Adoção animal

Dia Mundial dos Animais de Rua: 8 coisas que você pode fazer pelos cães e gatos que não têm um lar

Publicado - 05 Abril 2024 - 15h57

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Existem muitas datas para celebrar a vida dos animais e conscientizar a população sobre os cuidados e direitos que todos os bichinhos devem ter. Uma dessas datas é o Dia Mundial dos Animais de Rua, que é direcionada especialmente para gatos e cachorros abandonados da cidade. Para te ajudar a entender melhor sobre a importância desse dia e como contribuir com ele, o Patas da Casa preparou uma matéria especial sobre o assunto. Dá só uma olhada!  

Qual o Dia Mundial dos Animais de Rua?

O Dia Mundial dos Animais de Rua é comemorado no dia 4 de abril. A data foi escolhida por instituições holandesas com o objetivo de ajudar a diminuir o número de cachorros e gatos de rua. Nesse sentido, a adoção de animais abandonados e a castração têm um papel fundamental para alcançar essa diminuição. 

O problema é que, ao mesmo tempo, isso levanta algumas dúvidas sobre o gato ou cachorro solto na rua. De quem é a responsabilidade desses pets, afinal? O manejo de animais de rua é de responsabilidade dos municípios. No entanto, a maioria não possui uma legislação a respeito, de forma que os cuidados com esses animais acabam se voltando para os próprios cidadãos.

Imagem Quiz:Você está preparado para adotar um pet? Faça o teste e descubra!

Você está preparado para adotar um pet? Faça o teste e descubra!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Quer saber o que fazer para ajudar os pets que se encontram nessas condições? Confira a seguir 8 dicas para melhorar um pouquinho a vida dos cães e gatos de rua!

1) Oferecer água limpa e fresca para animais de rua

E isso não precisa acontecer só no Dia Mundial dos Animais de Rua, viu? Sempre que tiver a oportunidade, sirva um pouco de água para cachorros e gatos da sua cidade. Existem alguns estabelecimentos que já deixam um potinho com água bem na frente da loja com essa finalidade. Mas quanto mais água, melhor né?! 

O número de animais abandonados no país é bem alto, e água é uma coisa que não pode faltar na rotina dos bichinhos, principalmente em dias de muito calor. Por isso, pegue aquele pote velho de sorvete, encha de água e coloque na sua rua ou em algum local que você saiba que tenha uma grande concentração de pets abandonados.

2) Disponibilizar um potinho com ração para cães e gatos de rua

Além da bebida, a comida também é muito importante para esses animais. Mas aqui é bom ter um certo cuidado: a ração para cachorro não deve ser a mesma que a ração de gato. O ideal é conhecer muito bem o local onde você vai colocar o potinho de comida para não ter erro. 

Geralmente, os felinos vivem em colônias. É comum que eles se alojem em parques e estão sempre reunidos em grande número. Já os cachorros de rua costumam passear pela cidade, às vezes frequentando os mesmos lugares e criando até uma “rotina”. Sabendo desses detalhes, você pode colocar um potinho de ração específico para a espécie onde achar melhor. Essa é uma forma de contribuir para a conscientização em volta do Dia Mundial dos Animais de Rua!

3) Improvisar uma casinha ou caminha para gatos e cachorros de rua

Montar uma casinha para gatos de rua, ou para cães, pode ser uma tarefa desafiadora, mas que com certeza vale a pena! Afinal, aquele animal não tem noção do que é ter um cantinho só dele, e mesmo que não seja exatamente um “lar”, pelo menos é um espaço onde ele pode deitar e descansar. Você pode fazer montar essa casinha para cachorro ou gato de rua com uma caixa de papelão improvisada, ou até mesmo com um material mais resistente.

Dia Mundial dos Animais de Rua: cachorro peludo sentado ao ar livre
Um cachorro de rua que foi resgatado por uma ong foi o Noel (Créditos: AAANO)

4) Levar o gato ou cachorro de rua para uma consulta veterinária

Os animais de rua ficam expostos a várias doenças e problemas de saúde bem delicados. Por esse motivo, uma atitude que com certeza vai mudar a vida desses doguinhos e gatinhos  é ir ao veterinário fazer um check-up geral. Se puder, comece se aproximando aos poucos daquele gato ou cachorro de rua que você sempre encontra perto de casa.

Depois de conseguir se aproximar, leve-o para uma consulta veterinária. Se ele estiver doente, divulgue o caso na internet e mobilize um grupo para ajudar no tratamento do pet — isso com certeza vai mudar a vida dele para melhor.

5) Procurar clínicas populares para castrar cães e gatos de rua

A castração de cachorro e gato é um cuidado indispensável com a saúde e deve ser ressaltada não apenas no Dia Mundial dos Animais de Rua. Além de evitar a reprodução indesejada desses pets — o que acaba aumentando ainda mais o número de animais abandonados —, a cirurgia também ajuda a prevenir uma série de doenças perigosas, como o câncer de próstata e de mama. Por isso, procure uma clínica popular que realize este serviço.

6) Contatar ongs e abrigos para fazer o resgate de animais abandonados

Existem muitas instituições e abrigos espalhados pelo país que trabalham justamente com o resgate de cães e gatos de rua. Certamente na sua cidade deve ter protetores que fazem isso, e você pode contatá-los, tanto no Dia Mundial dos Animais de Rua, quanto em qualquer outra data para sinalizar algum caso de animal abandonado. Depois do resgate, você pode até apadrinhar o bichinho, ajudando com alguns custos básicos como alimentação e higiene.

Dia Mundial dos Animais de Rua: gato branco e cinza deitado
O Elton é um gato de rua que também foi resgatado (Créditos: AAANO)

7) Encontrar uma família para os animais de rua

O cachorro e gato de rua só vive na rua porque ninguém dá uma chance para ele mudar de vida. Ele ainda não encontrou um lar, nem uma família para chamar de sua. Por isso, uma das melhores maneiras de ajudar esses bichinhos é tentando encontrar um possível dono disposto a abrir as portas de casa — e do coração — para o pet. Divulgar nas redes sociais é uma ótima maneira de conseguir isso!

8) Adotar animais de rua é outra possibilidade

É impossível falar do Dia Mundial dos Animais de Rua sem falar da melhor atitude que uma pessoa pode ter para ajudar pets nessas condições, que é a adoção. Adotar cachorro ou gato de rua é uma forma de garantir que aquele bichinho sempre vai ser bem tratado e bem cuidado por você. 

Mas, ao mesmo tempo, é muito importante ter certeza desta decisão. Adotar requer muita responsabilidade, e você deve ter em mente que ter um bichinho demanda gastos, atenção e muitos cuidados no dia a dia. Em compensação, o gato ou cachorro de rua vai retribuir tudo isso com muito amor e alegria!

O Adota Patas te ajuda a encontrar seu novo pet!

A adoção salva a vida de um bichinho abandonado ou sem lar. Em contrapartida, eles ensinam sobre responsabilidade, cuidado e amor - qualidades que nos tornam pessoas melhores. Não importa com qual espécie você se identifica mais, acredite: sempre terá o pet perfeito te esperando! Além de todo o suporte que você recebe do Patas da Casa para cuidar do seu pet, nós também te ajudamos a encontrar um novo amigo, seja um cachorro ou um gato. 

No Adota Patas, você preenche um formulário indicando exatamente o que busca em um novo pet de acordo com a sua rotina e prioridades (por exemplo, um cachorro que fique bem sozinho por algumas horas e goste de crianças ou um gato que não tem problemas em dividir a casa com outros bichinhos que você já tenha). A partir das suas respostas, a plataforma indica os animais disponíveis nas nossas instituições parceiras que atendem esses requisitos. Clique aqui para conhecer seu novo melhor amigo!

*O Adota Patas atualmente possui parceria com três ONG's em São Paulo. Se você não mora no Estado, fique atento que em breve chegaremos à sua região. 

Adoção

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Cachorro

"Hachiko - Para Sempre": novo filme inspirado na comovente história do leal cachorro japonês chega aos cinemas

Se você é uma daquelas pessoas que amam um bom filme de cachorro, temos uma boa notícia: um novo longa-metragem chegou aos cinemas n...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Adoção

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Cachorro

"Hachiko - Para Sempre": novo filme inspirado na comovente história do leal cachorro japonês chega aos cinemas

Se você é uma daquelas pessoas que amam um bom filme de cachorro, temos uma boa notícia: um novo longa-metragem chegou aos cinemas n...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Ver todas