Cuidados

Lei de maus-tratos a animais: entenda o que muda com a nova legislação e como proteger cães e gatos

A  lei de maus-tratos a animais serve para proteger os nossos amigos de quatro patas. Saiba mais!
A lei de maus-tratos a animais serve para proteger os nossos amigos de quatro patas. Saiba mais!

Cachorros e gatos são os melhores companheiros de quatro patas que alguém poderia ter, mas infelizmente não é todo mundo que pensa desta forma. O número de animais abandonados é enorme, e todo bichinho que não tem um lar fica muito mais vulnerável a situações difíceis, como fome e maus-tratos. E infelizmente isso é muito mais comum do que a gente pensa.

Para garantir que nenhum animal de estimação seja maltratado, foi criada, em 1998, a lei de contra maus-tratos aos animais, transformando qualquer agressão a cães e gatos um crime previsto no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605. No entanto, nos últimos anos algumas alterações foram feitas dentro dessa legislação, e é importante entender o que mudou e, principalmente, como denunciar maus-tratos a cachorro e gato. A seguir, te contamos tudo que você precisa saber sobre o assunto!

Lei contra maus-tratos a cães e gatos se torna mais rigorosa e com punições mais severas para agressores

Foi sancionada recentemente uma nova lei contra maus-tratos aos animais, que aumenta a punição para os agressores de cães e gatos, que são as principais vítimas deste tipo de crime ambiental. Hoje, a pena prevista é de três meses a um ano de reclusão, além de multa para quem se enquadrar na situação. Com a nova proposta aprovada, isso fica mais rigoroso: a pena de reclusão aumenta para dois a cinco anos, e o agressor ainda precisará arcar com uma multa e proibição de guarda do animal.

Na prática, isso significa que os condenados por esse tipo de crime deixam de ser considerados com “pouco potencial ofensivo”, e passam a se enquadrar em um quadro mais sério. Normalmente, crimes com penas de até dois anos são convertidos em penas alternativas (como prestação de serviço) e raramente são presos. Mas com o novo projeto de lei de maus-tratos aos animais, os agressores não vão sair impunes.

De toda forma, lembre-se: as leis de contra maus tratos só funcionam se houver uma denúncia - seja ela anônima ou não. Só assim as autoridades poderão dar início a uma investigação e, consequentemente, condenar os responsáveis pelo crime.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Cães e gatos são protegidos pela legislação contra situações de maus-tratos
    Cães e gatos são protegidos pela legislação contra situações de maus-tratos

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Saiba como denunciar maus-tratos a cachorro e gato!

    Existem diversas formas para denunciar um crime de maus-tratos a cães e gatos. Veja algumas dicas:

    • O primeiro passo é definir qual órgão você vai entrar em contato para fazer a denúncia. Os locais recomendados são: delegacias comuns ou especializadas em meio ambiente e animais, Ministério Público ou no próprio Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

    1) Delegacia: Essa é sempre a primeira opção que passa pela nossa cabeça, e é uma opção muito válida. Quem for denunciar deve fazer um boletim de ocorrência (B.O) apresentando todos os fatos possíveis, sem se esquecer de nenhum detalhe. Provas também podem ser bastante úteis nesse momento, como fotos e vídeos. O problema é que, em alguns casos, o policial pode tentar recusar o seu pedido, mas é importante não se ater: caso ele tenha este tipo de atitude, ele próprio estará infringindo uma lei prevista no art. 319 do Código Penal. Se for necessário, leve uma cópia da lei de maus-tratos aos animais.

    2) Ministério Público: Para quem quer agilizar ainda mais o processo de denúncia, essa é a melhor alternativa. Assim como nas delegacias, o denunciante deve relatar com precisão o que ocorreu, com local, data e nome do agressor, se possível. Se tiver evidências, melhor ainda. Fotos, vídeos, outras testemunhas: tudo que for relevante deve ser apresentado no momento da denúncia.

    3) Ibama: Nesse caso, as denúncias podem ser feitas gratuitamente pelo telefone 0800 61 8080 (gratuitamente) ou pelo e-mail [email protected] O órgão será responsável por encaminhar o relato para a delegacia mais próxima do local da agressão.

    Redação: Juliana Melo

     

    Calo no cotovelo de cachorro: veterinária ensina como cuidar da hiperqueratose canina

    Próxima matéria

    Calo no cotovelo de cachorro: veterinária ensina como cuidar da hiperqueratose canina

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

    A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

    Cães e gatos pretos: por que eles são mais rejeitados na hora da adoção?
    Histórias reais

    Cães e gatos pretos: por que eles são mais rejeitados na hora da adoção?

    Na hora de adotar um pet, muita gente nem imagina a dificuldade que é conseguir arranjar uma família para os bichinhos de pelagem mais escura. Seja um gato preto filho ou um cachorro preto grande: eles raramente são escolhidos pelos adotantes. Mas por que isso acontece, afinal? Pesquisas feitas pela ASPCA, American Society for the Prevention of Cruelty to Animals, revelam pelo menos dois motivos para que os animais de cor preta sejam mais rejeitados na hora da adoção: a Síndrome do Grande Cachorro Preto e a ideia de que o gato preto está ligado a superstições.

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)
    Adoção

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)

    O vira-lata é o cachorro mais querido e presente nos lares brasileiros. E não é pra menos, né? Esperto, brincalhão e cheio de amor para dar, ele é um ótimo candidato a transformar a sua casa em um lugar mais divertido e, de quebra, ser um companheiro para todas as horas. Oficialmente chamado de sem raça definida (SRD), o cachorro vira-lata não tem uma origem clara e possui características que o tornam único. O cãozinho SRD desperta muitas dúvidas entre os tutores: quanto tempo vive um vira-lata? 

    Ver Todas >

    Roupa de gato é útil para aquecer o bichano nos meses mais frios do ano?
    Cuidados dos animais

    Roupa de gato é útil para aquecer o bichano nos meses mais frios do ano?

    Só quem já viu um gato de roupa sabe a fofura que os bichanos exalam quando estão vestindo um casaquinho ou uma blusinha. Mas quando esses acessórios são realmente necessários? Ao contrário dos cachorros, que são acostumados a usar essas roupinhas com mais frequência, a maioria dos gatos não se adapta muito bem às vestimentas. Contudo, conforme as temperaturas vão caindo, vários tutores cogitam a possibilidade de comprar uma roupa de frio para gato. Será que essa é uma boa ideia para cuidar dos felinos no inverno?

    Qual a melhor pasta de dente para cachorro? Veterinária tira todas as dúvidas sobre o uso do produto
    Cuidados dos animais

    Qual a melhor pasta de dente para cachorro? Veterinária tira todas as dúvidas sobre o uso do produto

    Escovar os dentes do cachorro faz parte dos cuidados essenciais com os nossos bichinhos. Essa é a melhor forma de prevenir alguns problemas bucais e, para isso, duas ferramentas são indispensáveis: a escova de dente e a pasta de dente para cachorro. Juntas, elas são capazes de preservar a saúde bucal e afastar situações indesejáveis, como o tártaro. Mas o que levar em consideração na hora de escolher o creme dental para cachorro? Qual é o melhor tipo de produto?

    Como cuidar de ferida na pata do gato?
    Cuidados dos animais

    Como cuidar de ferida na pata do gato?

    Os felinos possuem um  instinto caçador aflorado  e, por conta disso, são muito curiosos e exploradores. Isso faz com que eles corram um certo risco em algumas situações e possam ter problemas na região das patinhas que podem causar um machucado em gato. No entanto, é comum que muitos tutores não saibam como agir ao identificar uma ferida na pata do gato doméstico. Para te ajudar com isso, o  Patas da Casa  reuniu informações sobre como cuidar do gato com ferida na pata. Dá só uma olhada!

    Como identificar e como cuidar de um gato surdo?
    Cuidados dos animais

    Como identificar e como cuidar de um gato surdo?

    A audição é fundamental no universo animal, mas nem sempre é fácil identificar um gato surdo, mesmo convivendo com o bichano todos os dias. Os felinos têm uma grande facilidade de adaptação e costumam compensar a falta de audição com os outros sentidos, então a surdez às vezes acaba passando despercebida. Com uma observação mais atenta ao comportamento do gato, porém, já é possível levantar suspeitas. 

    Ver Todas >