close
Saúde

FIV e FeLV: sintomas, diagnóstico, tratamentos... Um guia completo sobre cuidados para gatos positivos

Atualizado · 06 de dezembro de 2021 · 11h29

Publicado · 01/07/2019 · 16h43

Saiba sobre FiV e FelV, doenças que atingem os gatos
Saiba sobre FiV e FelV, doenças que atingem os gatos

Um dos principais medos de quem tem um animal de estimação em casa é, sem dúvidas, a possibilidade de eles adoecerem e o quão complicado o tratamento pode ser. Para os donos de gato, a FIV (Imunodeficiência Felina) - também conhecida como a AIDS felina - e a FeLV (Leucemia Felina) são especialmente preocupantes, já que trazem consequências graves e podem ser, até mesmo, fatais. Para te ajudar a entender mais sobre os sintomas, cuidados e tratamentos de cada uma delas para os gatos que foram infectados, nós conversamos com a médica veterinária Gabriela Teixeira e ela explicou tudinho aqui embaixo!

Patas da Casa: Como funciona a transmissão de FIV (AIDS felina) entre os gatos?

Gabriela Teixeira: A FIV é mais comum em gatos machos com acesso à rua. Costumamos chamá-la de doença dos gatos que brigam. O vírus se espalha através da saliva e é geralmente passado para outros por feridas de mordida.

PC: Quais são os principais sintomas da FIV (AIDS felina)?

GT: Os gatos com FIV podem demorar meses ou anos até apresentarem sintomas. Por isso, muitos podem viver vidas longas e saudáveis. Alguns recém-infectados podem apresentar sintomas leves como febre ou falta de apetite, mas a maioria dos tutores não consegue perceber por durar poucos dias. Quando a infecção se torna ativa, o gato apresenta sinais de doença e enfraquecimento do sistema imunológico, deixando-o em risco de desenvolver infecções diferentes. Por isso, é difícil dizer com precisão quais sintomas o animal irá apresentar. É uma doença muito diversa. A maioria dos gatos apresenta perda de peso, anemia, apatia, estomatites, problemas respiratórios e anorexia. Esses sintomas são comuns a várias doenças. No estágio final, insuficiência renal, linfomas e criptococose são comuns.

PC: Como funciona a transmissão da FeLV (Leucemia felina) entre os gatos?

GT: A Felv costumamos chamar de doença do gato amigo, pois é comumente transmitida entre animais que vivem juntos. A transmissão é feita principalmente através da saliva, através da lambedura de um felino em outro ou quando as tigelas de comida e água são compartilhadas.

PC: Quais são os principais sintomas da FeLV (Leucemia felina)?

GT: É necessário ressaltar que não existem sintomas muito característicos de FIV ou Felv. São doenças muito diversas e que podem se apresentar de diferentes maneiras. Assim como na Felv, a maioria dos gatos apresenta perda de peso, anemia, apatia, estomatites, problemas respiratórios e anorexia, sintomas comuns a várias doenças. Quando está exposto pela primeira vez ao FeLV, um gato pode não apresentar sinais de doença. Alguns gatos conseguem eliminar o vírus completamente de seu corpo e outros são capazes de controlar a infecção, prevenindo doenças. Em alguns gatos, a infecção se torna ativa no corpo e eles desenvolvem problemas graves e até mesmo fatais, como disfunções hematológicas e linfomas.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    FiV e FelV não são doenças incapacitantes, mas precisam de cuidados específicos
    FiV e FelV não são doenças incapacitantes, mas precisam de cuidados específicos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    PC: Existe alguma forma de prevenção para a FIV (AIDS felina) e a FeLV (Leucemia Felina)?

    GT: No Brasil, está disponível a vacina contra Felv, mas não contra FIV. Para realizar a vacinação, é necessário fazer um teste rápido no próprio consultório veterinário para nos certificarmos que o animal não possui o vírus, de modo a não aumentar a carga viral do animal. Contudo, é essencial que não tenhamos mais a mentalidade de que gatos precisam passear. Felinos saudáveis e felizes não precisam e não devem ter acesso a rua. A adoção responsável envolve telas para impedir a saída e brincadeiras em casa. E se formos adotar um novo animal, é necessário testá-lo antes de se juntar aos outros para manter a saúde de todos.

    PC: Como acontecem os exames feitos para detectar FIV e FeLV?

    GT: O teste rápido é o que mais fazemos na rotina clínica. Ele detecta os anticorpos contra FIV e os antígenos contra Felv. É necessária apenas uma pequena amostra de sangue para obtermos o resultado em 10 minutos no próprio consultório, sem a necessidade de mandar para laboratórios. Ele tem boa precisão e sensibilidade. Mas a confirmação também pode ser feita com PCR.

    C: Como funciona o tratamento para FIV e FeLV? Existe cura definitiva para essas doenças?

    GT: Não há tratamento certo nem cura definitiva para nenhuma das duas doenças. Os gatos infectados devem ser levados ao veterinário para consultas regulares para sabermos como está lidando com a doença, pois isso ajudará o gato a viver o máximo de tempo possível com boa saúde. É importante ressaltar que o estresse pode desempenhar um papel importante no desencadeamento da reativação do vírus em animais que estão saudáveis, mesmo com a doença.

    Redação: Ariel Cristina Borges e Maria Luísa Pimenta

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Próxima matéria

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Weimaraner: veja um guia completo sobre a raça de cachorro
    Raças

    Weimaraner: veja um guia completo sobre a raça de cachorro

    O Weimaraner é um cão de grande porte que conquista a todos com sua simpatia e beleza inconfundível. Essa raça de cachorro possui uma obediência fora do comum e exibe todos os atributos para conquistar a todos da família humana. Criado para ser um cão de caça perfeito, o cachorro Weimaraner possui uma condição física energética que demanda uma rotina de exercícios físicos. Ficou curioso para saber mais sobre esse doguinho? Dá só uma olhada no guia que o Patas da Casa preparou!

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça
    Pequenos

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça

    Os cães do grupo Terrier fazem sucesso por onde passam, e com o Fox Terrier não é diferente. Ele representa perfeitamente as raças de cachorro desse grupo: é animado, ativo, cheio de energia, habilidoso e, claro, incrivelmente fofo. Muitas pessoas chegam a confundi-lo com o Fox Paulistinha, uma raça de Terrier originária do Brasil que descende do cruzamento do Fox Terrier com outros cães. No entanto, esses dois doguinhos são bem diferentes entre si, especialmente no que diz respeito à pelagem e traços físicos.

    Jack Russell Terrier: um guia completo sobre a raça de cachorro pequeno
    Raças

    Jack Russell Terrier: um guia completo sobre a raça de cachorro pequeno

    O Jack Russell Terrier é um cachorro de pequeno porte que leva alegria por onde passa. Essa raça de cachorro é muito amável, encantadora e de personalidade forte. Apesar do pequeno tamanho, eles são cães muito corajosos e demandam bastante energia de seus tutores. Como grande parte dos cães do grupo Terrier, essa raça é um grande exemplo de cachorro de caça e adora investigar todos os lugares, exibindo seu vigor e vivacidade. 

    Ver Todas >

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?
    Saúde animal

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?

    A sarna em gatos é um dos problemas de pele mais comuns que podem afetar o bichano. Causada por ácaros que ficam na pelagem dos felinos, a doença também pode acometer cachorros e até mesmo humanos. O gato com sarna sofre bastante com coceiras e problemas na pele. Felizmente, existe tratamento de sarna em gatos capaz de eliminar os parasitas e garantir conforto ao peludo. 

    Tosse de cachorro: o que pode ser?
    Saúde animal

    Tosse de cachorro: o que pode ser?

    O cachorro com tosse é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente quando acontece de forma recorrente e não tem um motivo aparente. O sintoma indica algum incômodo no sistema respiratório canino e pode estar associado a diferentes causas que variam desde problemas mais simples, como um engasgo na hora de comer, até algo mais sério, como doenças cardíacas e vermes pulmonares.

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?
    Saúde animal

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?

    O anticoncepcional para gatos é usado por muitos tutores como alternativa à castração. A injeção é vista por muitas pessoas como um método mais barato e menos invasivo de impedir o cio de gata. Mas é comum surgir a dúvida sobre o anticoncepcional para gatos: quando aplicar é recomendado? A verdade é que o anticoncepcional para gatas traz muitos problemas à saúde e nunca é a solução para o cio de gato. O Patas da Casa te explica quais os perigos da injeção anticoncepcional para gatos e porque a castração é a melhor opção. Confira!

    Ver Todas >