Comportamento

Como saber se meu gato me ama?

Os gatinhos são animais tão carinhosos quanto os cães. Basta saber enxergar as demonstrações de afeto.
Os gatinhos são animais tão carinhosos quanto os cães. Basta saber enxergar as demonstrações de afeto.

Muitas pessoas no momento de escolher um pet para chamar de seu optam pela companhia dos felinos. Porém, por terem comportamento muito distinto dos cachorros, muitas pessoas que adotam a companhia dos bigodudos ficam na dúvida se esse sentimento é recíproco, pois a grande maioria dos felinos realmente é independente e não demanda tanto de seus donos. Para você saber identificar os sinais de afeto dos felinos, entrevistamos alguns tutores e listamos algumas demonstrações de carinhos que os gatos podem fazer. Confira.

Gatos demonstram amor nos detalhes

Camille, tutora de duas gatinhas, diz que o amor é demonstrado nos pequenos gestos. “Dilma e Wanda são gatas muito carinhosas, e as duas só dormem comigo: uma na cabeça e outra nos pés”, conta a historiadora, de 26 anos. Segundo ela, o ronronar do gato quando se faz carinho também é um dos sinais de que o felino está na sua! Os olhares apaixonados pela manhã também revelam muita coisa. “Quando eu acordo elas estão sempre lá, me olhando”. Gatos, apesar dos boatos, também sentem saudades! Camille conta que suas gatas deixam isso bem claro. “Eu fico muitos dias foras de casa e quando volto é uma reclamação danada, Dilma fica miando e Wanda enrolada nas minhas pernas.”, diz ela, que é apaixonada por suas duas pets.

Geralmente, os gatos são quem te adotam

Não raro, quem adota um gato revela que eles é quem escolhem seus tutores, e não o contrário. Foi o caso de Luiz Henrique, de 33 anos, tutor de Mazekeen. “Fui na feira de adoção e lá estava a ninhada dela, acho que com uns 7 ou 8 filhotes. Quando coloquei a mão onde ela estava ela subiu na minha mão rapidinho e se aninhou na palma da minha mão, e não saiu mais de lá”, conta. O analista de dados diz que sempre ouviu que gatos não são confiáveis e que não gostam de seus donos, e que sempre preferiu os cães, até conhecer sua gatinha. “Quando resolvi adotar um pet, a primeira opção era um cachorro, até que a Maze me escolheu e não me arrependo de forma alguma. Ela é super carinhosa e adora ficar perto, nunca se esconde, está sempre brincando e chamando a atenção. É extremamente confiável e não tem absolutamente nada de traiçoeira”, enfatiza.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Se esfregar em você e ronronar ao receber carinho são demonstrações de carinho do seu gato.
    Se esfregar em você e ronronar ao receber carinho são demonstrações de carinho do seu gato.

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Saiba reconhecer as demonstrações de carinho do seu gato

    Apesar de não serem óbvios, existem alguns sinais de que o seu bichano te ama e está muito feliz com a sua companhia. Nós fizemos uma lista desses dessas demonstrações de afeto para você saber e se sentir amado cada vez que observar o seu gatinho fazendo uma dessas coisas em casa. Confira.

    • Dar pequenas lambidas: Já se perguntou porquê os gatos lambem os tutores? Isso é uma das demonstrações de carinho deles. Isso é parte de um ritual de limpeza feito pelas mães com os filhotes e reproduzido como carinho entre eles.
    • Dar cabeçadas: isso pode ser uma maneira de chamar atenção e de demonstrar carinho. Assim como lamber, esse também é um hábito passado da mãe para os filhotes e reproduzido entre os membros do grupo.
    • Trazer “presentinhos”: se você já acordou com um animal de pequeno porte morto próximo à cama, pode se considerar amado. Os gatos são predadores e se eles trazem uma presa para você é um sinal de mais alta estima.
    • Ronronar: o famoso “motorzinho” que liga quando você faz carinho ou quando ele está no seu colo é o sinal máximo de carinho dos gatos.

    Respeite a personalidade do seu gato

    Derrubado o mito de que gatos são traiçoeiros e desapegados, é necessário respeitar a personalidade do seu bichinho. Nem todo gato é igual. Quem fala um pouco sobre isso é a estudante de publicidade e atendente comercial Elaine, de 22 anos, que tem três gatos muito diferentes. “O Tobias é desconfiado e arisco, mas ele deixa a gente fazer carinho na barriga, eu beijo ele e ele não me arranha, mas é da personalidade dele mesmo. Com outras pessoas, ele sai de perto”, diz ela, que tem o tratamento oposto com suas outras duas gatas, Charlotte e Margot. “Elas são bem parecidas, amam um carinho: esfregam a cabeça nas nossas pernas, brincam e mordem fraquinho as mãos, querem dormir sempre com a gente, piscam pra a gente, fazem charminho, essas coisas.”, diz Elaine, que é louca pelos seus gatos, a quem chama de “filhos”.

    Nada de preconceito!

    O importante, de fato, é afastar o preconceito de que gatos não são animais domésticos companheiros. A verdade é que eles podem ser grandes amigos, e te amarem muito, demonstrando seus sentimentos de formas diferentes. Pode ser o motivo de os gatos lamberem seus donos, ou dormirem com eles, fazerem festa ou simplesmente permitirem que os faça carinho: cada animal tem seu próprio modo de manifestar seu amor. Basta apenas sentir!

    Redação: Karoline Nascimento Miranda

    Quais são as raças de cachorro mais dóceis?

    Próxima matéria

    Quais são as raças de cachorro mais dóceis?

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

    A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

    Gato Chartreux: saiba tudo sobre a raça de pelagem cinza
    Raças

    Gato Chartreux: saiba tudo sobre a raça de pelagem cinza

    O Chartreux é uma de raça gato cinza bastante querida entre os apaixonados por felinos. E não é à toa, né? Extremamente dócil e carinhoso, é muito fácil entender o motivo por trás da paixão dos gateiros por esse bichano de pelagem cinza e focinho gordinho, o que lembra bastante um ursinho de pelúcia. No entanto, a características desse gatinho não se resumem apenas à sua aparência. Pensando nisso, reunimos aqui as principais informações sobre a origem, o temperamento, os cuidados e as curiosidades sobre o gato Chartreux. Vem se apaixonar por esse felino com a gente!

    Ver Todas >

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?
    Comportamento animal

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?

    Lidar com a perda de um pet está longe de ser uma tarefa fácil. Mas, se você tem mais de um cachorro em casa, a perda também pode ser bem dolorosa para o animal que fica. Sim, o cachorro entende quanto o outro morre e isso pode impactar diretamente no comportamento e na saúde dele. Os cães são animais extremamente sensíveis e capazes de criar vínculos afetivos tanto com seus humanos quanto com outros animais. Por esse motivo, é importante que o tutor saiba identificar os sinais de luto de cachorro e como ajudá-lo a lidar com a saudade seguindo em frente. Para entender como esse processo acontece na prática, as tutoras Beatriz Reis e Gabriela Lopes compartilharam suas histórias com o Patas da Casa!

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento
    Comportamento animal

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

    Cuidar de cachorro é um dos maiores prazeres na vida de qualquer tutor. Tanto é que muitas vezes os cães passam a ser considerados como “filhos” pelos humanos. O que poucos percebem é que, além dos cuidados com a alimentação e saúde do animal, também é importante se atentar a alguns acessórios essenciais para lidar com o cachorro no dia a dia, como é o caso da coleira para cães.

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro
    Comportamento animal

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro

    Já parou para se perguntar como funciona o cérebro do cachorro? Essa é uma questão que pode intrigar muitos tutores, já que esses animais muitas vezes nos surpreendem com alguns comportamentos. Afinal, não dá para negar que, embora irracionais, os cães conseguem ser muito inteligentes! Eles são capazes de aprender vários tipos de comandos e muitas vezes parecem nos entender como ninguém. Então, como será que funciona a memória e o cérebro de cachorro?

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?
    Comportamento animal

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?

    No mundo canino, a proporção da idade do cachorro é totalmente diferente do que conhecemos entre os humanos. A média de vida de um cãozinho é de 10 a 13 anos, mas isso pode mudar de acordo com o tamanho, raça e cuidados que o animal recebeu ao longo da vida. No entanto, algumas raças de cachorro são conhecidas pela alta expectativa de vida. Um fator absolutamente genético! 

    Ver Todas >