Comportamento

Como incentivar a boa relação entre gatos e crianças?

Gatos e crianças: a relação dos felinos com crianças pode ser bem amigável
Gatos e crianças: a relação dos felinos com crianças pode ser bem amigável

Ter pets e crianças em casa é sinônimo de alegria em dose dupla. No entanto, a responsabilidade também é duplicada. Se por um lado o gato precisa se adaptar com a chegada de um novo membro na família, do outro a criança precisa ser ensinada desde cedo a respeitar o espaço do pet. Apesar de parecer desafiador lidar com tantas mudanças ao mesmo tempo, não é difícil fazer com que gatos e crianças tenham uma relação saudável e segura - inclusive, a companhia de um pet pode fazer muito bem para o desenvolvimento de uma criança. 

Interação entre gatos e crianças precisa de supervisão

Foi-se o tempo em que os felinos eram estereotipados como animais para pessoas solitárias. Esse mito vem ficando cada vez mais sem sentido, já que os gatos ganham cada vez mais espaço em diferentes tipos de lares, incluindo aqueles com crianças e outros pets. É claro que isso não impede que os pais ainda tenham muitas dúvidas sobre a relação da criança com gato - e isso não é um equívoco, já que a adoção animal deve ser planejada com muita responsabilidade.

O incentivo da boa relação entre a criança e o gato deve ser feito desde o início. É normal os gatos ficarem ariscos quando se sentem ameaçados - e isso inclui a chegada de um membro desconhecido na família. Respeitar o espaço do gato é um dos segredos para conquistar um felino, por isso, ensine isso à criança desde sempre. Explique que o animal não é um brinquedo e, assim como os seres humanos, podem se machucar e se defender por isso. Supervisione todas as brincadeiras entre os dois para garantir uma interação saudável. Algumas brincadeiras inocentes podem deixar o gato irritado, como pegar no rabo ou correr atrás dele. Gritar também é uma atitude que gera desconforto no animal.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    As brincadeiras da criança com gato devem ser sempre supervisionadas por um adulto
    As brincadeiras da criança com gato devem ser sempre supervisionadas por um adulto

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Bebês e gatos: a idade da criança pode fazer diferença?

    Outra preocupação recorrente dos pais é se a idade da criança pode interferir no desenvolvimento de uma boa interação com os felinos. A resposta para esse questionamento é positiva. Não só a idade da criança como também a dos gatos deve ser considerada. Não é recomendado que um filhote de gato seja inserido na rotina de uma criança com menos de nove anos de idade. Os filhotinhos possuem a saúde sensível e podem ter a vida comprometida com um simples abraços apertados. Por isso, para crianças pequenas o ideal é adotar um gato adulto que terá mais facilidade de se adaptar às brincadeiras.

    Lembre-se que ser tutor de um pet será muito importante para o desenvolvimento da criança. A responsabilidade de cuidar de gato, participando das tarefas para manter a saúde e higiene do felino será muito benéfico com os outros comprometimentos ao longo da vida. Mas não se esqueça que tudo deve ser supervisionado por um adulto e avalie quais tarefas o pequeno está apto para se responsabilizar.

    Gato para criança: existem raças mais recomendadas para os pequenos?

    Não existe uma regra quando se trata da raça de gato para criança, mas algumas são mais pacientes e conseguem se adaptar melhor a uma rotina com crianças. Maine Coon, Abissínio, Ragdoll, Siamês e Angorá são as raças mais indicadas quando se trata da convivência com crianças. Já os felinos da raça Savannah são os menos recomendados para crianças pequenas.

    Independente da raça, é necessário levar em consideração o temperamento e personalidade do animal, afinal de contas cada gato é único. Por isso, pergunte no momento da adoção detalhes sobre o comportamento dos bichanos. Quando o animal costuma ser receptivo ao contato com humanos, ele provavelmente será amigável com as crianças.

    Redação: Hyago Bandeira

    6 sons que os cachorros odeiam

    Próxima matéria

    6 sons que os cachorros odeiam

    Cachorro e gato juntos: veja em infográfico como melhorar a relação entre as duas espécies!
    Cachorro

    Cachorro e gato juntos: veja em infográfico como melhorar a relação entre as duas espécies!

    Por muito tempo, cachorro e gato foram considerados verdadeiros inimigos, mas é necessário desmistificar essa ideia, porque isso não condiz muito bem com a realidade. Na verdade, é totalmente possível construir uma boa relação entre as duas espécies e viver em harmonia com o gato e cachorro na mesma casa. Não é à toa que muitos tutores têm os dois bichinhos - e isso acaba rendendo várias fotos bem fofas de doguinhos dormindo junto com os bichanos. No entanto, não se pode negar: às vezes criar bons laços entre os dois animais pode ser uma tarefa difícil. Por isso, o Patas da Casa preparou um infográfico com algumas dicas de como adaptar cachorro com gato sem grandes problemas. Veja abaixo!

    Cachorro e gato juntos: 5 dicas essenciais para uma relação saudável entre as espécies
    Comportamento

    Cachorro e gato juntos: 5 dicas essenciais para uma relação saudável entre as espécies

    Muita gente acha que ter cachorro e gato juntos na mesma casa não é uma boa ideia porque é sinônimo de conflitos, mas esse pensamento está um pouquinho equivocado. Por mais que essas espécies sejam tidas como inimigas naturais, a verdade é que é totalmente possível estabelecer uma relação saudável entre elas. Não é à toa que muitos cães e gatos viram grandes amigos com o passar do tempo e chegam até a compartilhar algumas sonequinhas juntos. 

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Veterinário online é uma boa ideia? Como funciona? Veja como profissionais e tutores se adequaram na pandemia
    Saúde

    Veterinário online é uma boa ideia? Como funciona? Veja como profissionais e tutores se adequaram na pandemia

    Já pensou em ter uma consulta com um veterinário online? Embora seja um serviço relativamente recente, esse tipo de atendimento chegou para facilitar a vida dos tutores. O grande diferencial é que, com a possibilidade de um veterinário gratuito online, fica muito mais fácil tirar eventuais dúvidas sobre o comportamento e cuidados com o animal sem precisar sair de casa.

    Ver Todas >

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?
    Comportamento animal

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?

    “Meu cachorro faz escândalo quando sai” - se você está familiarizado com esse tipo de situação, deve estar se perguntando qual é a melhor forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, não é mesmo? Bom, a verdade é que quando o assunto é passear com o cachorro, cada bichinho reage de uma forma diferente. Alguns são mais tranquilos, enquanto outros são super agitados. Mas o que fazer quando o cachorro late muito no passeio?

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro
    Comportamento animal

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro

    A anatomia canina é tão fascinante que sempre aparece uma nova curiosidade para nos surpreender. Afinal, o universo dos cães é repleto de segredos! Todas as partes do corpo do cachorro possuem características, funções e estruturas completamente diferentes e igualmente interessantes. No caso da anatomia externa do cachorro, o foco fica em todas as partes que enxergamos só de olhar para o animal. 

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado
    Comportamento animal

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado

    A coleira com cabresto ajuda o tutor a lidar com cães que puxam muito no passeio. Sua posição ao redor do focinho pode trazer a impressão de que o animal está incomodado, mas na verdade, a coleira cabresto para cachorro é muito traz alguns benefícios. Ela faz parte do time de coleiras anti-puxão, ou seja, aquelas que são perfeitas para cachorro que é mais descontrolado e ansioso durante o passeio. 

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano
    Comportamento animal

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano

    Viajar com gato não é uma tarefa exatamente fácil, e muitos tutores acabam deixando esse tipo de passeio de lado para evitar possíveis estresses. No entanto, dependendo da personalidade e do comportamento do gato, é super possível levar o seu amigo em uma dessas aventuras. Viajar de ônibus com gato, de carro ou avião: não importa qual seja a sua escolha, o importante é conhecer os limites do seu gatinho e fazer de tudo para que ele fique o mais confortável possíve.

    Ver Todas >