Os gases em cachorro são uma situação super comum e que podem acontecer quando menos se espera, deixando o ambiente com um cheiro bem desagradável. Não é culpa dos cães, mas normalmente o fato está diretamente relacionado com a alimentação do cachorro. Em outros caso, pode ter relação com algum problema de saúde, então todo cuidado é pouco. Para entender os motivos por trás de um cachorro com gases fedorentos e o que fazer, reunimos informações importantes sobre o assunto. 

O que causa os gases em cachorro?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

O processo de formação dos gases em cachorro é bem semelhante ao que acontece no organismo humano. As flatulências podem ser formadas a partir da ingestão de ar durante a alimentação ou são resultado da fermentação do alimento pelas bactérias que vivem no intestino do cãozinho. De qualquer forma, as causas para que isso ocorra são variadas. O cachorro com gases fedorentos, por exemplo, geralmente é aquele que se alimenta muito rapidamente, não mastiga muito bem os grãos da ração e, nesse processo, acaba engolindo ar junto.

Além disso, uma dieta pobre em nutrientes e que não atende as necessidades do animal também pode acabar deixando o cachorro com dor de barriga e gases. Por último, alergias alimentares ou doenças que afetam o trato intestinal do cãozinho costumam ocasionar no problema. No caso de doenças, é importante avaliar a presença de outros sintomas para chegar em um diagnóstico.


Normalmente, os gases em cachorro são decorrentes da alimentação
Normalmente, os gases em cachorro são decorrentes da alimentação

Cachorro com gases: o que fazer?

Os gases podem ser bastante incômodos para os cães, causando muito desconforto e até dores abdominais (principalmente quando essas flatulências se acumulam no intestino do animal). Então como fazer cachorro soltar gases? Se não for um caso muito complexo, é possível estimular a liberação desses gases por meio de exercícios físicos, como longas caminhadas e brincadeiras. No entanto, se o cãozinho estiver com um acúmulo de flatulências no organismo, isso pode ser um pouco mais complicado e somente o médico veterinário poderá ajudar. Vale ficar atento também à possíveis mudanças de comportamento do cachorro, uma vez que o inchaço do abdômen e a falta de apetite normalmente estão associados ao quadro.

Remédio para gases em cachorro funciona?

Afinal, como tratar gases em cachorro? Por mais que seja possível encontrar uma infinidade de remédios naturais na internet para resolver esse tipo de problema, essa não é a melhor saída para cuidar da saúde do cachorro. O tutor deve priorizar a avaliação médica e seguir todas as orientações do veterinário, que provavelmente vai recomendar medicamentos específicos para cada caso ou sugerir mudanças na dieta do animal. Algumas opções naturais até podem ser adotadas, desde que o tutor converse previamente com um profissional. O chá de camomila e o chá de canela, por exemplo, são duas alternativas possíveis de remédio para gases em cachorro, mas que não podem conter nenhum ingrediente “extra” na sua composição, como a adição de açúcar ou adoçante.

Redação: Juliana Melo