Vômito

Gato vomitando ração? Entenda os problemas que o vômito pode indicar

Um gato vomitando é motivo para ficar atento com a saúde do animal, já que diversas causas podem estar por trás do sintoma
Um gato vomitando é motivo para ficar atento com a saúde do animal, já que diversas causas podem estar por trás do sintoma

Desde um simples estresse até doenças gastrointestinais: muitos motivos podem estar por trás do vômito em gatos. No caso do gato vomitando ração, o problema se manifesta um tempo depois do animal se alimentar: geralmente ele coloca para fora uma massa de ração com coloração marrom ou pedacinhos do alimento mastigados. Isso ocorre quando o sistema digestivo não consegue processar a ração de forma adequada - metabolismo lento e intolerância alimentar também podem ser algumas causas desse tipo de vômito. Para entender melhor o problema, conversamos com a Luciana Capirazzo, que é especialista em felinos do Grupo Vet Popular.

“Meu gato está vomitando ração”: quando o vômito é motivo de preocupação?

Se o gato vomita ração apenas vez ou outra, não há motivos para muita preocupação. Episódios isolados podem acontecer e não significar nada demais, mas é sempre bom ficar atento. Nesse caso, o bichano pode ter comido rápido demais ou é possível que ele esteja apenas regurgitando (quando esôfago “expulsa” o alimento, que poderá ser processado novamente), e não necessariamente colocando a ração para fora.

Entretanto, um gato vomitando frequentemente após se alimentar é motivo de preocupação, sim. Nesses casos, é imprescindível marcar uma consulta com um veterinário, pois pode indicar desde uma intolerância alimentar até doenças renais ou hormonais, e o tratamento deve ser iniciado o quanto antes. “Dependendo da avaliação clínica, exames de imagem e de sangue serão solicitados e podemos chegar a um diagnóstico rápido, solucionando a causa desses vômitos”, destaca a profissional.

7 problemas relacionados com o gato vomitando ração

• Doenças gastrointestinais

• Ingestão de corpo estranho

• Intolerância alimentar

• Pancreatite

• Doenças hormonais

• Doença renal 

• Estresse

Antes de se desesperar e tentar procurar na internet um remédio caseiro para gato com vômito, o ideal é sempre consultar um médico veterinário para entender o que pode estar acontecendo com seu amigo felino.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    O gato vomitando ração pode ter relação com doenças gastrointestinais, intolerância alimentar, pancreatite, problemas renais e até estresse
    O gato vomitando ração pode ter relação com doenças gastrointestinais, intolerância alimentar, pancreatite, problemas renais e até estresse
    Gato vomitando ração: o aspecto do vômito é de uma massa de ração ou grãos mastigados
    Gato vomitando ração: o aspecto do vômito é de uma massa de ração ou grãos mastigados
    O gato vomitando ração pode ter relação com doenças gastrointestinais, intolerância alimentar, pancreatite, problemas renais e até estresse
    Gato vomitando ração: o aspecto do vômito é de uma massa de ração ou grãos mastigados

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Vômito em gatos pode ser intolerância alimentar

    Uma possível explicação para o vômito de gato é que ele pode estar com alguma alergia ou intolerância a determinados componentes do alimento oferecido. O consumo de rações que contenham substâncias que provocam essa alergia, por sua vez, podem desencadear problemas gastrointestinais, resultando em vômitos. Nesse caso, a troca da ração pode ser necessária. “Já existem no mercado rações específicas - como as rações hipoalergênicas ou intestinais - que nos auxiliam no tratamento desses gatos”, acrescenta.

    Troca de ração também pode desencadear vômito de gato; saiba como fazer essa transição

    De acordo com a veterinária, não se deve em hipótese nenhuma substituir integralmente ou repentinamente a ração do gato por uma nova, pois a troca da ração não envolve apenas a marca, mas também o tipo de proteína que compõe o alimento. “Esse processo deve ser feito lento e gradualmente, começando pela substituição de um percentual muito baixo da alimentação tradicional pela nova ração e, progressivamente, ir aumentando este percentual até que a nova ração seja 100% da dieta diária”, explica. A transição pode durar até 10 dias. Veja o passo a passo da transição indicado pela veterinária:

    • No 1º e 2ª dia: adicionar 10% do novo alimento, e completar com 90% da ração anterior;

    • No 3º e 4º dia: aumentar para 25% a quantidade do novo alimento e completar com 75% da ração anterior;

    • No 5º, 6º e 7º dia: misturar proporções iguais, oferecendo 50% de cada ração;

    • No 8º e 9º dia: oferecer 75% da nova ração e apenas 25% da ração anterior;

    • A partir do 10º dia: disponibilizar 100% da nova ração.

    Calor pode provocar vômito em gatos?

    Apesar das diversas causas para um gato vomitando, a veterinária garante que o calor não deve ser considerado um dos responsáveis por isso. A temperatura muito quente, porém, pode sim provocar alterações no apetite do felino, já que ele sente menos fome (ou prefere comer à noite, quando a temperatura está mais amena. “Por isso, a avaliação do médico veterinário é importantíssima para que a causa seja descoberta com rapidez e o tratamento seja iniciado”, ressalta a médica.

    Redação: Juliana Melo

     

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Próxima matéria

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Gato obeso: quando o aumento de peso indica um problema mais sério?
    Saúde

    Gato obeso: quando o aumento de peso indica um problema mais sério?

    Os felinos já são animais considerados muito fofinhos. Se eles estão mais gordinhos, então, não há quem resista àquele charme. Mas, um gato obeso pode apresentar sérios problemas de saúde. Afinal, não é de sua natureza (e do biotipo) que estejam acima do peso. Até mesmo os gatos gigantes devem ter um peso compatível com seu tamanho para se manter saudável. Quer entender melhor os riscos que gatos obesos sofrem? Nós conversamos com a veterinária Madelon Chicre: ela explicou todos os problemas que podem vir com a obesidade e o que fazer caso o seu gatinho esteja com excesso de peso. Chega mais!

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Cachorro vomitando ração? Descubra o que o problema indica e o que fazer
    Vômito

    Cachorro vomitando ração? Descubra o que o problema indica e o que fazer

    Assim como outros sintomas gerais (a febre, por exemplo), o vômito de cachorro pode ter apenas uma indigestão simples ou uma doença mais séria. Cada tipo de vômito costuma apontar para uma causa diferente e, um deles, é o cachorro vomitando ração: ele costuma ter uma coloração marrom, com pedaços da ração mastigada ou com o bolo de massa que se forma no trato digestivo do animal. Para te ajudar a entender o que causa esse tipo de vômito e o que ele pode significar, nós conversamos com o veterinário Rafael Machado, clínico geral no hospital Vet Popular.

    Ver Todas >

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Saúde animal

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia
    Saúde animal

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

    O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. 

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?
    Saúde animal

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?

    A obesidade em gatos é um problema que precisa de atenção. Geralmente, o quadro não está relacionado à predisposição genética, mas alguns fatores contribuem para o aumento de peso nos felinos. A falta de exercícios físicos e uma alimentação inadequada, por exemplo, são hábitos que podem levar à obesidade. Então se o seu gatinho é muito preguiçoso ou não tem acesso a todos os nutrientes que precisa, é bem provável que ele se torne um gato obeso. 

    Ver Todas >