Alimentação

Cuidado com a ceia: saiba o que seu cachorro pode e não pode comer da mesa de Natal

O que o cachorro pode comer na ceia de natal? Veja a lista!
O que o cachorro pode comer na ceia de natal? Veja a lista!

A ceia de natal é um momento de união e celebração entre toda a família, incluindo os pets da casa. Se você tem um peludo, com certeza já se questionou como tornar esse momento mais agradável para ele também. Afinal, são muitas delícias à disposição que podem deixá-lo louco para tentar roubar um pedacinho ou outro. Mas você sabe o que cachorro pode comer na ceia de natal? Muitos alimentos e preparos dessa época podem ser bem prejudiciais para os animais, podendo causar intoxicação e, em alguns casos, até matar o seu animal. Nesse caso, o cuidado precisa ser redobrado. Para te ajudar, listamos as coisas que o que cachorro não pode comer e o que está liberado durante a ceia de natal. Chega mais!

O que cachorro não pode comer no Natal?

Alguns alimentos que os humanos amam são extremamente perigosos para os animais. Em todo o caso, o melhor é deixar esses preparos em uma altura que os cachorros não alcancem e ter bastante cuidado na hora de servir. Veja algumas comidas proibidas:

  • Cachorro pode comer chocolate?

De jeito nenhum! O chocolate é, sem dúvidas, o pior alimento que o animal pode ingerir. No chocolate há uma substância chamada Teobromina, que pode causar muitos problemas nos peludos, como taquicardia, convulsões, crises alérgicas, aumento da pressão arterial e vômitos. Mantenha todas as sobremesas com chocolate longe do seu cachorro!

  • Rabanadas estão proibidas para o peludo

A rabanada é um alimento gorduroso, feito com leite e pão, e ainda finalizado com açúcar e canela. Apesar de amada pelos humanos, pode causar muitos problemas ao animal, inclusive prejudicar o funcionamento do pâncreas. Alimentos gordurosos, no geral, podem gerar uma inflamação chamada pancreatite.

  • Cachorro pode comer cebola?

A cebola possui um composto chamado tiossulfato, o que torna esse alimento altamente perigoso para os cães. O mesmo vale para os derivados, como a cebolinha. Por isso, jamais ofereça nada que tenha sido preparado com a cebola. Ela pode causar danos em órgãos como o coração e os rins.

  • Panetone e Chocotone só são liberados para humanos

Panetone e chocotone são clássicos das ceias natalinas que devem ficar bem longe dos cães. O primeiro tem uva passa na composição, uma fruta que pode causar problemas renais, e o outro tem chocolate, que como já falamos é bem tóxico para animais. Deixe essas sobremesas longe dos peludos!

  • Cachorro pode comer pão?

Não é bom oferecer pão ao seu peludo, embora isso seja bem comum. Esse alimento é feito com fermento, composto que pode causar problemas intestinais. Além disso, alguns estudos mostram que o consumo de pão pode deixar os pelos do animal mais fracos e ressecados.

  • Bebidas alcoólicas não podem ser oferecidas em nenhuma hipótese

Nunca ofereça bebida alcoólica para o seu cachorro. Além de não ser engraçado ver o animal bêbado, o álcool pode ser muito tóxico para o pet. O organismo do animal não absorve o teor alcoólico da bebida como o nosso, por isso o animal pode ficar intoxicado e até morrer.

  • Ossos da ceia devem ir pro lixo

Nem pense em dar os restos dos ossos da ceia de natal para o seu peludo. Ossos cozidos podem se quebrar com facilidade na hora de serem ingeridos e podem furar o estômago e outros órgãos internos do pet.

Alimentos que o cachorro pode comer no Natal

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Saiba o que cachorro não pode comer na ceia de natal para não prejudicar o seu amigo!
    Saiba o que cachorro não pode comer na ceia de natal para não prejudicar o seu amigo!

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!
    Alimentação animal

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!

    As frutas para cachorro são ótimas opções de petiscos para agradar o seu amigo de quatro patas. Os pets podem sim tirar proveito da ingestão de determinadas frutas que são liberadas e não fazem mal. Mas afinal, cachorro pode comer banana? Quais os benefícios dessa fruta para cachorros? Qual a quantidade correta? Posso fazer um petisco para cachorro com esses alimentos? Veja as respostas para todas essas dúvidas!

    Para não deixar o seu melhor amigo na vontade enquanto vê os humanos comendo várias comidinhas deliciosas, você pode fazer uma ceia especial para ele. Para isso, separamos alguns alimentos que cachorro pode comer nessa época do ano. Mas lembre-se que tudo deve ser oferecido com moderação, principalmente se o seu cachorrinho se alimenta de ração, que já é rica em proteínas, carboidratos e nutrientes essenciais para o pet

    • Cachorro pode comer arroz, mas sem tempero

    Tanto o arroz branco quanto o arroz integral estão liberados para o cachorro. É importante que eles sejam feitos somente na água, sem nenhum tempero ou sal. 

    • Cachorro pode comer carne de porco?

    A carne de porco, que é uma iguaria muito apreciada na ceia de natal, divide opiniões quanto a ser ou não dada ao cachorro. Alguns especialistas dizem que o tender, uma parte do pernil defumada, pode ser oferecido ao cachorrinho, mas sem a gordura e temperos. De toda forma, é muito importante que a carne de porco esteja bem cozida antes de ser oferecida ao animal. 

    • Cachorro pode comer batata, mas sempre cozida

    A batata entra na lista de legumes que o cachorro pode comer com moderação, mas você não deve oferecê-la crua, porque possui um componente chamado solanina que pode intoxicar os cães. Por isso, sempre cozinhe a batata e remova a casca também. Opte pela batata doce, que é um carboidrato mais rico e saudável.

    • Legumes liberados para a ceia do peludo

    Abóbora, abobrinha, beterraba, brócolis, cenoura e quiabo são alguns dos legumes que cachorro pode comer durante a ceia de natal. Com exceção da cenoura, todos os outros devem ser oferecidos cozidos para que o pet não tenha problemas intestinais. 

    • Quer inovar na proteína? Ofereça bacalhau, mas sem sal! 

    O bacalhau sem sal pode ser apreciado pelos peludos, já que é rico em Ômega-3 e faz bem para a pelagem. 

    • Cachorro pode comer alface?

    Os cachorros gostam de alface e não há nenhum problema em oferecer esse tipo de folha ao seu pet. A verdura é rica em Vitamina A e Vitamina C, além de ser um alimento com bastante água. 

    • Cachorro pode comer queijo sem sal 

    Antes de oferecer queijo para o seu pet, é importante você saber a quantidade ideal de acordo com o porte dele. Na hora de escolher um queijo, leve em consideração a quantidade de lactose e se o seu cão tem algum problema relacionado ao consumo de laticínios, como intolerância. Queijos com muita gordura e muito sódio devem ser evitados, mas o queijo cottage, por exemplo, pode ser uma boa opção para o cachorrinho. 

    Cachorro pode comer frutas? Sim, mas com moderação!

    Frutas liberadas para cachorro: ofereça apenas a polpa da cereja, nada de cascas ou sementes
    Frutas liberadas para cachorro: ofereça apenas a polpa da cereja, nada de cascas ou sementes
    Cachorro pode comer frutas como a melancia, que além de refrescante é super nutritiva
    Cachorro pode comer frutas como a melancia, que além de refrescante é super nutritiva
    Frutas liberadas para cachorro: ofereça apenas a polpa da cereja, nada de cascas ou sementes
    Cachorro pode comer frutas como a melancia, que além de refrescante é super nutritiva

    A maioria dos cães ama frutas e você pode oferecer algumas opções como petiscos. Banana, maçã e melancia (as duas últimas sem as sementes) são ótimas opções. Veja outras frutas comuns no natal que cachorro pode comer: 

    • Cachorro pode comer ameixa e cereja? Só a polpa, sem semente

    Os cães podem comer ameixa e cereja, mas só a polpa da fruta. A casca e as sementes precisam ser descartadas. 

    • Cachorro pode comer kiwi para refrescar e ajudar na digestão 

    O kiwi ajuda na digestão dos animais, é rico em Vitamina C, ajuda na prevenção do câncer e ainda é bem refrescante. Você pode oferecer ao seu peludo com as sementes, mas sem a casca, ok?! 

    Frutas que o cachorro não pode comer 

    Se por um lado algumas frutas são fonte de vitaminas e minerais para os cachorros, outras podem desencadear problemas sérios.

    • Uva e uva passa são alimentos que cachorro não pode comer 

    A uva e a uva passa, frutas bem comuns na ceia de natal, são alimentos proibidos para os cães. O consumo delas pode desencadear problemas sérios nos rins. Tenha cuidado!

    • Frutas secas como o damasco e nozes devem ser evitadas

    É bom evitar que o cachorro coma damasco e outras frutas secas durante a ceia. Essa forma dos alimentos pode atrapalhar a digestão do animal e causar prisão de ventre. Já as nozes são muito gordurosas e podem influenciar para que o animal tenha um problema de pancreatite. 

    Em todo caso, sempre ofereça os alimentos liberados em quantidades pequenas e nunca para substituir uma refeição. Converse com seu veterinário de confiança!

    Redação: Júlia Cruz

    Alergia a gato: pesquisadores identificam anticorpos que neutralizam proteína que causa alergias em humanos

    Próxima matéria

    Alergia a gato: pesquisadores identificam anticorpos que neutralizam proteína que causa alergias em humanos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano
    Cuidados

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano

    A chegada de um novo ano geralmente vem acompanhada de uma lista de metas e objetivos para se colocar em prática. Mas você já parou para pensar que seu amigo de quatro patas também pode ser incluído nessa aventura? Com a correria do dia a dia, é muito comum que alguns cuidados com cachorro sejam cada vez mais deixados de lado, como os passeios diários ou os banhos quinzenais. O problema é que manter esses cuidados é essencial para garantir a saúde e bem-estar dos pets, então os tutores precisam encontrar na agenda um tempo para se dedicarem aos amigos de quatro patas. 

    Ver Todas >

    Pode dar carne crua para gatos?
    Alimentação animal

    Pode dar carne crua para gatos?

    A ração para gatos é a melhor forma de cuidar da nutrição do seu pet, mas oferecer um alimento diferenciado de vez em quando também é um bom jeito de mimar o seu bichano. Isso levanta o questionamento se o gato pode comer frango cru ou outras proteínas não cozidas, já que é algo que remete à alimentação natural felina. No entanto, essa questão divide bastante a opinião dos tutores e nem todos se sentem confortáveis para oferecer esse tipo de alimento para os gatos. 

    Alimentação do cachorro: 9 mitos e verdades sobre o paladar canino
    Alimentação animal

    Alimentação do cachorro: 9 mitos e verdades sobre o paladar canino

    A alimentação do cachorro é uma das principais fontes de nutrientes. Proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais: tudo que o animal precisa para se manter forte e saudável é adquirido pela alimentação. A ração de cachorro é um alimento completo, desenvolvido para suprir as necessidades nutricionais do pet em cada fase de vida ou até mesmo caso ele tenha alguma doença crônica. 

    Patê para gatos: o que é, como utilizar e quais os benefícios?
    Alimentação animal

    Patê para gatos: o que é, como utilizar e quais os benefícios?

    Por ser um alimento úmido, o patê para gatos promove diversos benefícios para a saúde dos bichanos. Os gatos são animais que não costumam beber muita água e, por isso, têm forte tendência para desenvolver problemas renais. Uma das explicações para isso é a origem desértica dos felinos, que também influencia no comportamento de segurar o xixi. Assim como o sachê para gatos, o patê tem alta concentração de água, o que ajuda a manter o animal devidamente hidratado - e não há contraindicação de oferecer esse tipo de alimento para animais saudáveis. 

    Vinho e cerveja para cachorro? Entenda como esses produtos caninos funcionam
    Alimentação animal

    Vinho e cerveja para cachorro? Entenda como esses produtos caninos funcionam

    Depois de adotar um cachorro, ele automaticamente passa a fazer parte da família. Compartilhar bons momentos ao lado dos doguinhos é cada vez mais comum, e é por isso que muitos produtos humanos são adaptados também para os cães, como é o caso do vinho e da cerveja para cachorro. Afinal, quem nunca pensou em chegar em casa e poder compartilhar um momento mais descontraído com seu pet? 

    Ver Todas >