Comportamento animal

Cão-guia: qual a importância do animal no dia a dia de pessoas com deficiência visual?

Publicado - 03 Dezembro 2019 - 15h07

Atualizado - 22 Abril 2024 - 17h57

Para gerar mais conscientização sobre as necessidades e o dia a dia de pessoas com diferentes tipos de deficiência, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o 3 de dezembro como o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Mesmo quase 30 anos depois (a data foi criada em 1992), a discussão ainda é plausível e necessária. A busca pela independência e autonomia é sempre uma constante na vida de pessoas com deficiência e, em um dos casos, a resposta está em um amigos de quatro patas: o cão-guia. Inteligente, forte, dócil e com uma memória incrível, esse animal é treinado desde os primeiros meses de vida para ser os olhos de quem não pode enxergar. Descubra mais sobre a vida desses animais aqui embaixo! 

Como funciona a criação de cães-guia?  

Para trabalhar como cão-guia, a trajetória do cachorro começa antes mesmo dele nascer, ainda na escolha das raças. É bem comum encontrar animais das raças Labrador, Golden Retriever e Pastor Alemão exercendo essa função: o cão-guia precisa ser, ao mesmo tempo, inteligente, dócil e forte, características bem comuns dessas raças. Em todo caso, o que importa mesmo é a personalidade do animal. Depois que nascem, os filhotes também passam por uma triagem individual antes de serem encaminhados para o treinamento. Além das características principais, eles também precisam ser bem sociáveis, sem tendência à agressividade, com facilidade para aprender os comandos com rapidez e se manterem focados na maior parte do tempo, além de uma ótima saúde. Os filhotes que não passam podem ser aproveitados para auxiliar em diferentes programas terapêuticos ou são adotados por famílias comuns, sendo criados como cães de companhia. 

No caso dos filhotes selecionados, o treinamento começa ainda nos primeiros meses de vida, quando as reações do animal a diferentes tipos de estímulos externos começam a ser treinadas. Com um ano de idade, o cachorro começa a aprender comandos vitais para o serviço, como, por exemplo, reconhecer situações que podem colocar o deficiente em perigo e, nesses casos, desobedecer. Ele desvia de objetos, aprende a sinalizar degraus, calçadas e esquinas e se adapta ao arnês, espécie de guia utilizada pelo deficiente visual para sentir os comandos do animal.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

 

Cachorro filhote recebendo treinamento

 

O tutor do cão-guia também precisa de uma fase de adaptação

Quando o treinamento do animal acaba, as escolas de formação de cães-guia (geralmente, organizações sem fins lucrativos), se encarregam de fazer a combinação entre animal e dono de acordo com a personalidade de cada um deles. Depois dos pares formados, chega a fase de adaptação um com o outro: durante mais ou menos um mês, o treinador do animal faz a mediação dos encontros e ensina, também, o futuro tutor para que ele saiba como lidar e como entender as indicações do animal. O treinador, nesse caso, também atua para garantir a segurança do dono do animal.

Como é possível conseguir um cão-guia? 

O cão-guia deve começar a exercer a função assim que o treinamento acaba, já que ele trabalha por um período determinado de tempo — a aposentadoria chega quando o animal começa a transição para a terceira idade, entre os seis e sete anos. Por isso, a pessoa com deficiência visual que deseja contar com a ajuda do cãozinho precisa entrar numa fila organizada pelas instituições que treinam os animais e os tutores e esperar a disponibilidade do animal. O futuro dono precisa comprovar a deficiência, ter boa saúde física e mental e conseguir sustentar o animal.

Redação: Ariel Cristina Borges

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Comportamento

Vira-lata caramelo invade casamento e rouba a cena no momento da entrada da noiva

Os vira-latas têm um lugar especial no coração dos brasileiros. Quando o assunto é um vira-lata caramelo, então, há quem diga que es...

Gato

As 7 raças de gatos que mais amam conviver com crianças - e os benefícios dessa relação são reveladoras

Para quem tem filhos e sempre quis ter um gatinho em casa, a boa notícia é que existem muitas raças de gatos que se dão bem com os p...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Gato

Tutora registra o crescimento de filhote de Maine Coon laranja até ele virar um gato gigante

Quando o assunto é gato gigante, o Maine Coon é uma das raças de mais destaque. O gato Maine Coon é considerado a maior raça do mund...

Ver todas