O botão de comandos para cachorro está aí para realizar o sonho do tutor de fazer o pet "falar". Originalmente usado com crianças que apresentam algum grau de dificuldade no desenvolvimento da comunicação, o acessório passou a ser utilizado com pets e se tornou um brinquedo que possibilita conversar com o tutor e pedir diversas coisas, como brincar, comer, ganhar carinho e até passear. Se você está aqui, com certeza já se deparou com algum vídeo de cachorros apertando os botões e ficou curioso para saber como o acessório funciona. Vamos te contar como funciona e dar dicas de como ensinar o cachorro a usar essa ferramenta para se comunicar.

Botão de comandos para cachorro serve para o pet “falar” com o tutor

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Qualquer tipo de  brinquedo para cachorro tem uma função que vai além da diversão: eles servem para estimular, especialmente, a cognição do pet ao mesmo tempo que gasta a energia física. O botão de comandos é uma estrutura redonda com um gravador interno, saída de áudio, compartimento para pilhas e base antiderrapante. A função do botão de comando para cachorro é facilitar a comunicação. E fica a critério do tutor quais os comandos para ensinar ao cachorro usar no botão. Em todo o caso, prefira comandos curtos.

Existem diferentes cores do acessório, então o ideal é, para cada comando, usar um botão de cor diferente.  Os gatos também podem ser treinados para o uso do acessório, mas o processo de aprendizado da espécie é diferente e isso precisa ser levado em conta. 

Aprendendo a configurar os botões de comandos para cachorro

O uso dos botões de comando para cachorro é bem simples: após retirar da embalagem, o tutor deve configurar o acessório com a gravação do comando. Use uma palavra por botão e fale de forma clara.

Primeiro, deve-se configurar o aparelho. Insira as pilhas, acione o gravador e diga um comando. Faça o teste do som e, se estiver tudo certo, o próximo passo é treinar o cachorro. Para que a estratégia funcione, é importante que o pet saiba o básico de adestramento. Ou seja, o cachorro deve saber ouvir e atender o tutor, além de obedecer comandos básicos. Então, os primeirostruques para ensinar ao cachorro são: sentar, dar a pata, vem, vai e fica. Tudo isso, é imprescindível para o cão entender que cada botão, cor ou som, indica alguma necessidade. Uma dica de uso é colar os botões em alguma superfície para evitar que se saia do lugar.

Ensine o cachorro a "pedir" coisas básicas do dia a dia

Parece difícil, mas não precisa ensinar os comandos avançados para cachorros. Além de comer, o cachorro pode aprender a pedir carinho, sair para passear ou brincar. Não há limites! Tudo vai depender da paciência e da criatividade do tutor. Inclusive, os cães podem até aprender a se expressar e mostrar se estão felizes ou tristes. E se você quer um doguinho bilíngue, faça treino dos comandos habituais em outras línguas. Em seguida, faça um reforço deste exercício usando os comandos em inglês para cachorros no botão de voz.


O botão de comando é uma forma do cachorro expressar melhor o que quer
O botão de comando é uma forma do cachorro expressar melhor o que quer

Como treinar o cachorro a usar os botões de comando para se comunicar

Antes de mais nada, apresente o brinquedo para o cachorro. Deixe ele cheirar, mexer e, principalmente, apertar o botão. Feito o primeiro contato, ele ainda não vai entender muito bem para que serve aquilo. Mas se ele já passou por um adestramento, logo perceberá que o novo "brinquedo" será um meio de se comunicar. 

Depois de gravar todos os comandos, a dinâmica com o acessório será a mesma de um treino habitual. Veja 3 passos pra fazer isso:

  1. Separe alguns petiscos, aperte o botão já com a gravação e ofereça a recompensa.
  2. Em seguida, o cão deve apertar o brinquedo. Para isso, faça ele “tocar aqui” como de costume: mostre o petisco, diga o comando e quando ele obedecer, dê o prêmio. No entanto, o toque deve ser na peça (e não na palma do tutor).
  3. Repita o processo até ele associar essa atitude e perceber que para ganhar comida, deve “pedir comida”.

Botão de comandos para cachorro melhora comunicação do pet com a família

Já faz parte dos animais domésticos criar táticas próprias e peculiares para chamar a atenção do tutor. Por exemplo, os gatos miam alto e próximos ao comedouro quando querem mais comida. E os cachorros levam a bolinha até o tutor quando querem brincar. Mesmo assim, nem sempre é possível entender 100% do que eles querem nos dizer. Então, os botões melhoram a comunicação cão-tutor. Se o tutor conseguir fazer o treino, será possível saber melhor quais são as necessidades do animal. Se ele quiser brincar, comer ou passear, basta ir ao botão certo.

Diversos vídeos hilários pela web mostram como os botões de comando para cachorro são válidos. Os mais famosos tem o Bambino como protagonista. Esse vira-lata caramelo sabe muito bem como é conversar com os tutores de uma maneira muito divertida. Veja só!


De onde surgiu a ideia de usar os botões de comandos com cães?

Mas quem teve a ideia de criar um botão de comando para o cachorro “falar”? Bom, há anos os especialistas em comportamento animal se desdobram para criar mecanismos que nos aproximem cada vez mais dos nossos pets. Mas foi Christina Hunger, uma fonoaudióloga apaixonada por cães, que considerou o uso da peça com animais. Após adotar Stella, uma filhote de Boiadeiro Australiano, ela percebeu que a cadela tinha a mesma capacidade pré-linguística das crianças que atendia no consultório. Então ela resolveu testar os botões e o resultado deu super certo. 

Redação: Erika Martins

Edição: Luana Lopes