Comportamento animal

Cachorro gigante: tutores compartilham como é o dia a dia desses "cãezinhos"

Publicado - 26 Maio 2021 - 16h34

Atualizado - 13 Maio 2024 - 09h44

Você já cruzou por aí com uma raça de cachorro gigante? Ver um de perto pode até assustar - afinal, eles não passam despercebidos -, mas a verdade é que os cachorros grandes, na maioria das vezes, são dóceis e amigáveis, às vezes até bobões para o tamanho. O Dogue Alemão, que ficou mundialmente conhecido por causa do personagem Scooby Doo, e o Mastiff Inglês são dois exemplos de raças gigantes. Eles podem surpreender com a convivência tranquila e divertida.  Ter um cachorro gigante, porém, requer cuidados redobrados com a alimentação, nível de exercícios físicos e espaço para criação.

Para entender melhor como funciona a rotina dos cachorros gigantes e qual é a melhor forma de cuidar deles, o Patas da Casa conversou com dois tutores que já estão mais do que acostumados com esses grandes cãezinhos. 

Passear com cachorro: como gastar a energia de um pet gigante?

Isso é uma questão que vai depender muito da raça de cachorro gigante e de outros fatores, como a idade e as condições de saúde do animal. Nem sempre um cãozinho grande é mais agitado e precisa de muitas horas de passeio (na verdade, alguns cachorros pequenos até têm mais energia que os grandes). Esse é o caso do Brutus e da Troia (@brutus_troia ), os cães Mastiff do Pedro Melo. Eles não necessitam de passeios longos, já que eles são bem tranquilos no dia a dia: “Se o local onde eles moram for grande, não há necessidade de passear, pois o prazer deles está em fazer a ronda na casa. Caso o espaço seja pequeno, um passeio de 20 minutos já é suficiente para o animal fazer suas necessidades”.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Já o Boi (@chico_boizinho ), que é o Dogue Alemão da Nathalia Breder, costumava passear seis vezes por dia quando era filhote. Agora, já adulto, ele sai de casa ainda seis vezes, mas só para fazer xixi e voltar. “Passeio longo mesmo só pela manhã e à noite, com cerca de 1 hora de duração cada”, conta a tutora. Hoje com 3 anos e meio de idade, o Boi pesa 78kg - distribuídos em 97 centímetros de altura.

Sair de casa com uma raça de cachorro gigante tem vantagens e desvantagens

Qualquer pessoa que não convive com um cachorro gigante pode imaginar uma cena desastrosa durante os passeios na rua, mas nem sempre é assim. Com a socialização correta e treinos de obediência e controle (que é indicado para qualquer cachorro, independente do tamanho), é super possível fazer um passeio tranquilo com um cãozinho grandão.  

No caso de Pedro, passear com os Mastiffs é bem tranquilo. O único cuidado, porém, é evitar o contato com cães que Brutus e Troia não conhecem. Com o Boi, a situação é um pouco diferente. Por ser um cachorro gigante e que chama muita atenção por onde passa, Nathalia conta que sair na rua pode ser desesperador, mas não por causa do Boi, e sim pelas pessoas que encontra no passeio.  “Todos vão em cima dele, querem abraçar, tirar foto, pedem para fazer carinho”. Além disso, ainda tem outros fatores que dificultam as saídas: “Ele não cabe em qualquer carro e nem dá para ir em qualquer lugar com ele. Alguns shoppings aceitam, outros não. Não cabe na mesa da clínica veterinária, nem dentro dos tanques de banho e tosa. Tive que trocar de carro para que ele coubesse durante as viagens e passeios.”

 

Cachorro grande preto ao lado de jovem
Cachorros grandes parecem ainda maiores perto de pessoas mais jovens

 

Alimentação do cachorro gigante precisa de um cuidado especial

Os cães têm necessidades nutricionais distintas que variam de acordo com o porte, raça e idade. No caso do Boi, Nathalia, que também é médica veterinária, explica: “O Dogue Alemão tem uma necessidade calórica muito maior que os outros cães. Quando é filhote tem um gasto calórico que pode chegar a 8 mil calorias por dia, e adulto a 6 mil calorias por dia. Isso quer dizer que ele come de 1.500kg a 2.500kg por dia de uma ração de alto padrão (super premium). São sensíveis para comer grandes volumes, não conseguem. A maioria tem paladar exigente, então enjoam da ração com frequência. O Boi come por mês 60kg de ração super premium + 15kg de comida + 10kg de carne e ossos.”

Por ter necessidades bem específicas, é importante sempre buscar o auxílio de um veterinário para entender como alimentar um cachorro gigante. Esse cuidado é essencial para não faltar nutrientes ou exagerar na quantidade de comida. Na hora de escolher a ração de cachorro mais adequada, o tutor precisa se atentar às características específicas do cachorro, pois cada tipo (determinados pela idade e tamanho) tem uma distribuição diferente de nutrientes.

E na hora de dormir, como oferecer conforto para os cachorros gigantes? 

Todo cachorro precisa de um lugar adequado para descansar, e com uma raça gigante isso não é diferente. Segundo Pedro, os cães Brutus e Troia dificilmente dormem o tempo todo no mesmo cantinho. “Eles gostam de fazer um rodízio de lugares durante a noite, e também gostam de dormir agarradinhos entre eles”. Pelo tamanho desses grandões, dormir na cama dos donos definitivamente não é uma opção.

O Boi tem opção de sobra na hora dos cochilos. “Ele tem um quarto no quintal com uma cama box de solteiro, e tem um colchão de solteiro dentro de casa. Ele passa a maior parte do tempo nesse colchão, porque eles têm a necessidade de estarem grudados nos donos o tempo todo", revela. Entre os cochilos, o Dogue Alemão gosta de correr e brincar. Por conta disso, é essencial ter uma casa adequada para o porte gigante, como destaca Nathalia. "O Dogue Alemão ocupa muito espaço, mas ao mesmo tempo são cães tranquilos, carentes e fiéis.” Ou seja, o que tem de tamanho tem de amor para dar, né?!

 

Cachorro grande em pé abraçado com tutora
Cachorros grandes em pé podem ser quase do mesmo tamanho de uma pessoa adulta

 

A convivência com um cachorro gigante é marcada por muito companheirismo

Segundo Nathalia, o Dogue Alemão é uma raça que consegue viver bem com todos e está disponível para qualquer coisa o tempo todo. “São tranquilos com crianças, mas precisam correr e brincar todos os dias. Aceitam carinho das pessoas na rua, mas são ciumentos com os donos, possessivos e defendem a casa”, revela. Os Mastiffs do Pedro não são muito diferentes: eles são amáveis com a família, muito carinhosos e protetores. “Eles gostam de ficar perto sempre que possível. Dormem bastante, mas sempre estão em alerta para algo estranho”, conta o tutor.

Cachorros gigantes: como deve ser o espaço para a criação desses cães?

Para Nathalia, é fundamental ter espaço em casa, porque embora o Boi seja um cachorro gigante tranquilo, ele tem picos de energia que um apartamento tradicional não dá conta. “Eu morava em um apartamento e precisei mudar quando ele fez cinco meses. Com o espaço adequado eles se desenvolvem, melhoram a articulação e têm uma vida mais saudável”.

Além disso, o tutor Pedro também acrescenta: “Como são grandes, é interessante que eles não tenham acesso a escadas e pisos lisos, como azulejos, que são escorregadios e podem causar quedas. Piso de cimento ou grama são os mais indicados. Também é interessante que eles tenham uma área de pelo menos 20 m² para fazerem suas necessidades, afinal o cocô e o xixi são proporcionais ao tamanho deles”. 

Redação: Juliana Melo e Hyago Bandeira

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Cachorro

Samoieda: saiba como ter um cachorro da raça russa e outras curiosidades sobre a convivência com esse pet

O Samoieda é um dos cachorros mais bonitos que existem! Com uma pelagem branquinha e uma fisionomia que lembra bastante um lobo, a r...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Adote um animal

Os nomes para gatos fêmeas mais famosos do momento: 100 dicas para escolher como chamar seu novo pet em 2024

Existem muitas opções de nomes para gatos fêmeas para escolher depois da adoção.  A inspiração para nomes de gatos pode vir de ...

Ver todas