Cachorro

Cachorro e gato juntos: veja em infográfico como melhorar a relação entre as duas espécies!

Por muito tempo, cachorro e gato foram considerados verdadeiros inimigos, mas é necessário desmistificar essa ideia, porque isso não condiz muito bem com a realidade. Na verdade, é totalmente possível construir uma boa relação entre as duas espécies e viver em harmonia com o gato e cachorro na mesma casa. Não é à toa que muitos tutores têm os dois bichinhos - e isso acaba rendendo várias fotos bem fofas de doguinhos dormindo junto com os bichanos. No entanto, não se pode negar: às vezes criar bons laços entre os dois animais pode ser uma tarefa difícil. Por isso, o Patas da Casa preparou um infográfico com algumas dicas de como adaptar cachorro com gato sem grandes problemas. Veja abaixo!

Confira dicas de como adaptar e melhorar a relação de um cachorro e gato
Confira dicas de como adaptar e melhorar a relação de um cachorro e gato

Mais Lidas

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
Comportamento animal

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
Comportamento animal

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
Comportamento animal

As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
Comportamento animal

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

A adaptação do cachorro e gato deve acontecer gradativamente

Se você tem um cãozinho em casa e pretende adotar um gato (ou vice-versa), é importante saber exatamente como fazer a apresentação dos dois animais para que não haja nenhum tipo de problema. O comportamento canino é muito diferente do felino, e é comum que ocorram atritos nos primeiros dias. Como muitos sabem, os cachorros geralmente são mais espaçosos, brincalhões e gostam de ter atenção contínua. Já os gatos costumam ser mais reservados, independentes e não têm a necessidade de interagir o tempo inteiro. É muito comum que, na tentativa de se aproximar, o cachorro acabe invadindo o espaço do gatinho.

Portanto, o ideal é que a introdução de uma espécie a outra seja feita aos poucos e sempre com supervisão. Assim, o tutor tem o controle da situação e pode separar os animais em qualquer tentativa de invasão do espaço do outro ou início de conflitos. 

Cachorro com gato: como melhorar a convivência entre as espécies? 

Existem várias formas de tornar a relação entre as duas espécies mais amigável. Uma delas é o adestramento, medida que pode ser adotada principalmente em casos onde o gato e cachorro têm personalidades muito fortes e não se dão bem de jeito nenhum. O reforço positivo é a melhor forma de fazer isso, seja com o auxílio de um adestrador ou não. A técnica consiste em associar a interação entre os dois animais a algo positivo, como brincadeiras, petiscos e até mesmo carinho. Ou seja, sempre que o cachorro e gato estiverem juntos, o tutor deve fazer com que eles aproveitem esse momento da melhor forma possível, fazendo com que eles percebam que podem ser bons amigos.

Apesar disso, é importante ter em mente que cada bichinho deve ter o seu espaço para relaxar e descansar. Então uma dica é escolher cômodos diferentes da casa para colocar a caminha do cachorro e gato. Assim é possível evitar atritos quando os animais não estiverem sendo supervisionados, e cada um tem a sua “privacidade” respeitada.

Se os ânimos continuam muito exaltados mesmo depois de todas essas tentativas, o uso de difusores de feromônios também pode ajudar no processo de adaptação. Mas lembre-se que é preciso adquirir um difusor específico para cada espécie, e é fundamental conversar com o médico veterinário do gato e cachorro antes de tomar esse tipo de decisão, hein?! Com todas essas dicas, logo logo seus pets estarão convivendo em harmonia. 

Redação: Juliana Melo

Cachorro castrado marca território? O que fazer?

Próxima matéria

Cachorro castrado marca território? O que fazer?

Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
Adestramento

Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
Adestramento

Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

Gato e cachorro juntos na soneca: 45 fotos que mostram a amizade entre as duas espécies na hora de dormir
Cuidados

Gato e cachorro juntos na soneca: 45 fotos que mostram a amizade entre as duas espécies na hora de dormir

Há quem diga que cachorro e gato são inimigos naturais e que não podem viver bem juntos. Mas, embora essa rivalidade seja historicamente conhecida, a verdade é que a relação entre essas duas espécies nem sempre é problemática. Aliás, pelo contrário: tem gato e cachorro que conseguem conviver tranquilamente, e ainda por cima com muito amor envolvido. 

Pastor-de-shetland ou Border Collie? Veja as diferenças entre as duas raças de cachorro
Raças

Pastor-de-shetland ou Border Collie? Veja as diferenças entre as duas raças de cachorro

É muito comum que haja uma confusão quando falamos do Pastor-de-shetland e do Border Collie. Afinal, são duas raças de cachorro que compartilham basicamente os mesmos ancestrais e, fisicamente, o cão Pastor-de-shetland tem algumas semelhanças notáveis quando comparado com um Collie - e, consequentemente, com o Border Collie também. Por isso, nada mais justo do que destacar quais são as principais diferenças entre essas raças, não é mesmo? 

Ver Todas >

Por que o cachorro segue o dono? Veja o que está por trás do comportamento!
Comportamento animal

Por que o cachorro segue o dono? Veja o que está por trás do comportamento!

Existem cachorros que são mais desprendidos e não fazem tanta questão de estar o tempo todo colados com a família. Enquanto isso, outros cãezinhos são tão apegados aos donos que os seguem por todos os cômodos da casa, querendo estar sempre por perto. Mas será que esse é um comportamento normal ou pode representar um problema de dependência emocional? Afinal, por que o cachorro segue o dono o tempo todo?

Adestramento de cães: 5 coisas que você precisa saber antes de adestrar o seu cachorro
Comportamento animal

Adestramento de cães: 5 coisas que você precisa saber antes de adestrar o seu cachorro

A melhor forma de lidar com um cachorro bagunceiro ou que não sabe se comportar é estabelecendo limites e ensinando a ele o que é certo e errado. E como fazer isso, afinal? O adestramento de cães pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não é, desde que seja feito do jeito correto. Assim como qualquer campo de conhecimento, existem algumas regras básicas que todo tutor precisa saber antes de adestrar cachorro, como quais são as técnicas mais utilizadas e qual a melhor idade para iniciar o adestramento de cães.

Brincadeiras para cachorro:
Comportamento animal

Brincadeiras para cachorro: "posso deixar meu pet brincar com gravetos que ele encontra na rua?"

Existem muitas variedades de brinquedos para cachorro e cada animal tem sua preferência e paixão por um. Como os doguinhos não fazem distinção de coisas caras ou baratas, qualquer coisa que encontram pela frente se transforma em brincadeira. Eles podem fazer a festa com um simples graveto de árvore caído na rua, por exemplo. Acontece que dar graveto para cachorro não é a brincadeira mais segura que existe. 

Como é a personalidade do Bulldog Inglês?
Comportamento animal

Como é a personalidade do Bulldog Inglês?

Dentre tantas raças de cachorro que existem, uma das mais adoráveis e cativantes certamente é o Bulldog Inglês. “Mas eles não são mal humorados?” - é o que muitos se perguntam, principalmente por causa da carinha de rabugento típica da raça. A verdade é totalmente diferente disso: qualquer pessoa que tem a chance de conviver com um cachorro Bulldog Inglês sabe bem como esses animais podem ser amorosos e brincalhões. 

Ver Todas >