O cachorro marcando território é um instinto natural do comportamento canino - e também uma das principais dores de cabeça dos tutores, principalmente se estamos falando de filhotes. Nada passa batido pela necessidade do cãozinho de dominar o mundo: árvores na rua, muros, portões, rodas de carros e às vezes até móveis dentro de casa são marcados com a urina do pet. A castração de cachorro costuma ser o método mais recomendado para corrigir o comportamento, mas nem sempre funciona assim. Apesar da tendência ser que o cachorro melhore alguns comportamento depois da esterilização, é tudo muito relativo e o resultado depende de muitos fatores, como a idade e até a própria personalidade do animal. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Afinal, cachorro castrado marca território?

É possível dizer que o cachorro castrado para de marcar território ou esse é um comportamento que pode permanecer mesmo depois da castração? Para desvendar esse mistério, nós conversamos com o médico veterinário Thiago Félix, de Brasília: “Pode-se dizer que de 100%, pelo menos 80% dos cães param de marcar território depois de castrados. No entanto, tem alguns animais que mesmo com a castração não param com o hábito, porque já se tornou um instinto para eles”. A causa para isso, porém, não é algo muito bem definido. De acordo com o especialista, o que pode influenciar nesse caso é quando a castração ocorre de forma tardia, pois o cachorro geralmente já desenvolveu esse aspecto comportamental de urinar para marcar território ao longo da sua vida. Mesmo com a queda dos níveis hormonais, o cachorro não vai simplesmente “perder” aquele hábito de uma hora para outra. É necessário um treinamento para que esse tipo de atitude seja corrigida.

E mesmo quando a castração resolve o problema, a mudança de comportamento não é imediata: “Demora, em média, de 3 a 6 meses para abaixar o nível de testosterona no organismo canino, e alguns cachorros realmente param com essa questão da marcação. Mesmo assim, é uma questão muito relativa de cada paciente”.

 

Cachorro marcando território é um instinto natural que pode ser corrigido com os estímulos corretos

Cachorro marcando território é um instinto natural que pode ser corrigido com os estímulos corretos

 

 

Cachorro marcando território mesmo depois de castrado: 3 dicas que podem ajudar a evitar esse comportamento

 

Se o seu cãozinho foi castrado e mesmo assim continua urinando em lugares que não deve por pura questão de territorialismo, chegou a hora de descobrir como evitar do cachorro marcar território por aí. Nós conversamos com o comportamentalista Igor Simões, do Rio de Janeiro, que separou as seguintes dicas:

1) Ter uma rotina de passeios com o cachorro é essencial. Segundo Igor, a necessidade de urinar e querer deixar o cheiro nos lugares é algo natural e instintivo dos cães. Por isso, o mais recomendado é levar o animal para passear e explorar os ambientes fora de casa, direcionando a marcação de território para esses momentos. “A rotina de passeios ajuda a diminuir a tensão do cão na hora de marcar território e deixar o seu cheiro nos lugares, ajudando-o a ficar mais relaxado”.

2) Cachorro marcando território em casa? O tutor deve corrigir o comportamento no ato! Muita gente acredita que a melhor forma de educar o cão é prevendo as suas ações ou punindo o animal caso ele faça algo de errado. O profissional, porém, alerta que isso é totalmente contraindicado: “O ideal é corrigir na hora em que acontecer. Nunca tentar prever nem fazer isso posteriormente, porque não tem nenhum efeito positivo. O cachorro não vai associar aquilo ao que ele fez de errado. Então no momento em que o cachorro estiver urinando, corrija, chama a atenção. Isso ajuda a tirar o foco daquela atividade que ele está realizando, quebrando esse padrão de comportamento”.

3) Mantenha o cachorro com um nível baixo de energia dentro de casa. Quando os cães estão muito excitados, acabam levantando a perna e fazendo xixi em algum lugar involuntariamente. Por isso, Igor recomenda que os cachorros sejam mantidos sempre com um baixo nível de energia, evitando excitações dentro de casa. “É bom deixar o cão calmo, evitar grandes estardalhaços com o animal para acabar com essa situação do cachorro ficar levantando a perna”. Uma boa forma de manter o cãozinho cansado dentro de casa é investindo no enriquecimento ambiental, com brinquedos e outros acessórios capazes de distrair o animal.

Castrar cachorro diminui a marcação de território, mas também tem outros benefícios

A castração de cães até pode contribuir para evitar o cachorro urinando por todo lugar, mas esse está longe de ser a maior vantagem da cirurgia. “Os benefícios que se pode ter com o cachorro castrado incluem a melhoria da qualidade de vida do animal, assim como a prevenção de diversas doenças”, revela o veterinário Thiago. Além do mais, o procedimento influencia fortemente em diversos aspectos comportamentais dos cães, pois eles tendem a ficar mais calmos e tranquilos depois de castrados. O apetite é outro ponto que muda: “Aumenta o apetite e diminui o grau de agitação em alguns cães. Com isso, os animais tendem a engordar com mais facilidade se o dono não investir em exercícios físicos e regular bem a alimentação”. Não podemos esquecer que a castração evita a gravidez indesejada e o abandono animal, já que serão menos filhotes em busca de um lar.

Redação: Juliana Melo