam tendo esse comportamento mais “afastado”. Mas não se engane: cachorro não sente culpa e arrepedimento. A cena é apenas um sinal de apaziguamento, já que ele entende que fez algo errado.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Quando o cachorro fica quieto demais, é importante entender o que está acontecendo
    Quando o cachorro fica quieto demais, é importante entender o que está acontecendo

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Mudanças na família deixam o cachorro triste e quieto

    Qualquer mudança na família pode acabar afetando o humor do seu amigo de quatro patas. Tanto a chegada de novos membros, quanto a saída deles. A separação dos donos, por exemplo, acaba sendo muito difícil para o animal que tem um apego muito forte pelos seus humanos. Quando isso acontece, o cachorro tende a sofrer bastante no início porque sente saudade, mas com o tempo vai se acostumando com a falta do outro. 

    Já a chegada de novos membros na família, como um bebê, também pode acabar afetando a convivência com o animal. O cachorro triste e quieto muitas vezes adquire essa postura por estar se sentindo deixado de lado ou com ciúmes. Por isso, é importante dedicar uma parte do seu tempo ao seu amigo de quatro patas e até incentivar a aproximação entre ele e o novo membro (de maneira segura, claro). Aos poucos, eles vão se conhecendo melhor e podem se tornar grandes amigos no futuro.

    Cachorro triste: morte do tutor ou de alguém próximo também é sentida pelo animal

    Assim como os humanos, os cachorros também sentem bastante quando alguém da família falece. Se for alguém realmente próximo, a ausência da pessoa por si só já é algo que mexe com o psicológico do cãozinho. Mas mesmo que a perda não seja do núcleo familiar mais próximo do animal, a tristeza que ronda o ambiente muitas vezes já é o suficiente para deixar o cachorro quieto e triste também. Nesse momento, a melhor solução é tentar fortalecer ainda mais os vínculos com o seu doguinho. Essa companhia vai ser boa tanto para ele, quanto para você.

    Mudança de casa pode deixar o cachorro quieto e triste

    A mudança de lar também pode afetar o seu amigo de quatro patas. Ele, que já estava tão acostumado com a casa antiga, pode estranhar o novo ambiente em um primeiro momento. Por isso, é normal encontrar o cachorro quieto nos primeiros dias ou semanas. Leva um tempo para ele se adaptar totalmente ao novo local. A dica é tentar manter a estrutura da casa anterior para que ele não sinta tanta diferença. Com o tempo, ele certamente já vai se sentir em casa de novo.

    Redação: Juliana Melo

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Próxima matéria

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Dois cães em casa: o cachorro mais novo aprende alguns comportamentos com o cão mais velho?
    Adoção

    Dois cães em casa: o cachorro mais novo aprende alguns comportamentos com o cão mais velho?

    A chegada de um novo cachorro é motivo de muita alegria e, ao mesmo tempo, de observar o comportamento dos animais que já moram na casa. Adotar cachorro filhote é sempre uma experiência inusitada, pois os pequenos não têm vícios de comportamento e são quase uma “caixinha de surpresas”: nunca sabemos qual postura ele vai assumir conforme for crescendo. É comum, porém, que o recém-chegado comece a imitar o cão que já mora no local. Afinal, esse novo membro precisa entender que ali, naquela família, existem regras. O veterano da casa já sabe disso e pode auxiliar o novo filhote a se comportar do jeito que a família deseja.

    Papiloma canino: desvendamos as causas, cuidados e tratamentos da verruga em cachorro
    Saúde

    Papiloma canino: desvendamos as causas, cuidados e tratamentos da verruga em cachorro

    O papiloma canino, também conhecido como papilomatose, é uma doença bem comum quando se trata da saúde dos cãezinhos. No entanto, poucas pessoas têm algum conhecimento, de fato, sobre esse tipo de verruga em cachorro. A doença cutânea evolui rápido e isso pode assustar os tutores despreparados. O papilomavírus canino tem relação com a imunidade do cachorro.

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Ver Todas >

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida

    O lado brincalhão dos cães permanece em todas as fases da vida. É por isso que os brinquedos para cachorro são super importantes para oferecer mais qualidade de vida ao pet. Mas é importante escolher o ideal para cada cãozinho: assim como existem brinquedos indicados para cada personalidade canina, a idade também influencia na decisão. Os brinquedos para cachorro filhote devem ser adequados para ajudar na dentição e no desenvolvimento do animal. 

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!
    Comportamento animal

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!

    Ao contrário do que muitos podem pensar, os gatos são animais que podem, sim, ser amáveis e carinhosos com os seus donos - eles só têm um jeitinho bastante próprio de demonstrar isso. O que acontece é que, diferente dos cães, os felinos são mais reservados e menos expansivos nessas demonstrações de afeto, mas quando é hora de receber carinho, eles gostam (e às vezes até procuram por isso). O problema é que não são todos os lugares do corpo do animal que são indicados para as carícias.

    5 coisas que o Border Collie é capaz de fazer por causa da sua inteligência
    Comportamento animal

    5 coisas que o Border Collie é capaz de fazer por causa da sua inteligência

    Pensa em um cãozinho esperto: esse é o Border Collie. Não é à toa que essa raça de cachorro é considerada a mais inteligente do mundo, de acordo com o ranking de inteligência canina elaborado pelo famoso psicólogo Stanley Coren. Mas o que diferencia o cachorro Border Collie das demais raças que existem? Como a inteligência desse doguinho se sobressai e o que ela permite que esses cães façam? 

    Ver Todas >