Cuidados

Bigode de gato: como saber se as "vibrissas" estão saudáveis?

  O bigode do gato está presente em muitos processos da rotina do animal, como a comunicação e o equilíbrio
O bigode do gato está presente em muitos processos da rotina do animal, como a comunicação e o equilíbrio

Mais que elegância, o bigode de gato tem importantes funções no comportamento felino. Manter uma boa aparência em nossos gatinhos é sempre bom, mas além da estética, é essencial prestar atenção na saúde do animal. A queda das vibrissas do gato, popularmente chamadas de bigodes, e outras alterações sempre vão gerar dúvidas nos tutores. É preciso se preocupar com a queda desses pelos? E afinal, para que serve o bigode de gato? Juntamos essas e muitas outras informações sobre o bigode do gato. Confira e tire todas as suas dúvidas sobre os fios que só deixam nosso pet mais charmoso!

Para que serve o bigode de gato?

As vibrissas do gato são os pelinhos mais grossos que ficam na região entre o nariz e a boca do animal. Os fios também podem ser vistos em menor quantidade em outras partes do corpo. Afinal, você sabe para que serve as vibrissas? Gato é um animal repleto de curiosidades: esses pelos exercem uma função sensorial e de detecção de vibrações, que ajudam os gatos a detectar objetos, ter mais noção de espaço e até mesmo identificar a pressão do ar. Os bigodes também ajudam no equilíbrio do gato

Além disso, os bigodes do gato podem indicar o humor do animal. Isso mesmo, as vibrissas também são uma forma de comunicação. Quando os fios estão virados para trás, indica que ele está assustado, desconfortável ou em posição defensiva. Já quando o gato está entusiasmado ou curioso, os bigodes ficam mais relaxados e mais puxados para frente.

O bigode de gato cresce de novo? É normal cair?

Essa é uma grande questão para “os pais de primeira viagem”. É comum que alguns tutores iniciantes se assustem ao encontrar um bigode caído. Sim, o bigode de gato cresce naturalmente. Assim como os outros pelos do corpo do animal, os bigodes caem e crescem novamente de forma natural. As vibrissas crescem, em média, mais 1 cm por mês. Por isso, não se assuste caso veja algum bigode caído por aí.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Pelos mais fracos e quebradiços que o normal podem indicar algum problema
    Pelos mais fracos e quebradiços que o normal podem indicar algum problema

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Bigode de gato quebradiço e caindo mais que o normal pode indicar algum problema

    Ao perceber que o bigode do gato está quebrando e caindo com muita facilidade, fique atento! Ainda que seja normal as etapas de crescimento e queda das vibrissas, os pelos mais fracos e quebradiços que o normal podem indicar alguma disfunção ou problema nutricional. Problemas em toda a pelagem do animal também costuma ter relação com isso. Por esse motivo, é essencial manter as visitas ao veterinário de seu pet em dia. 

    Bigode de gato: pode cortar as vibrissas?

    Não é indicado cortar os bigodes do gato, pois pode afetar a saúde do animal. Como falamos anteriormente, as vibrissas têm uma função sensorial. Ao cortar o bigode de seu bichinho, ele pode ficar desorientado, perdendo a noção de espaço e com menos percepção. Essa situação pode deixar o gato estressado e até ocasionar algum acidente. Por isso, é aconselhável que o tutor deixe os bigodes caírem e crescerem de forma natural.

    Redação: Hyago Bandeira

     

    Como fazer uma toca para gato com papelão, madeira e feltro?

    Próxima matéria

    Como fazer uma toca para gato com papelão, madeira e feltro?

    Como saber se o gato está nervoso?
    Comportamento

    Como saber se o gato está nervoso?

    Gatos são animais muito observadores, mas que podem ficar ariscos e nervosos quando há algo estranho no ambiente. Um barulho de lata, colocar um objeto novo de decoração na sala, mudar algum móvel de lugar já são motivos para deixar o gato desconfortável, já que o felino não curte quando as coisas saem da rotina. Você já deve ter percebido que eles são extremamente metódicos, né? Para te ajudar a identificar quando o gato está nervoso, vamos listar algumas atitudes típicas do bichinho e dicas de como ajudar a acalmá-lo!

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?
    Saúde

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?

    Os problemas renais são muito comuns em gatos e representam o pesadelo de todo pai ou mãe desse tipo de pet. As causas normalmente estão ligadas à alimentação e até com a própria fisiologia dos felinos: os gatos têm uma quantidade reduzida de néfrons nos rins, estruturas que filtram as impurezas do sangue e produzem a urina, por exemplo. Esse e outros fatores contribuem para o surgimento de doenças no órgão, que levam à insuficiência renal em gatos - isto é, quando os rins perdem a capacidade de funcionar normalmente.

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado
    Comportamento

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado

    O miado de gato é muito mais do que apenas um sonzinho. Donos que conhecem muito bem os seus animais conseguem identificar quando estão com dor, fome ou felizes apenas pelo miado. Mas quando o miado está exagerado é bom perceber outros comportamentos para identificar o real motivo. Filhotes de gato, por exemplo, costumam miar mais por separação da mãe, insegurança e até mesmo estranhamento do novo lar. Já quando separamos por raças, os campeões de miados são: gato siamês filhote, singapura e maine coon.

    Ver Todas >

    Bolsa ou caixa de transportes para gatos: qual a melhor opção para carregar o seu pet?
    Cuidados dos animais

    Bolsa ou caixa de transportes para gatos: qual a melhor opção para carregar o seu pet?

    Alguns acessórios facilitam bastante a vida de qualquer tutor, como a caixa de transporte para gatos e a bolsa de transporte para gatos - especialmente na hora de passear com o felino. Mas qual deles é a melhor opção para o seu bichano? A resposta vai depender de uma série de fatores, como o comportamento do gato, o trajeto que será percorrido e a adaptação do felino ao acessório. 

    Como descartar fezes de cães corretamente?
    Cuidados dos animais

    Como descartar fezes de cães corretamente?

    Você sabe onde descartar fezes de cachorro? Mesmo tendo experiência com animais, muitos tutores ainda tem dúvidas do que fazer com os dejetos do doguinho e até descartam de forma errada. O cocô do cachorro é considerado lixo sanitário. Por isso, saber como descartar fezes de cães, tanto em casa como na rua, corretamente é uma questão de saúde pública. 

    O que colocar na casinha do cachorro para aquecer? Veja dicas de como manter seu pet longe do frio
    Cuidados dos animais

    O que colocar na casinha do cachorro para aquecer? Veja dicas de como manter seu pet longe do frio

    Com a chegada do inverno, muitos tutores logo se perguntam como aquecer o cachorro no frio. A preocupação faz todo sentido, afinal de contas, os doguinhos sentem frio mesmo possuindo uma fofinha camada de pelos sobre o corpo. Por isso, é natural que os pais de pet comecem a buscar maneiras de diminuir os efeitos das baixas temperaturas nos cães durante a época mais fria do ano.

    Acessórios para gatos idosos: 5 produtos que vão melhorar a vida do bichano na terceira idade
    Cuidados dos animais

    Acessórios para gatos idosos: 5 produtos que vão melhorar a vida do bichano na terceira idade

    Quem é tutor de gato idoso sabe o quanto é importante que alguns cuidados sejam tomados na terceira idade. Tornar a velhice do seu bichano mais confortável fará toda a diferença, garantido mais segurança e bem-estar ao seu pet. A terceira idade felina demanda não só adaptações na rotina do animal, como também adequações no espaço em que ele vive. Por isso, investir em alguns acessórios para gatos idosos é o mais recomendado. Nesse sentido, listamos 5 produtos que podem melhorar a vida do seu bichano durante a velhice. Dá só uma olhada!

    Ver Todas >