Estar sempre de olho na caixa de areia para gatos para saber se o pet está fazendo o xixi e cocô direitinho é uma das obrigações dos gateiros. Os felinos praticamente já “nascem” sabendo usar a caixa de areia, mas é essencial estar de olho em qualquer alteração no comportamento para identificar possíveis doenças no sistema urinário e sistema digestivo do gato. O Patas da Casa separou algumas dicas de como monitorar a caixa de areia do gato no dia a dia!

Teste seus conhecimentos sobre a saúde de gato!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Estabeleça uma rotina para conferir a caixa de areia para gatos

A frequência em que um gato faz xixi e cocô pode variar, mas é importante ter o hábito de conferir a caixa de areia diariamente para checar se o pet está fazendo suas necessidades certinho e aproveitar para fazer a limpeza. Os felinos são bem criteriosos com higiene e a caixa de areia suja pode resultar no gato fazendo xixi e cocô no lugar errado

Caso você perceba mudanças significativas na frequência em que o gato urina ou defeca, o ideal é procurar o médico veterinário para analisar o caso. Os gatos costumam urinar entre 2 a 5 vezes ao dia, já a evacuação costuma ocorrer pelo menos uma vez ao dia. 

Fazer a inspeção da caixa de areia do gato permite observar a saúde da urina e fezes

Observe a cor e textura do xixi e das fezes na caixa de areia para gato

Ao monitorar a caixa de areia para gatos é importante ainda observar a textura e coloração da urina e das fezes. A areia de gato pode mascarar algumas características, por isso, pode ser necessário checar de perto a consistência dos dejetos. O xixi de um gato saudável deve ser em uma cor amarelo clara, o que indica uma hidratação adequada para o animal. Ao notar uma cor mais escura ou presença de sangue, o tutor deve ligar o alerta e consultar o médico veterinário.

As fezes devem ter uma consistência firme, mas sem estarem duras e secas. A forma normal das fezes de gato é de um cilindro bem formado. O cocô de gato líquido, mole, com presença de sangue ou excessivamente duro pode indicar problemas digestivos ou problemas de saúde mais graves. Nesses casos, também é necessário consultar um especialista para verificar. 

Escolha uma caixa de areia para gatos grande o suficiente para seu pet se movimentar confortavelmente

Além de monitorar a eliminação, a escolha correta da caixa de areia e do tipo de areia é fundamental para o conforto e higiene do seu gatinho. Ao selecionar a caixinha, opte por uma que tenha um tamanho adequado para que o gato possa se movimentar com conforto. Hoje em dia, é possível encontrar modelos de caixa de areia para gatos fechada, aberta, com laterais altas e com peneira. A altura das bordas também é importante, pois alguns gatos preferem caixas de areia mais baixas, que facilitam a entrada e saída. 

Os modelos mais modernos, como a caixa de areia autolimpante, podem ser um problema para checar se os dejetos estão saudáveis. Esse modelo passa por um processo de peneiração automático que impede que o tutor perceba qualquer alteração na coloração, cheiro ou textura das fezes e urina. Portanto, não é muito indicado. 

Quanto ao tipo de areia, existem diferentes opções disponíveis, como argila, areia sílica e granulado de madeira. Observe as preferências do seu felino em relação à textura e odor da areia. A maioria dos gatos se adapta bem com a areia granulada com base de argila, pois ela forma torrões ao entrar em contato com a urina, facilitando a remoção dos resíduos. Já a sílica e madeira são mais práticas para o tutor, já que não se espalham tanto pela casa e têm maior durabilidade. Certifique-se de manter a caixa de areia limpa, removendo os dejetos diariamente e substituindo a areia regularmente para evitar o mau cheiro.