close
Brinquedos

Como ensinar cachorro a trazer a bolinha?

Atualizado · 30 de março de 2022 · 16h40

Publicado · 30/03/2022 · 16h40

Bolinha: cachorro ama brincadeira com esse acessório
Bolinha: cachorro ama brincadeira com esse acessório

A bolinha de cachorro é um dos brinquedos de pets mais populares. Quando falamos de brincadeiras para cachorro é impossível não lembrar da clássica cena do cão trazendo a bolinha de volta para o dono. Mesmo que seja muito inteligente, essa brincadeira de cachorro não é instintiva e precisa ser direcionada pelo tutor. Para te ajudar nessa missão, o Patas da Casa fez um passo a passo para te ensinar como ensinar o cachorro a trazer a bolinha. Dá só uma olhada!

Passo 1: escolha a bolinha de cachorro adequada para a brincadeira

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
      Bolinha de cachorro deve ser adequada para brincadeiras
    Bolinha de cachorro deve ser adequada para brincadeiras

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    O primeiro passo na hora de ensinar cachorro a pegar bolinha é escolher o modelo adequado. É muito comum ver o cachorro brincando com itens aleatórios da casa, como almofadas, controle remoto de tv e por aí vai… Isso pode levar alguns tutores a pensarem que os cães não têm preferências quando o assunto é brincar, mas não é bem assim. Eles podem preferir modelos específicos de brinquedos, como a bolinha interativa para cães que permite colocar petiscos.

    Existem bolas de cachorro de todos os tipos e tamanhos: bolinha de plástico, silicone, bolinha mais dura ou macia, e até mesmo a bola de tênis (uma das favoritas). Para a brincadeira de pegar a bolinha e levar ao tutor dentro de casa, as mais indicadas são as de silicone e bola de tênis. Isso porque elas são mais leves e são mais maleáveis, o que permite tornar a brincadeira mais dinâmica. Em praias ou parques, por exemplo, o tutor pode investir em outros tipos mais resistentes e até mesmo uma bola de futebol ou vôlei dependendo do tamanho do seu cachorro.

    Passo 2: comece chamando a atenção do cachorro com petiscos

      Antes de jogar a bolinha para cachorro, faça uma associação positiva com petiscos
    Antes de jogar a bolinha para cachorro, faça uma associação positiva com petiscos

    Com tudo pronto e separado e quando você já estiver no local da brincadeira, ofereça alguns petiscos para o cão para ele entender que a brincadeira terá recompensas - isso vai deixar ele mais interessado ainda em aprender. O adestramento positivo é a melhor forma de fazer o animal aprender qualquer coisa, seja uma brincadeira ou mesmo ensinar o cachorro a dar a pata. Como a brincadeira terá muitas repetições, o melhor é dividir o petisco (ou mesmo uma fruta ou legume liberado) em pedaços bem pequenos.

    Ao dar os petiscos para o cachorro, sempre o elogie com um “bom garoto” ou “muito bem”. Faça isso por 3 ou 5 vezes. Depois disso, será o momento de pedir para o cão ficar quieto. Isso evita que ele fique muito ansioso para brincar (e ser recompensado) e faz com que perceba que está entrando em um momento de aprendizagem.

    Passo 3: jogue a bolinha para o cachorro pela primeira vez e fale algum comando

      Cachorro brincando: atire a bolinha pela primeira vez para instigar o pet
    Cachorro brincando: atire a bolinha pela primeira vez para instigar o pet

    Com o pet parado, chegou a hora de atirar a bolinha de cachorro pela primeira vez, associando a algum gesto concreto com o braço ou dizendo “busca”/”pega”. Tanto o sinal como a ordem verbal deverá ser sempre a mesma, visto que o cão precisa relacionar a palavra com o exercício. Essa técnica pode ser usada para ensinar como brincar com cachorro filhote e adulto.

    Passo 4: dê petiscos para o cachorro todas as vezes em que ele acertar

      As brincadeiras para fazer com cachorro ficam mais interessantes para o animal quando envolve recompensas
    As brincadeiras para fazer com cachorro ficam mais interessantes para o animal quando envolve recompensas

    As recompensas devem ser usadas todas as vezes que o cão acertar aquilo que estamos pedindo. Além do uso de petiscos, vale a pena investir em elogios como “bom garoto”. Caso o cãozinho não pegue a bolinha ou apresente resistência na hora de entregá-la é importante não deixar ele brincando com a bola sozinho. O ideal é pegar o brinquedo e guardar, dessa maneira o pet pode associar que fez algo que não era esperado.

    Passo 5: quando o cachorro pegar a bolinha, chame ele até você

      Depois de jogar a bolinha para o cachorro, chame ele até você e retire o brinquedo da boca enquanto o elogia
    Depois de jogar a bolinha para o cachorro, chame ele até você e retire o brinquedo da boca enquanto o elogia

    Chegou a hora de chamar seu cachorro para devolver a bolinha. O ideal é que o cão saiba responder ao chamado antes desse treinamento, para que ele não vá embora com a bola. Quando o cãozinho se aproximar, retire a bola de sua boca de forma suave dizendo a ordem “deixa” ou “solta”. Com isso feito, ofereça um petisco para retribuir o cão por cumprir a tarefa. Apesar de ser uma brincadeira de cachorro, o entendimento desses comandos será útil para o cotidiano do animal, principalmente em situações onde ele precisa deixar um objeto que está mordendo, por exemplo.

    Passo 6: repita várias vezes a brincadeira com a bolinha de cachorro

      Repita o treino com a bolinha de cachorro todos os dias até ele aprender como a brincadeira funciona
    Repita o treino com a bolinha de cachorro todos os dias até ele aprender como a brincadeira funciona

    Mesmo que o cachorro entenda de primeira como trazer a bolinha de volta, é necessário continuar praticando. O ideal é fazer algumas repetições e treinar o exercício de forma diária ou semanal para que o cão consiga assimilar o comando. Dessa forma, ele vai entender a dinâmica da brincadeira e sempre que vir alguém segurando a bolinha, saberá exatamente o que fazer.

    Redação: Hyago Bandeira

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Próxima matéria

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)
    xixi

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)

    Ter um cãozinho vai muito além dos momentos de diversão e fofura: é preciso também saber como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo. Caso contrário, uma situação que pode se tornar muito comum (e desagradável) é encontrar xixi de cachorro pela casa toda. Felizmente, existem algumas técnicas que são bastante úteis na hora de ensinar o animal a fazer xixi e cocô no local adequado.

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?
    Adestramento

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?

    Não importa a idade do cachorro: quando ele chega num lugar novo, sendo filhote ou adulto, aprender a fazer as necessidades no lugar certo é sempre parte da adaptação. Para quem mora em casas em que o animal fica no lado de fora a maior parte do tempo, esse processo acaba sendo mais simples, mas quem divide os cômodos com ele normalmente precisa de um pouco mais de paciência.

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Ver Todas >

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?

    Já ouviu falar no enriquecimento ambiental para cães? Apesar do conceito parecer novo, ele já faz parte da vida dos nossos doguinhos há um bom tempo: trata-se de estímulos físicos, mentais e sociais que melhoram o bem-estar e a qualidade de vida dos nossos pets. Isso pode incluir desde brinquedos para cachorro e brincadeiras, até passeios e socialização com outros animais e pessoas. 

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?

    O enriquecimento ambiental para gatos é um cuidado necessário para oferecer uma boa qualidade de vida aos nossos amigos de quatro patas. Apesar da domesticação ter acontecido há bastante tempo, vários instintos permaneceram com os felinos ao longo dos anos e é importante não inibir isso. Na verdade, os tutores devem saber como direcionar o comportamento do animal para os lugares certos - e é aí que entra a ideia de enriquecimento ambiental. 

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino
    Comportamento animal

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino

    O uivo de cachorro desperta muita curiosidade em nós, humanos. Diferente do latido, esse som é bem mais alto e envolve uma expressão corporal bem específica: de pé ou sentados, os cães inclinam a cabeça para trás, levantam o focinho, olham para cima e então emitem o uivo. É um gestual que lembra bastante seus ancestrais, os lobos, e que serve basicamente para a comunicação. Descubra tudo sobre cachorro uivando!

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil
    Comportamento animal

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil

    Mesmo que o gato doméstico seja mais conhecido, os gatos selvagens continuam por aí nos mais diferentes habitats. Claro que eles não são encontrados andando na rua e nem podem viver dentro de casa, mas fora dos meios urbanos existem diferentes espécies. E se você pensa que gatos silvestres só existem em locais bem distantes do mundo, você está bem enganado. Uma thread no Twitter feita pela Bárbara Ruzzi enumerou 10 espécies de gato selvagem brasileiro. Sim, nosso país é o lar de muitos gatos silvestres por aí! 

    Ver Todas >