Se você está passando pela situação de “meu gato não engorda”, saiba que isso é comum, mas não deve ser ignorado. Assim como o gato emagrecendo repentinamente, pode significar algum problema maior por trás. O fato do pet estar muito magro e não ganhar peso de jeito nenhum pode estar relacionado a alguma doença. No entanto, a escolha da ração de gato e a quantidade que é oferecida também pode influenciar. Por isso, é importante entender o que está atrapalhando o ganho de peso. O Patas da Casa reuniu as principais informações para te ajudar a entender o caso do seu felino. Veja a seguir!

Que tipo de comida seu gato mais gosta? Ração, sachê ou a sua?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

“Meu gato come e não engorda”: nem sempre a causa é uma doença

Um gato que come muito e não engorda nem sempre significa que esteja doente. Uma das causas mais simples para essa questão pode ser pelo fato do animal ser muito energético e não receber a ração adequada para o nível de energia. No caso de gatos que brincam, saltam, correm muito e acabam dormindo pouco - a dica é aumentar a quantidade de ração oferecida e observar se o felino engorda. Escolher um alimento mais nutritivo para ver o bichano recupera o peso também pode ser uma boa solução. É bom checar também se o alimento é próprio para a idade dele - rações de filhotes e adultos têm diferenças nutricionais. 

Estresse pode atrapalhar o ganho de peso do gato

“Meu gato come e não engorda” pode ter relação com alterações na rotina, como mudança de casa, chegada de um novo animal na casa ou morte de alguém da família. Essas situações podem deixar o gato estressado, ocasionando a perda de apetite e até dificuldade do organismo em metabolizar os nutrientes da ração. Nesse caso, é importante identificar a causa do estresse e buscar o auxílio de um veterinário ou comportamentalista felino para tratar a condição psicológica.

Trocar a ração do gato de forma repentina também pode deixá-lo estressado e dificultar o ganho de peso. As mudanças de alimentação devem ser feitas de forma gradual para que o felino se adapte aos poucos. Mesmo que você não veja o gato com diarreia e vomitando, o organismo pode estar estranhando a mudança brusca da alimentação.

“Meu gato come e não engorda": é importante checar se a ração é adequada para o seu pet

“Meu gato come muito, mas não engorda”: quais doenças podem comprometer o ganho de peso do pet?

A dúvida “por que meu gato não engorda” é muito comum nos consultórios veterinários. O médico vai descartar as questões mencionadas anteriormente para, então, investigar se alguma doença está causando o problema. Se a causa do gato não engordar estiver associada a algum problema de saúde, outros sinais podem ser observados, como:

Ao levar o pet ao veterinário, é importante falar com o profissional todos os sintomas que você observou no pet. Desta forma, o profissional vai conseguir fazer um diagnóstico preciso com mais facilidade. Existem várias doenças que podem levar um gato a comer e não engordar junto com outros sinais associados. As mais comuns são:

  • diabetes
  • hipertireoidismo
  • insuficiência renal
  • infecções
  • tumores

Meu gato é castrado e não engorda, devo me preocupar?

Se seu gato é castrado e não engorda, não precisa se preocupar. O ganho de peso após a castração do gato é ocasional e não uma regra. Nem todos os gatos castrados ganham peso após o procedimento. O que acontece é que os gatos passam a ter menos energia por conta das alterações hormonais decorrentes da cirurgia de castração. Por conta disso, eles podem engordar com o tempo. O recomendado é passar a oferecer uma ração para gatos castrados: o alimento tem uma composição menos calórica.