Se você tem plantas e gatos em casa, com certeza já deve ter se deparado com o animal tentando brincar ou morder uma folha. Embora seja carnívoro, o gato come planta para desintoxicar o organismo ou até mesmo para se divertir. Além de causar destruição, é preciso tomar cuidado com as plantas tóxicas para gatos. Algumas espécies bem comuns em jardins, quintais e vasinhos podem até mesmo matar o bichano. Para evitar acidentes e garantir a beleza das suas plantinhas, você pode mudar algumas coisas dentro de casa e direcionar o comportamento para uma grama específica para os bichanos, por exemplo. Veja algumas dicas infalíveis que separamos a seguir! 

Antes de tudo, é importante saber quais são as plantas venenosas para gatos

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Assim como acontece com os cães, existem algumas plantas que são tóxicas para os gatos e devem ser evitada. A tulipa, por exemplo, é uma delas. Embora seja conhecida pelo seu símbolo de elegância, ela faz parte da lista de plantas venenosas para gatos, podendo causar vômito, diarreia e dificuldades respiratórias no seu bichano. Outra planta que também deve ser evitada é a comigo-ninguém-pode. Como o próprio nome já diz, ela é venenosa tanto para animais de estimação quanto para os humanos.  Além destas, outras plantas como samambaia, lírio, copo de leite, jiboia, espada de São Jorge, violeta e bico de papagaio também devem ser mantidas longe dos felinos.

Coloque as plantas em locais fora do alcance do seu bichano

Pode até parecer óbvio, mas um dos meios mais simples de evitar que o seu bichano destrua as plantas de casa é impedindo o acesso dele. Sendo assim, o ideal é colocar os vasos em locais onde o felino não consegue chegar, como em prateleiras altas ou presas a ganchos na parede. Ainda assim, vale ressaltar que os gatos são animais que gostam de subir, pular e explorar. Por esse motivo, os gateiros de plantão (e pais de plantas nas horas vagas) devem ter em mente que todo o cuidado é pouco. Certifique-se de que o seu amigo de quatro patas não conseguirá usar outros objetos, como sofá e cama, para chegar até o local onde as plantas estão, ok?


A grama para gatos é a solução para impedir que o seu bichano destrua as plantas da casa
A grama para gatos é a solução para impedir que o seu bichano destrua as plantas da casa

Opte pelas plantas que menos agradam os gatos

Os felinos são animais curiosos e exploradores por natureza. Por isso, nem sempre é possível evitar que eles transitem por todos os espacinhos da casa ou do apartamento. Nesses casos, uma boa forma de impedir que o se bichano destrua as plantas é investindo nas espécies que ele menos gosta. A hortelã, por exemplo, tem um cheiro exagerado para os bichanos, que possuem um olfato bem sensível a alguns odores. Outra planta popular que pode te ajudar na missão de manter o jardim protegido é a lavanda. Embora possua um cheiro considerado agradável pela a maioria das pessoas, a lavanda é de longe uma das espécies que os gatos menos gostam. Além destas, outras plantas como alecrim, gerânio, capim-limão e arruda também são ótimas aliadas quando o assunto é evitar que o seu gato destrua as plantas de casa.

Invista em grama para gatos para evitar a destruição do seu jardim 

Existem algumas espécies de plantas que podem trazer uma série de benefícios para a saúde do seu bichano. Por esse motivo, o gato come planta com o intuito de se desintoxicar e, assim, garantir o bom funcionamento do organismo. Então, por que não investir em espécies que contribuem para saúde do seu bichano? A grama de gato é uma ótima opção. Além de estimular a digestão dos alimentos com a grande quantidade de fibras, evitando assim problemas intestinais e diarreia, a grama para gatos ajuda no controle das bolas de pelos. Outra vantagem desse tipo de plantinha é o seu custo-benefício. Isso porque com o uso de algumas sementes, como o milho de pipoca, é possível cultivá-la em casa com segurança e sem gastar muito. Vale a pena experimentar!

Redação: Úrsula Gomes

 

milho de pipoca