Castração

Incontinência urinária em cadelas que já foram castradas: entenda o problema de saúde!

Cadela castrada pode sofrer com incontinência urinária
Cadela castrada pode sofrer com incontinência urinária

Não é mistério que a castração de cachorro é um dos procedimentos cirúrgicos mais importantes na vida de um cão, não apenas como uma forma de prevenir a gravidez indesejada, mas também por uma questão de saúde. No entanto, além das mudanças comportamentais que podem ser observadas nos animais castrados, a cadela castrada também pode acabar desenvolvendo um outro probleminha após a cirurgia, que é a incontinência urinária em cães. Para entender melhor sobre este quadro, entrevistamos o médico veterinário Igor Borba, de Belo Horizonte. Veja a seguir o que ele contou pra gente!

O que é a incontinência urinária em cachorro?

De acordo com o profissional, a incontinência urinária é a incapacidade fisiológica do organismo de eliminar urina por meio de micção voluntária. Na prática, isso quer dizer que o cachorro perde o controle sobre a própria bexiga e não consegue fazer xixi de forma “consciente”, podendo urinar em momentos inoportunos e fora do seu banheiro. “A micção é o ato de contração da parede da bexiga onde o animal tem consciência de quando a urina está saindo da bexiga até ser eliminada. No momento que o animal perde os seus receptores nervosos da parede da bexiga ou ocorre incapacidade de controle da saída da urina pela uretra, pode ocorrer a micção involuntária”, explica.

Incontinência urinária em cadelas castradas: por que isso acontece?

A cachorra castrada pode sofrer com este tipo de problema, mas, segundo Igor, os motivos para isso ainda não foram completamente esclarecidos. Contudo, é possível tirar algumas conclusões, conforme ele sugere: “Pode ser por causa de um somatório de eventos hormonais e neurológicos que culminam na manifestação da incontinência urinária em cadelas castradas”. De acordo com o médico veterinário, uma das principais alterações hormonais que podem ser observadas depois da castração é o diminuição na pressão de fechamento da uretra devido a baixa do hormônio estrogênio causada pela cirurgia. Já as alterações neurológicas podem ser definidas como possíveis traumas durante o procedimento cirúrgico que, por sua vez, desencadeiam a incontinência urinária em cachorro.

“A diferença entre esse quadro e uma incontinência urinária 'comum' é que ele pode ocorrer em torno de um a três anos após a cirurgia, normalmente em cadelas de porte grande e idade avançada, porém pode ocorrer também em cadelas mais novas. Já a incontinência urinária não associada a procedimentos cirúrgicos normalmente acontece na senilidade, que pode estar acompanhada de outros fatores como infecção do sistema urinário ou reprodutor e neoplasias”, destaca.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A incontinência urinária em cães faz com que o cachorro perca o controle do xixi
    A incontinência urinária em cães faz com que o cachorro perca o controle do xixi

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro com incontinência urinária: veja como identificar o problema

    É fácil de perceber quando a cadela castrada desenvolve incontinência urinária, pois ela começa a fazer xixi pela casa com frequência (mesmo que ela tenha sido treinada para fazer suas necessidades em um lugar específico). No entanto, isso não acontece de maneira totalmente aleatória: “Normalmente as cadelas com incontinência urinária pós-castração conseguem manter a bexiga repleta de urina e urinar com consciência no horário e local desejado por elas, porém em momentos que estão relaxadas ou em decúbito lateral (deitadas de lado) ocorre a incontinência urinária, particularmente à noite nos momentos que estiver dormindo”. Devido a isso, muitas pessoas também acabam se referindo a este quadro como uma incontinência urinária noturna em cães, já que as incidências são maiores nesse período.

    Algumas raças são predispostas à incontinência urinária em cadelas

    Uma série de fatores podem influenciar no desenvolvimento da incontinência urinária em cadelas castradas, como raça, porte, idade, entre outros. “O problema tem uma prevalência de cerca de 20%, segundo estudos da área, em animais de porte grande, principalmente nas raças Rottweiler, Labrador e Pitbull”. A idade da fêmea quando é castrada também influencia o quadro, pois animais que passam pela cirurgia depois dos sete anos de idade são mais propensos a ter incontinência urinária. 

    Incontinência urinária em cães: como tratar o problema?

    Se você tem uma cadela que foi castrada recentemente e um tempinho depois percebeu que ela começou a apresentar incontinência urinária, é necessário procurar a ajuda de um médico veterinário. Só ele poderá diagnosticar corretamente o quadro da sua cachorrinha e, então, recomendar o tratamento mais indicado. Segundo Igor, é possível tratar a incontinência urinária em cães com fármacos e outros medicamentos, mas é imprescindível que haja sempre a orientação de um profissional qualificado para isso. “O tempo de tratamento também deve ser definido pelo médico veterinário do animal”.

    Saiba como prevenir a incontinência urinária em cães!

    Existem diversos motivos para incontinência urinária ocorrer, mas no caso de cadelas castradas algumas medidas preventivas podem ajudar bastante a afastar o problema. “A incontinência urinária pode ser prevenida se a cirurgia de castração for realizada em cadelas jovens, tendo uma maior chance de regulação hormonal após castração. Vale destacar também que, além de ajudar a evitar a incontinência urinária, a castração precoce ajuda a prevenir neoplasias mamárias e infecção no trato reprodutivo”, orienta Igor.

    Redação: Juliana Melo

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Próxima matéria

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Anemia em cachorro: entenda mais sobre o problema de saúde
    Saúde

    Anemia em cachorro: entenda mais sobre o problema de saúde

    Ver um cachorro desanimado e sem aquele pique habitual é uma situação que pode ser bastante preocupante. Embora alguns tutores possam confundir esses sinais com uma preguicinha boba do cão, muitas vezes essa apatia é um indicativo da anemia em cachorro. Esse problema é bastante comum, mas deve ser tratado com cuidado para evitar complicações na saúde do seu pet. Para te ajudar a saber como identificar um cachorro com anemia e entender as causas dessa doença e como curar a anemia de cachorro, o Patas da Casa entrevistou a médica veterinária Anna Carolina Tinti, do hospital VET Popular . Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto a seguir!

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Raças

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    A raça de cachorro Schnauzer é conhecida pela cabeça em formato quadrado e o bigode característico. Ele é um dos cachorros mais queridos no Brasil e seu temperamento dócil e brincalhão contribui muito para isso. Mas muitas pessoas não conhecem a fundo as principais características do Schnauzer. Por exemplo, você sabia que existem três tamanhos dessa raça? Se você já ama esse cãozinho e está pensando em adotar um Schnauzer, é importante saber o máximo possível sobre a raça antes de tomar a decisão. O Patas da Casa te conta tudo o que você precisa saber sobre a origem do Schnauzer, suas características físicas, temperamento, saúde e até os valores caso você queira comprar um. Confira tudo!

    Gato vomitando ração? Entenda os problemas que o vômito pode indicar
    Vômito

    Gato vomitando ração? Entenda os problemas que o vômito pode indicar

    Desde um simples estresse até doenças gastrointestinais: muitos motivos podem estar por trás do vômito em gatos. No caso do gato vomitando ração, o problema se manifesta um tempo depois do animal se alimentar: geralmente ele coloca para fora uma massa de ração com coloração marrom ou pedacinhos do alimento mastigados. Isso ocorre quando o sistema digestivo não consegue processar a ração de forma adequada - metabolismo lento e intolerância alimentar também podem ser algumas causas desse tipo de vômito. Para entender melhor o problema, conversamos com a Luciana Capirazzo, que é especialista em felinos do Grupo Vet Popular.

    Raio X Pug: os problemas de saúde mais comuns que a raça pode ter
    Raças

    Raio X Pug: os problemas de saúde mais comuns que a raça pode ter

    Como tudo o que foge do normal nas redes sociais, há pouco tempo a imagem da ressonância magnética de um Pug viralizou no Twitter. Por causa da estrutura braquicefálica do rosto do animal, a imagem parecia diferente do esperado e surpreendeu muita gente. Mas não é só nos exames de imagem que os animais dessa raça são “diferentes”: o cachorro Pug tem tendência a uma série de problemas de saúde por conta de sua estrutura corporal. Se você tem um desses cãezinhos, deve ficar atento às diferentes formas de prevenir cada um deles, por isso, nós juntamos aqui embaixo os problemas de saúde mais comuns para os animais da raça Pug.

    Ver Todas >

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Saúde animal

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia
    Saúde animal

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

    O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. 

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?
    Saúde animal

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?

    A obesidade em gatos é um problema que precisa de atenção. Geralmente, o quadro não está relacionado à predisposição genética, mas alguns fatores contribuem para o aumento de peso nos felinos. A falta de exercícios físicos e uma alimentação inadequada, por exemplo, são hábitos que podem levar à obesidade. Então se o seu gatinho é muito preguiçoso ou não tem acesso a todos os nutrientes que precisa, é bem provável que ele se torne um gato obeso. 

    Ver Todas >