Castração

Castração de cachorro: saiba todos os cuidados com a cadela antes da cirurgia

Veja como a castração é importante para a saúde do seu cachorro
Veja como a castração é importante para a saúde do seu cachorro

A castração de cachorros ainda gera muitas dúvidas, mas nós garantimos que só existem benefícios para o seu pet! Além de ser a melhor maneira de evitar crias indesejadas, controla o número de cães abandonados e de rua, e previne inúmeras doenças. Nas fêmeas, por exemplo, diminui as chances de tumores na mama e no útero. Apesar de ser uma cirurgia de baixo risco, os donos costumam ter medo do procedimento. Para te ajudar na decisão, vamos tirar as principais dúvidas sobre o tema. Veja abaixo.

Quais os principais cuidados antes da cirurgia de castração de cadela?

A castração de cadela, no geral, é recomendada a partir dos 6 meses de idade, mas depende do porte. Para as fêmeas de grande porte, o ideal é esperar que ela complete um ano de vida. Não existe nenhum segredo no preparo da cirurgia. O importante é que o animal esteja com todas as vacinas e a saúde em dia.

Marque uma consulta no veterinário antes da castração para saber se a cadela está apta para fazer a cirurgia. Pode ser que o profissional peça um hemograma completo ou até mesmo um eletrocardiograma, varia de acordo com o histórico de saúde do animal. A cadela precisa fazer um jejum de 6 horas de água e 12 horas de comida antes da castração.

Quais os benefícios da castração de cadelas?

  • Diminui o risco de infecções e câncer de mama e útero;
  • Não há o risco de crias indesejadas;
  • Evita o cio e possível uso de anticoncepcional;
  • Controle populacional nos animais de rua;
  • Evita o surgimento de gravidez psicológica;
  • Aumenta a expectativa de vida.

A cirurgia de castração de cadela é mais perigosa?

A castração de cadelas consiste em abrir a barriga para a retirada do útero e dos ovários. É, de fato, mais complexa quando comparada à castração de machos, mas nada que seja motivo de uma grande preocupação. Escolha bem o local que irá fazer a cirurgia do seu pet e, se possível, sempre peça indicação de profissionais confiáveis.

Qual a melhor ração para cachorros castrados?

Como a castração envolve a retirada dos ovários, a produção hormonal é afetada e, por isso, é comum o ganho de peso. Após a cirurgia, a tendência é que os animais fiquem com menos energia, por isso é importante manter a rotina de passeios para que o cachorro faça exercícios.

Um dos erros mais comuns é o dono diminuir a quantidade de ração, mas isso pode resultar na falta de nutrientes. O ideal é trocar a ração normal por um com baixo índice de gordura e alto teor de fibras. Dessa forma, o animal consome menos calorias, e as fibras saciam a fome. Essa substituição na alimentação deve ser feita sob orientação do veterinário que acompanha a sua cadela.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Veja quais os cuidados necessários antes e após e cirurgia de castração
    Veja quais os cuidados necessários antes e após e cirurgia de castração

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro com olho vermelho: 5 razões para o problema

    Próxima matéria

    Cachorro com olho vermelho: 5 razões para o problema

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Bulldog francês, inglês, americano, Shih Tzu: saiba os cuidados especiais com cachorros braquicefálicos
    Cuidados

    Bulldog francês, inglês, americano, Shih Tzu: saiba os cuidados especiais com cachorros braquicefálicos

    As diferentes raças de cachorros braquicefálicos são encaixados nesta categoria por terem uma característica física em comum: o focinho achatado, sem o formato alongado que é comum às outras raças de animais. Além de se tornar um traço forte na aparência desses animais, a retração da mandíbula deles também é a responsável pela probabilidade maior que eles têm de desenvolver uma série de condições de saúde.

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo
    Cuidados

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo

    A saúde do cachorro depende de muitos cuidados com o corpo do animal - inclusive com as suas patinhas! São elas que dão todo o suporte necessário para que o cãozinho possa correr, brincar e pular, do jeitinho que eles gostam. Entretanto, muitos tutores não dão a devida atenção a pata de cachorro, e isso pode acabar desencadeando uma série de problemas na região, trazendo muito desconforto para o seu amigo de quatro patas. Pensando nisso, reunimos tudo que você precisa saber sobre essa parte do corpo dos cães: desde cuidados e doenças que podem atingir o local, até curiosidades e truques (como ensinar o cachorro a dar a pata, por exemplo). Confira!

    Ver Todas >

    Depressão em cachorro: quais as causas, sinais mais comuns e como é feito o tratamento?
    Saúde animal

    Depressão em cachorro: quais as causas, sinais mais comuns e como é feito o tratamento?

    Assim como os humanos, os cães não estão livres de problemas de caráter psicológico e emocional. A depressão em cachorro, por exemplo, é uma doença mais comum do que se imagina. Nesse caso, existe uma série de motivos que podem estar por trás de um cachorro depressivo, como mudanças de lar, a chegada de novos membros na família ou até mesmo a perda de entes queridos. A depressão canina pode se tornar grave se não receber o devido cuidado.

    O gato estressado tem mais chances de ficar doente?
    Saúde animal

    O gato estressado tem mais chances de ficar doente?

    Não é difícil deixar um gato estressado. Com um temperamento sensível, até mesmo as pequenas mudanças no cotidiano influenciam o comportamento do gato. Isso se reflete na forma como ele se alimenta, brinca, interage com os humanos e até no uso da caixa de areia. Mas você sabia que o aumento do nível de estresse podem deixar o gato doente? Isso mesmo! Os hormônios do estresse são capazes de desestabilizar o organismo do animal, revelando doenças que podem ser bem incômodas.

    Queda de pelo em gatos: quando o problema deixa de ser normal?
    Saúde animal

    Queda de pelo em gatos: quando o problema deixa de ser normal?

    Encontrar pelo de gato caídos pela casa - seja em cima do sofá, da cama ou até mesmo presos às roupas - é uma situação bastante comum para quem tem um felino em casa. Mas quando isso começa a acontecer com uma frequência e quantidade maior do que o normal, é importante ficar atento. A queda de pelo em gatos pode ter diferentes causas, mas nem sempre é motivo de preocupação. Então, como saber diferenciar uma queda de pelos em gatos normal de um quadro mais grave? Quando se trata da queda de pelos em gatos, o que pode ser?

    Refluxo em cachorro: veja algumas dicas para evitar o incômodo
    Saúde animal

    Refluxo em cachorro: veja algumas dicas para evitar o incômodo

    Assim como os humanos, o cachorro tem refluxo e pode precisar de algumas adaptações para aliviar o incômodo. Várias causas estão ligadas ao problema: uso de medicamentos, comer muito rápido, alterações na alimentação, obstrução e até mesmo fatores hereditários - como é o caso de algumas raças com predisposição. O refluxo em cães ocorre quando o conteúdo do estômago volta para a boca por meio do esôfago e de forma totalmente involuntária.

    Ver Todas >