close
Castração

Cirurgia de castração de cachorro: tudo o que você precisa saber sobre a esterilização de cães

Atualizado · 21 de fevereiro de 2022 · 17h16

Publicado · 21/02/2022 · 17h16

  A castração de cachorro pode aumentar a expectativa de vida do pet
A castração de cachorro pode aumentar a expectativa de vida do pet

A castração de cachorro ainda causa preocupação em muitos tutores - especialmente os de primeira viagem. A tensão se deve ao fato de muitos acreditarem que o procedimento pode oferecer riscos à vida do pet; mas, na verdade, a cirurgia traz muitos benefícios quando liberada pelo veterinário e ainda pode fazer com que o animal tenha uma expectativa de vida ainda mais alta! Mas, como sabemos bem que todo cuidado é pouco quando se trata do amigo de quatro patas, preparamos uma matéria especial para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto. Quer saber o que esperar da castração; as diferenças da cirurgia de castração de cadela; como cuidar do cachorro castrado; e mais? Fique por aqui e confira!

Castrar cachorro é mesmo necessário? Entenda os benefícios:

Dentre os mitos relacionados à castração de cachorro, o que mais preocupa os pais e mães de pet é a possibilidade da vida do animal ficar em risco. Mas, se houver o devido acompanhamento do veterinário no pré-operatório e o local escolhido para a cirurgia for de confiança, não é necessário se preocupar - e o procedimento ainda vai oferecer muitos benefícios à saúde do cão!

Uma das principais vantagens em castrar cachorro macho é a prevenção do câncer de próstata, de testículo e de infecções que podem aparecer no órgão genital. Além disso, o animal passa a não ter mais necessidade de marcar território com xixi - o que torna os passeios na rua bem mais tranquilos para o dono e reduz a chance de aparecer urina em lugares aleatórios da casa. A castração de cachorro fêmea, por sua vez, evita a gestação indesejada - o que ajuda, inclusive, a diminuir a quantidade de cães de rua - e a gravidez psicológica que pode causar a temida infecção das mamas. E não para por aí: também evita a piometra em cadelas (um distúrbio uterino que afeta cachorros e gatos); o desenvolvimento de câncer nas glândulas mamárias e, ainda, a transmissão de doenças geneticamente transmissíveis - como a epilepsia e a displasia.

Vários pontos positivos, não é? Mas, ao tomar a decisão de fazer a cirurgia de castração de cachorro ou cadela, é muito importante consultar o veterinário que acompanha o animal para confirmar se o cãozinho está mesmo em condições de passar pela anestesia e por todo o procedimento sem nenhum risco. E por mais que seja comum que a cirurgia seja feita antes do primeiro cio das fêmeas e logo após o primeiro ciclo de vacinação dos machos, também é ele quem deve informar qual a idade ideal para castrar o seu cachorro - especialmente se você só tiver começado a entender a importância da castração com seu amigo de quatro patas já na fase adulta.

Onde fazer a cirurgia de castração de cachorro?

Depois da liberação do veterinário, é necessário procurar uma clínica de confiança para que o procedimento seja feito da forma mais segura possível! E quanto custa para castrar um cachorro? O valor pode variar de região para região, mas a cirurgia de castração de cadela pode chegar a R$1000, enquanto, nos machos, a média é entre R$500 e R$700.

No entanto, quem não está em condições de arcar com os custos financeiros precisa desistir da cirurgia de castração de cachorro: a boa notícia é que existem campanhas específicas - e confiáveis! - de esterilização que oferecem o serviço de forma gratuita ou a preços populares, além de faculdades com curso de veterinária que também fazem o procedimento por um custo mais baixo.. A dica é se informar sobre os projetos da sua cidade e ver a melhor opção junto com o veterinário que acompanha o pet.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
      O cachorro castrado tende a ficar mais calmo
    O cachorro castrado tende a ficar mais calmo

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Cirurgia de castração de cachorro macho x castração de cachorro fêmea: como funciona o procedimento em cada caso:

    Tanto o cachorro quanto as cadelas precisam estar em jejum antes da castração: 6 horas sem água e 12 horas sem comida, no geral. Mas o procedimento em si é feito de formas diferentes em ambos - e, como já é de se esperar pela média mais alta de valores, é mais trabalhosa e invasiva nas fêmeas. Nelas, o tipo mais comum recebe o nome de ovariectomia, e faz a remoção cirúrgica do útero e dos ovários. Por se tratar de uma cirurgia interna, tem um processo mais demorado e também costuma exigir um tempo maior de recuperação no pós-operatório (que, no geral, costuma ser de uma semana a doze dias). É comum, inclusive, que o cachorro macho seja liberado no mesmo dia, enquanto as fêmeas precisam ficar em observação por 24 horas para que seja possível conter possíveis sangramentos e alterações na pressão.

    castração de cachorro macho, por sua vez, recebe o nome de orquiectomia e é realizada com a remoção dos dois testículos. Externa, é bem mais simples que a das fêmeas e, no geral, tem uma recuperação mais rápida. Uma preocupação comum dos donos é sobre como fica o saco do cachorro castrado após o procedimento - e a resposta é que pode variar de acordo com a forma como a cirurgia foi feita. O mais comum é que os veterinários apenas fechem a pele com dois ou três pontos após a retirada do testículo; e, quando é assim, a região fica intacta, apenas sem os testículos no interior. Já quando os médicos preferem retirar a pele completamente, o local que era dos testículos fica praticamente imperceptível depois de alguns anos.

    Cuidados necessários no pós-operatório de castração de cachorro:

    Para garantir uma boa recuperação após a cirurgia, é necessário tomar alguns cuidados no processo pós-operatório da castração de cachorro. É importante, por exemplo, providenciar um colar elizabetano para os machos e uma roupa cirúrgica para fêmeas para impedir que eles lambam ou mordam a área dos pontos e atrapalhem o processo de cicatrização. Dependendo de como estejam as dores, o veterinário também pode receitar analgésicos e anti-inflamatórios na primeira semana.

    A sutura também deve ser limpa todos os dias - e, assim como em tudo o que envolve a cirurgia de castração, o veterinário deve ser consultado para informar a melhor maneira de fazer o procedimento. No entanto, se já quiser ter uma ideia de como fazer curativo em cachorro castrado, o passo a passo costuma ser o seguinte:

    1 - Tente deixar o cachorro relaxado e na posição mais confortável possível;

    2 - Comece limpando a área com o antisséptico recomendado pelo veterinário;

    3 - Use gaze para secar a área. É comum pensar em usar o algodão, mas ele não é o mais indicado porque pode acabar soltando alguns fiozinhos que só vão atrapalhar a cicatrização;

    4 - Feito isso, se o veterinário tiver indicado alguma pomada ou remédio, é hora de aplicar;

    5 - Para finalizar, cubra a região com uma gaze limpa e fixe com esparadrapo ou uma atadura.

    Além disso, vale lembrar que é muito importante evitar que o pet faça esforços e fique de repouso até que esteja totalmente recuperado. Deixe, inclusive, a ração e água o mais próximo possível para que ele não tenha que fazer esforços para chegar até eles. No mais, se perceber qualquer alteração na área que está em cicatrização ou na saúde do cachorro, não deixe de procurar o veterinário imediatamente.

      O colar elizabetano ajuda na recuperação do cachorro castrado
    O colar elizabetano ajuda na recuperação do cachorro castrado

    Com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado?

    Como o curativo precisa ser limpo e trocado diariamente, assim como a exposição deve ser evitada, o ideal é não dar banho no cachorro castrado durante esse período. A recomendação é esperar a remoção dos pontos - que,de modo geral, costuma ser realizada 60 dias após a cirurgia. Mas, passado esse tempo, ainda é preciso ter cuidado ao banhar o pet, ok? Nada de esfregar a região em que a incisão foi feita.

    Comportamento do animal muda depois da cirurgia?

    Muito se fala sobre como o cachorro muda depois da castração, mas afinal, o pet fica mais calmo depois da cirurgia? A afirmação não é mesmo um mito. Isso acontece porque a castração altera a produção de hormônios que estão diretamente ligados ao modo como o pet se comporta - como é o caso da testosterona, por exemplo.

    Por causa disso, além do macho não ter mais a necessidade de marcar território com o xixi, em geral, a agressividade e irritação também tendem a diminuir em ambos os sexos. Só não dá para dizer que a calma no cachorro castrado é regra geral porque, se o comportamento agressivo não estiver relacionado à produção dos hormônios sexuais, ou se o animal já fizer a cirurgia na fase adulta ou idosa, não haverá nenhuma mudança significativa.

    Mas você deve estar se perguntando: nos casos em que o comportamento agitado do pet está mesmo relacionado aos hormônios, com quanto tempo depois de castrado o cachorro fica mais calmo? A resposta é que não dá para dizer ao certo. O tempo necessário para a alteração no comportamento pode variar, mas é certo que a mudança não é imediata. É que, após o procedimento, ainda ficam muitos hormônios no sangue do cão - o que exige um certo tempinho para que a mudança temperamental realmente aconteça.

    Outra possível consequência da alteração dos hormônios é o aumento do peso do cachorro castrado. Mas com um acompanhamento nutricional do veterinário e a prática de exercícios físicos quando o pet estiver totalmente recuperado podem reverter o problema.

    Redação: Nívia Passos
    Edição: Luana Lopes

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Próxima matéria

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período
    Saúde animal

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Durante o cio de cadela, a cachorra passa por algumas mudanças comportamentais. Isso acontece porque nesse período há um aumento nos níveis de hormônios, o que acaba influenciando diretamente o comportamento da cachorra. Assim, o momento do cio de cachorro fêmea acaba sendo um momento sensível tanto para ela quanto para o tutor. Entender o que se passa com a cadela no cio é o primeiro passo para aprender a lidar melhor com o pet nesse período.

    Gato com diarreia: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com diarreia: o que fazer?

    O gato com diarreia é motivo de preocupação, pois este é um forte indicativo de que algo não vai bem no sistema digestivo do seu felino. A diarreia em gatos pode atingir desde o filhote ao gato adulto e saber como prevenir ou agir neste momento, até a próxima visita ao veterinário, pode ajudar o seu pet a lidar com esse problema que pode ser muito desagradável aos felinos e tutores. O Patas da Casa reuniu algumas informações muito importantes para ajudar você, que busca evitar mais sofrimento ao felino, mas não sabe oque fazer ao ver seu gato com diarreia.

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?
    Saúde animal

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?

    Normalmente, o cocô de cachorro apresenta uma coloração amarronzada e consistência firme. Quando sua aparência se torna diferente, é importante ligar o sinal de alerta. Um dos problemas mais observados é a presença de sangue nas fezes do cachorro. Porém, existe outra condição comum que chama a atenção: as fezes de cachorro com gosma. Existem diversos motivos por trás dessa condição. Muitas vezes, as fezes de cachorro com muco são apenas consequência de mudanças alimentares. 

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer
    Saúde animal

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer

    Devido a sua sensibilidade e exposição, o pênis de cachorro, sem um cuidado e higiene adequados, pode desenvolver algumas infecções. Além de ocasionar graves ferimentos ao órgão do animal, esses males podem comprometer o pênis do cachorro e trazer muita dor, principalmente no momento de urinar. Para evitar este sofrimento ao seu pet, é importante inspecionar a saúde geral do animal.

    Ver Todas >