close
Passeio

Coleira para cachorro: qual o melhor tipo para passear e identificar seu pet?

Escolher a coleira certa é ideal para que o seu cachorro se mantenha seguro e confortável
Escolher a coleira certa é ideal para que o seu cachorro se mantenha seguro e confortável

A coleira para cachorro é um dos primeiros acessórios que você pensa em comprar depois que recebe um cãozinho em casa. Além de ajudar a identificar o animal em diferentes situações e a ensinar a disciplina no dia a dia, ela ainda é essencial para a hora dos passeios, um dos momentos mais esperados pelo seu amigo de quatro patas - mas só depois de todas as vacinas, combinado? De acordo com o tamanho, a personalidade e a finalidade de uso, o modelo de coleira que você precisa comprar muda: dá uma olhada aqui embaixo para descobrir como escolher o ideal para o seu pet!

Não escolha a coleira de cachorro considerando apenas a estética

Garantir que o acessório seja bonito e combine tanto com a sua personalidade quanto com a do animal é uma das primeiras lembranças na hora de escolher a coleira para cachorro. Mesmo assim, esse não pode ser o único critério para a sua decisão final. O conforto, a segurança e a funcionalidade — tanto para você, quanto para o cãozinho — devem ser as prioridades nesse momento. Quando estiverem na rua, ele precisa saber que quem lidera o passeio é você e a coleira certa é uma ótima forma de sinalizar isso para ele.

Ao mesmo tempo, não priorizar a estética também não significa que você não vai encontrar uma coleira bonita: o mercado já tem uma série de opções para diferentes gostos, desde as mais discretas até as coloridas e estampadas. Basta garantir que a coleira é segura e confortável para o seu cachorro.

Conheça os diferentes tipos de coleira para cachorro e quando elas devem ser usadas

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Descubra os diferentes tipos de coleiras aqui embaixo
    Descubra os diferentes tipos de coleiras aqui embaixo

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Se você é um dono de pet de primeira viagem, provavelmente nunca tinha parado para pensar nos diferentes tipos de coleiras que existem no mercado e, talvez, nem conheça outro que não seja o simples e tradicional. Para garantir o sucesso dos seus passeios, fique atento e escolha o modelo ideal de coleira para o seu cachorro entre as opções aqui embaixo:

    1. Plana: é a coleira simples, de pescoço, o modelo que você vai encontrar com mais facilidade nos pet shops. Ela é perfeita para você usar no filhotes de cachorro mesmo antes da hora de passear para que eles se acostumem com o acessório. Em adultos, ela serve para o uso em casa e, na rua, apenas para cães comportados e tranquilos, já que não te dá tanto controle sobre os movimentos do animal através da guia.

    2. Peitoral: a coleira peitoral é bem confortável e tem uso indicado para animais de porte pequeno e médio, que você consegue controlar na rua mesmo sem fazer pressão na região do pescoço. Ela pode ser uma boa opção para os cães de grande porte que têm o temperamento tranquilo e não puxam muito a guia na hora do passeio.

    3. Peitoral antipuxão: semelhante ao modelo peitoral, a diferença deste tipo de coleira é que o gancho em que a guia é presa fica na frente do peito do cachorro - em vez de nas costas. Isso faz com que, no caso de o cachorro ligar a tração nas 4 patas e puxar, ser girado para o lado. Isso faz com que ele, então, pare de puxar. Indicado para cachorros médios e grandes.

    4. Enforcador: é a opção ideal de coleira para cachorros de grande porte. O enforcador fica mais apertado ao redor do pescoço do cachorro se ele puxar muito ou ficar agitado na rua, aumentando o seu controle sobre o cão. No dia a dia, a corrente do enforcador pode ficar presa em algum lugar e machucar o animal, por isso, coloque apenas na hora dos passeios. Você também pode encontrar um enforcador com garrinhas sem ponta, que aumentam o incômodo do animal se ele se alterar muito enquanto estiver passeando, mas elas não são indicadas porque, dependendo da força do cachorro, também podem machucar. 

    5. Martingale: também conhecida como “semi enforcador”, a coleira martingale tem o funcionamento parecido com o do enforcador, mas é feita de um material mais delicado, que lembra a coleira plana tradicional. Em suas extremidades, ela tem dois aros de metal com outra tira do mesmo material da coleira transpassada. Quando o cachorro se agita ou puxa muito, ela fica mais justa no pescoço, chamando a atenção dele. Pode ser usada por cães de todos os portes, basta que você escolha o tamanho certo.

    6. Cabresto: a coleira cabresto pode ser facilmente confundida com uma focinheira, mas ao contrário do modelo mais comum, ela não impede que o cachorro se alimente ou beba água. Ela dá uma volta no pescoço e outra na região do focinho do animal e é perfeita para o processo de adestramento, já que demonstra a sua liderança e te dá o controle necessário sobre o animal sem que ele se machuque no processo. Também conhecida como “gentle leader”, a coleira cabresto pode ser usada por animais de todos os portes. 

     

    A guia do passeio também deve ser escolhida com cuidado
    A guia do passeio também deve ser escolhida com cuidado

    A importância da placa de identificação de coleira

    Quando você pensa no melhor tipo de coleira e guia para garantir um passeio seguro e tranquilo para você e o seu cachorro, não pode deixar de contar com os imprevistos e com o fato de que cachorros fogem. Mesmo sem perceber que estão fugindo, eles podem se assustar com alguma coisa, a guia pode desencaixar, você pode soltar sem querer… As razões são inúmeras e, em todos os casos, se você não conseguir pegar ele na mesma hora, a placa de identificação é a sua maior chance de recuperar seu amigo de quatro patas. Ela deve ser usada na coleira plana, junto do modelo escolhido por você para o passeio e precisa contar com seu nome e o número de telefone atualizado. Assim, quem achar seu cachorrinho pode entrar em contato para devolver o fujão. O ideal é que ele esteja identificado o tempo todo, mesmo enquanto estiver em casa: vai que a porta fica aberta por tempo demais e ele escapa? No que se trata dos animais de estimação, é sempre melhor prevenir do que remediar!

    Coleiras antipulgas para cães também são importantes para a saúde do animal

    Todo cachorro que passeia regularmente precisa estar protegido contra a infestação de pulgas, que também podem acometer os seres humanos, sabia? As coleiras antipulgas para cães servem para evitar o surgimento dos parasitas, mas seu uso deve envolver alguns cuidados. A validade varia de acordo com o modelo escolhido, mas é comum que o tempo mínimo de uso fique entre dois e três meses. 

    Essas coleiras têm toxinas que não são prejudiciais ao cachorro e se espalham pelo corpo do animal conforme ele se movimenta, impedindo a proliferação dos parasitas. Fique atento à relação de peso e tamanho das coleiras indicados pelo fabricante para garantir um tratamento efetivo. Além disso, o tamanho certo também evita que o pet consiga morder a coleira — no caso dos cães muito pequenos, vale cortar a ponta do acessório se for necessário.

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Como treinar o Rottweiler para evitar comportamentos agressivos? Veja as dicas de um adestrador!

    Próxima matéria

    Como treinar o Rottweiler para evitar comportamentos agressivos? Veja as dicas de um adestrador!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Cama para cachorro: iglu, almofadão, de madeira ou pneu: conheça as opções e escolha a melhor para seu pet
    Cuidados

    Cama para cachorro: iglu, almofadão, de madeira ou pneu: conheça as opções e escolha a melhor para seu pet

    Hoje existe uma variedade enorme no mercado e isso acaba deixando as pessoas bastante confusas e indecisas na hora de decidir qual a melhor opção. “Qual o tamanho ideal de cama para cachorro grande?”, “Meu cachorro é friorento, qual o tipo de cama mais quentinha” ou “Qual o modelo de caminha mais prático para lavar?” são algumas das dúvidas comuns aos pais de pet. Para essas e outras respostas, dá uma olhada aqui embaixo nas nossas dicas!

    Tapete higiênico para cachorro ou jornal: qual a melhor opção para seu pet?
    xixi

    Tapete higiênico para cachorro ou jornal: qual a melhor opção para seu pet?

    Quem mora em apartamento tem a preocupação em criar o local adequado para o cachorro fazer xixi e cocô. O passeio também é importante para que o cão faça suas necessidades fora de casa, mas é primordial condicionar seu pet desde filhote a fazer no lugar correto. Para delimitar o banheiro do seu cachorro, você tem duas opções: usar o tapete higiênico ou forrar o chão com jornal. As duas opções cumprem bem o papel, mas cada uma delas têm vantagens e desvantagens. Para não restar dúvidas, veja abaixo o que cada uma oferece!

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Passeio

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Ver Todas >

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?
    Comportamento animal

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?

    O Border Collie merle tem uma variação de pelagem que encanta qualquer um, mas também traz muitas dúvidas. Qual a explicação para essa cor de cachorro? A pelagem merle deriva de algum problema genético? A saúde do pet é prejudicada por isso? São muitas perguntas, que nem sempre têm uma resposta fácil. O Border Collie merle tem um aspecto “marmorizado" na pelagem, que normalmente se apresenta nas versões blue merle (tons que variam do preto ao cinza misturado ao branco) e red merle (pelagem branca com tons avermelhados ou marrom). 

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer
    Comportamento animal

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    O arranhador para gatos é um acessório indispensável na casa de todo felino. Além de ser uma forma de estimular a interação do animal com o ambiente, o arranhador é um brinquedo divertido que ajuda a aliviar o incômodo das unhas crescendo e mantém os instintos primitivos dos pets. Existem vários tipos de arranhadores para gatos, feitos com diferentes materiais e que podem ser indicados de acordo com o padrão de comportamento do seu amiguinho. 

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?
    Comportamento animal

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?

    O cachorro que come fezes é uma situação que pode acontecer por diferentes motivos, mas sempre causa estranhamento entre os tutores. O hábito, também chamado de coprofagia canina, às vezes é encarado como algo engraçadinho, mas precisa de muita atenção. Isso porque a ingestão de fezes a longo prazo pode ser um verdadeiro problema para a saúde do seu amigo de quatro patas, que pode ser facilmente infectado por parasitas, bactérias e outros microrganismos presentes no dejeto.

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?
    Comportamento animal

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?

    O gato Siamês é uma das raças mais populares no Brasil. Já a raça de gato SRD (Sem Raça Definida), o famoso gato vira lata, também não fica para trás. Você com certeza já deve ter se esbarrado por aí com um filhote de gato vira-lata que tem as características do gato Siamês (olhos azuis, pelagem acinzentada e extremidades num tom mais escuro). Esse é um Siamês mestiço, conhecido como Sialata, uma mistura entre os dois. Mas como diferenciar os tipos de gatos siameses e vira-latas? 

    Ver Todas >