Ração

Como fazer a troca de ração do meu cachorro?

Saiba como fazer a troca de ração em cada fase de vida do seu cachorro
Saiba como fazer a troca de ração em cada fase de vida do seu cachorro

A troca de ração é um ponto muito importante na alimentação do seu cachorro. Uma dieta saudável, nutritiva e saborosa é essencial para a saúde e bem estar tanto do filhote quanto dos cães idosos. Mudar o tipo de ração, marca ou até mesmo quantidade pode parecer uma preocupação até meio boba, mas faz muita diferença!

Os cachorros têm o paladar muito aguçado e o sistema digestório muito delicado. Para não criar nenhuma resistência quanto ao sabor, tamanho e textura do grão ou problemas no estômago e intestino é importante que a troca seja feita da maneira gradual. Para te ajudar, vamos dar algumas dicas nos diferentes momentos de troca.

Passo a passo de como fazer a troca da ração

A troca da ração deve ser gradual para que o cachorro não recuse a comida ou tenha algum problema por conta da nova alimentação. A adaptação dura 7 dias. Acompanhe o passo a passo:

  • Nos dois primeiros dias: 75% da ração atual + 25% da ração nova
  • No 3º e 4º dia: 50% da ração atual + 50% da ração nova
  • No 5º e 6º dia: 25% da ração atual + 75% da ração nova
  • No 7º dia: 100% da ração nova

Como fazer a troca da ração de filhote para a de adulto

A ração de filhote é formulada especificamente para a dentição mais frágil e necessidades nutricionais para o desenvolvimento do cãozinho. Conforme eles vão crescendo, a mastigação começa a ficar mais forte, não têm a necessidade de ganhar peso e precisam substituir alguns nutrientes na alimentação. A partir dos 12 meses, os filhotinhos deixam de ser bebês, mas é o veterinário quem deve indicar o melhor momento para a troca da ração.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Veja como fazer a transição de ração do seu cachorro
    Veja como fazer a transição de ração do seu cachorro

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!
    Alimentação animal

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!

    As frutas para cachorro são ótimas opções de petiscos para agradar o seu amigo de quatro patas. Os pets podem sim tirar proveito da ingestão de determinadas frutas que são liberadas e não fazem mal. Mas afinal, cachorro pode comer banana? Quais os benefícios dessa fruta para cachorros? Qual a quantidade correta? Posso fazer um petisco para cachorro com esses alimentos? Veja as respostas para todas essas dúvidas!

    Como fazer a troca da ração de adulto para a de sênior


    Mais uma fase de troca de ração e dessa vez o motivo é que, dependendo do porte e da raça, a partir dos 7 anos o animal já pode ser considerado idoso. Assim como em humanos, os cachorros precisam de nutrientes para fortalecer as articulações e o sistema imunológico. Com a idade, eles também vão perdendo a energia e vitalidade e pode ser que engordem (o que não é indicado, já que os ossos e músculos vão perdendo a força). Além disso, eles podem perder alguns dentinhos e a mastigação fica mais difícil. Em todos os casos, a troca tanto de ração seca quanto a inclusão de ração úmida precisa ser gradual para não prejudicar a saúde dos nossos velhinhos peludos.

    Como fazer a troca de tipo de ração


    Obesidade, problema renal, alergias alimentares, dermatites, problemas neurológicos ou outros podem ser motivos da troca de ração e a alimentação é aliada no tratamento. Para isso, o veterinário pode indicar uma ração específica e que tenha adição de nutrientes ou exclusão de outros de acordo com cada necessidade. Esses casos são mais delicados e precisam seguir à risca a orientação com seu veterinário. Pergunte a ele se a troca pode ser gradual ou se precisa ser trocada imediatamente. Seja como for, com certeza será o melhor para a saúde do seu cachorro!

    Como fazer a troca de marca de ração


    Essa troca, apesar de ser fácil, precisa de cuidados. Seja qual o for o motivo (preço, sabor ou outro), a substituição pode afetar a digestão, fezes e hálito do cachorro. Além disso, o próprio cão pode recusar a ração caso o sabor não agrade. Sim, eles têm o paladar apuradíssimo e podem rejeitar a comida para te chantagear. Por isso, como em todos os casos, a troca precisa ser gradual. Para ter certeza que a nova ração vai suprir todas as necessidade e nutrientes, consulte o veterinário.

    Alergia a gato: pesquisadores identificam anticorpos que neutralizam proteína que causa alergias em humanos

    Próxima matéria

    Alergia a gato: pesquisadores identificam anticorpos que neutralizam proteína que causa alergias em humanos

    Ração de cachorro específica para raças: como funciona? Tem alguma diferença nutricional? Vale a pena?
    Ração

    Ração de cachorro específica para raças: como funciona? Tem alguma diferença nutricional? Vale a pena?

    Não importa se é um cachorro grande ou pequeno: todos os animais precisam se alimentar adequadamente, e é para isso que existem as rações. Fonte de nutrientes essenciais para manter a saúde do seu pet em dia, a ração de cachorro pode ser encontrada em diferentes versões (Standard, Premium e Super Premium) e normalmente é indicada para portes e fases da vida específicos. Contudo, ao longo dos últimos anos, a comercialização de produtos voltados para determinadas raças foi se tornando popular. 

    Dente de cachorro: um guia completo sobre a anatomia, troca de dentes e cuidados	com a saúde bucal do pet
    Cuidados

    Dente de cachorro: um guia completo sobre a anatomia, troca de dentes e cuidados com a saúde bucal do pet

    Apesar de não serem muito lembrados no dia a dia, os dentes de cachorro exercem um papel super importante na vida do animal: alimentação, brincadeiras e comportamentos são influenciados por eles. Para começar, é com essa parte do corpo que os cães (principalmente os bebês) conhecem muitas coisas no mundo. Quando ainda são cachorros filhotes, aprendem sobre limites: se morder o irmãozinho e ele reclamar, é porque precisa diminuir a força e morder com carinho - ele vai lembrar disso por toda a vida. O processamento dos alimentos que o cachorro come fica por conta deles também.

    Ração úmida ou seca para cachorros: qual é a melhor?
    Ração

    Ração úmida ou seca para cachorros: qual é a melhor?

    A ração é uma das principais preocupações de quem tem um grande amigo em casa. Quando o assunto é alimentação, várias dúvidas surgem: o que ele pode comer, qual é melhor, que tipo de ração é adequada para o seu pet. As versões seca e úmida são os tipos de alimento oferecidos, e com a diversidade de produtos disponíveis no mercado, fica até difícil escolher o que se adequa mais ao seu bichinho. Se esse é o seu caso e você não consegue decidir qual comida é melhor para o seu cachorro, tire todas as suas dúvidas aqui e descubra como alimentá-lo melhor.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Ver Todas >

    Pode dar carne crua para gatos?
    Alimentação animal

    Pode dar carne crua para gatos?

    A ração para gatos é a melhor forma de cuidar da nutrição do seu pet, mas oferecer um alimento diferenciado de vez em quando também é um bom jeito de mimar o seu bichano. Isso levanta o questionamento se o gato pode comer frango cru ou outras proteínas não cozidas, já que é algo que remete à alimentação natural felina. No entanto, essa questão divide bastante a opinião dos tutores e nem todos se sentem confortáveis para oferecer esse tipo de alimento para os gatos. 

    Alimentação do cachorro: 9 mitos e verdades sobre o paladar canino
    Alimentação animal

    Alimentação do cachorro: 9 mitos e verdades sobre o paladar canino

    A alimentação do cachorro é uma das principais fontes de nutrientes. Proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais: tudo que o animal precisa para se manter forte e saudável é adquirido pela alimentação. A ração de cachorro é um alimento completo, desenvolvido para suprir as necessidades nutricionais do pet em cada fase de vida ou até mesmo caso ele tenha alguma doença crônica. 

    Patê para gatos: o que é, como utilizar e quais os benefícios?
    Alimentação animal

    Patê para gatos: o que é, como utilizar e quais os benefícios?

    Por ser um alimento úmido, o patê para gatos promove diversos benefícios para a saúde dos bichanos. Os gatos são animais que não costumam beber muita água e, por isso, têm forte tendência para desenvolver problemas renais. Uma das explicações para isso é a origem desértica dos felinos, que também influencia no comportamento de segurar o xixi. Assim como o sachê para gatos, o patê tem alta concentração de água, o que ajuda a manter o animal devidamente hidratado - e não há contraindicação de oferecer esse tipo de alimento para animais saudáveis. 

    Vinho e cerveja para cachorro? Entenda como esses produtos caninos funcionam
    Alimentação animal

    Vinho e cerveja para cachorro? Entenda como esses produtos caninos funcionam

    Depois de adotar um cachorro, ele automaticamente passa a fazer parte da família. Compartilhar bons momentos ao lado dos doguinhos é cada vez mais comum, e é por isso que muitos produtos humanos são adaptados também para os cães, como é o caso do vinho e da cerveja para cachorro. Afinal, quem nunca pensou em chegar em casa e poder compartilhar um momento mais descontraído com seu pet? 

    Ver Todas >