Raças

As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

As raças de cachorro que precisam gastar energia podem te incentivar a se exercitar também!
As raças de cachorro que precisam gastar energia podem te incentivar a se exercitar também!

Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, essa atividade pode ser suficiente para o gasto de energia diário, dependendo do cachorro. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a isso, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de muuitos exercícios para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada! 

1) O Pitbull precisa gastar energia para não ficar agressivo

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O Pitbull precisa gastar energia com exercícios que ajudam na sua força física
    O Pitbull precisa gastar energia com exercícios que ajudam na sua força física

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Uma das raças com mais fama de bravo que existe, o Pitbull pode, sim, ser um animal perigoso, mas tudo vai depender da forma como é criado. Além da socialização e do adestramento positivo, sem nenhum tipo de violência, serem necessários, ele também pode contar com a ajuda de exercícios físicos para canalizar o excesso de energia em algo bom e desenvolver sua força. 

    2) O Golden Retriever é um cachorro feito para a prática de esportes

    O Golden Retriever ama esportes aquáticos
    O Golden Retriever ama esportes aquáticos

    A disposição e o pique do Golden Retriever são algumas das principais características desse cachorro, que também é muito dócil e amável. Além dos altos níveis de energia, ele ama praticar esportes — principalmente os que envolvem água. Investir nessa área da vida do animal é unir o útil ao agradável: você evita o acúmulo de tédio e ainda deixa seu amigo bem feliz! 

    3) Border Collie: inteligência e muita energia no mesmo pacote

    O Border Collie é o cachorro mais inteligente do mundo, mas também tem muito pique
    O Border Collie é o cachorro mais inteligente do mundo, mas também tem muito pique

    Considerado o cachorro mais inteligente do mundo, o Border Collie é um animal que não vai te dar o menor trabalho na hora do treinamento, mas que pode ficar arredio e estranhar pessoas desconhecidas se não tiver para onde direcionar a energia. Além de brincadeiras que exercitam seu cérebro com frequência, ele também precisa de atividades físicas de alta intensidade: aproveite para se movimentar junto com ele!

    4) O Pastor Alemão foi feito para se movimentar

    O Pastor Alemão tem a energia de sobra no sangue
    O Pastor Alemão tem a energia de sobra no sangue

    Dois lugares abaixo do Border Collie na escala de inteligência, o Pastor Alemão é o pacote completo em um animal: apegado ao dono, defensor, carinhoso, amigo e um ótimo cão de companhia. Como foi desenvolvido para o pastoreio de ovelhas, as atividades físicas fazem parte do DNA do Pastor Alemão: ele precisa se movimentar para manter a saúde em dia. 

    5) O Labrador tem bastante energia para ser brincalhão e agitado

    O Labrador não perde a oportunidade de uma boa brincadeira
    O Labrador não perde a oportunidade de uma boa brincadeira

    Uma das raças mais inteligentes e dóceis que você pode encontrar, o Labrador Retriever é brincalhão, carinhoso e um amigo incrível. Os altos níveis de energia que ele tem podem fazer com que tenha dificuldade de ficar quieto. Ou seja: ele precisa gastar essa energia. Além disso, por ser um animal de porte grande, tem a probabilidade de desenvolver doenças como a displasia coxofemoral: uma vida atlética e não sedentária ajuda evitar essa e outras condições, como a obesidade

    6) Jack Russell Terrier: raça pequena e com bastante energia para gastar 

    O Jack Russell Terrier tem muita energia para um corpinho pequeno
    O Jack Russell Terrier tem muita energia para um corpinho pequeno

    Perfeito para casas com crianças ou para famílias que são agitadas, o Jack Russell Terrier é um pequenininho que vale por um furacão sempre que está acordado. Ele é leal e companheiro, não gosta de ficar sozinho e provavelmente vai ser sua sombra sempre que conseguir, mas também precisa de atividades para dar uma “canseira” de vez em quando — se não for assim, pode ser que seus móveis sofram as represálias. 

    7) O Pastor Australiano não se cansa

    O Pastor Australiando tem uma disposição quase infinita
    O Pastor Australiando tem uma disposição quase infinita

    Assim como o Alemão, o Pastor Australiano foi desenvolvido como raça de pastoreio e, por isso, tem a energia e a vitalidade como atributos básicos. Ele é atlético e vigoroso, dificilmente demonstra cansaço físico e não para. Tudo isso é fruto dos altos níveis de energia no corpo do animal de porte grande. Depois de domesticado, se essa disposição não for canalizada, ele pode ficar dominante demais e tentar “pastorear” as pessoas da casa. Corridas e caminhadas frequentes resolvem o problema.  

    Bônus: o nível de energia do cachorro sem raça definida é imprevisível

    O cachorro sem raça definida também precisa se exercitar para gastar energia
    O cachorro sem raça definida também precisa se exercitar para gastar energia

    Com raças em que se conhece o histórico e os pais acaba sendo simples prever se o animal vai ser um poço de pique sem fim ou não. Agora, se você teve seu coração conquistado por um Vira-Lata, a situação fica um pouquinho mais complicada. Por via das dúvidas, tente sempre oferecer opções de gasto de energia para o animal: mantenha a frequência de caminhadas diárias até descobrir se elas são suficientes ou se precisam ser complementadas ou substituídas por atividades mais pesadas. Com o tempo, você e seu SRD conseguem entrar em sintonia.

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

    Próxima matéria

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Raças

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    A raça de cachorro Schnauzer é conhecida pela cabeça em formato quadrado e o bigode característico. Ele é um dos cachorros mais queridos no Brasil e seu temperamento dócil e brincalhão contribui muito para isso. Mas muitas pessoas não conhecem a fundo as principais características do Schnauzer. Por exemplo, você sabia que existem três tamanhos dessa raça? Se você já ama esse cãozinho e está pensando em adotar um Schnauzer, é importante saber o máximo possível sobre a raça antes de tomar a decisão. O Patas da Casa te conta tudo o que você precisa saber sobre a origem do Schnauzer, suas características físicas, temperamento, saúde e até os valores caso você queira comprar um. Confira tudo!

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)
    Adoção

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)

    O vira-lata é o cachorro mais querido e presente nos lares brasileiros. E não é pra menos, né? Esperto, brincalhão e cheio de amor para dar, ele é um ótimo candidato a transformar a sua casa em um lugar mais divertido e, de quebra, ser um companheiro para todas as horas. Oficialmente chamado de sem raça definida (SRD), o cachorro vira-lata não tem uma origem clara e possui características que o tornam único. O cãozinho SRD desperta muitas dúvidas entre os tutores: quanto tempo vive um vira-lata? 

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro
    Comportamento animal

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro

    Já parou para se perguntar como funciona o cérebro do cachorro? Essa é uma questão que pode intrigar muitos tutores, já que esses animais muitas vezes nos surpreendem com alguns comportamentos. Afinal, não dá para negar que, embora irracionais, os cães conseguem ser muito inteligentes! Eles são capazes de aprender vários tipos de comandos e muitas vezes parecem nos entender como ninguém. Então, como será que funciona a memória e o cérebro de cachorro?

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?
    Comportamento animal

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?

    No mundo canino, a proporção da idade do cachorro é totalmente diferente do que conhecemos entre os humanos. A média de vida de um cãozinho é de 10 a 13 anos, mas isso pode mudar de acordo com o tamanho, raça e cuidados que o animal recebeu ao longo da vida. No entanto, algumas raças de cachorro são conhecidas pela alta expectativa de vida. Um fator absolutamente genético! 

    Como é o temperamento do Poodle?
    Comportamento animal

    Como é o temperamento do Poodle?

    O Poodle é um dos cachorros mais populares do Brasil e um dos motivos para isso está relacionado ao fato desta raça ser super “família”. Muito companheiro e leal aos donos, ele gosta de participar de todos os momentos, desde uma confraternização até um cochilo no sofá. Não importa se estamos falando de um Poodle toy, anão, médio ou standard: todos os tamanhos são muito sociáveis e gostam de fazer novos amigos.

    Já se perguntou qual o significado do bocejo dos cães? Veja curiosidades sobre esse comportamento canino!
    Comportamento animal

    Já se perguntou qual o significado do bocejo dos cães? Veja curiosidades sobre esse comportamento canino!

    Você com certeza já deve ter flagrado o cachorro bocejando muito e associou apenas a sono, não é? Para a surpresa de muitos, esse comportamento canino pode dizer muito sobre o que o cãozinho está sentindo ou pensando. Sim, é verdade! De acordo com algumas pesquisas científicas, a linguagem dos cachorros também se manifesta com bocejos e pode ter vários significados, desde demonstração de empatia pelo seu humano até uma espécie de fuga do estresse.

    Ver Todas >