Antipulgas

Antipulgas para gatos: é necessário mesmo para felinos que vivem em casa?

Antipulgas para gatos também dever ser usados naqueles que estão sempre em caa
Antipulgas para gatos também dever ser usados naqueles que estão sempre em caa

Quem pensa que antipulgas para gatos só é preciso para aqueles que têm acesso à rua está muito enganado. Não é porque o felino fica o tempo inteiro dentro de casa que as pulgas não conseguem alcançá-lo. Existem diversas maneiras da contaminação ocorrer, então não descuide. Produtos como coleira antipulgas para gatos, pipetas, comprimidos, entre tantos outros, são necessários mesmo que seu bichinho não seja criado livre para dar voltinhas. Além disso, a limpeza do ambiente é fundamental para evitar pulgas no seu lar.

É possível que seu gato pegue pulga mesmo dentro de casa

As pulgas não voam, mas conseguem saltar até 30cm de altura e se aderem facilmente em várias superfícies. Além disso, após apenas 24h que ela se alimenta, pode colocar até 50 ovos de uma vez. Ou seja, basta uma única pulga dentro de casa que o estrago seja feito. Como seu ciclo de reprodução é extremamente rápido, em algumas semanas uma infestação gigante pode atingir o ambiente que o seu pet vive

Pulga em gatos: parasita pode entrar na sua casa pelas roupas e calçados

A forma mais fácil da pulga atingir seu gato dentro de casa é por meio da roupa e calçados do próprio tutor. Ela pode agarrar no tecido ou no sapato de alguém que, ao chegar, traz a pulga junto mesmo sem saber. Além disso, muitos gatinhos ficam próximos do cesto de roupas sujas, facilitando a aderência. Se o bichinho tem o costume de ficar perto da janela, ainda mais naquelas que possuem algum tipo de planta em volta, a chance de uma pulga pular no seu pelo também é grande. A própria ida rápida do pet ao veterinário já pode ser suficiente para uma pulguinha se aderir ao gato. Por isso, a prevenção é prevenção é fundamental!

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Além do antipulgas para gatos, a limpeza do ambiente é essencial para acabar com as pulgas
    Além do antipulgas para gatos, a limpeza do ambiente é essencial para acabar com as pulgas

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Antipulgas para gatos: manter o ambiente limpo é fundamental

    As pulgas são tão pequenas que é quase impossível perceber a presença delas no ambiente e alguns materiais de limpeza que usamos no dia a dia não conseguem eliminá-las 100%. Por isso, dê preferência a produtos específicos. É possível encontrar pesticidas e sprays antipulgas que ajudam a manter a limpeza em lojas pet shop - e que não são tóxicos para animais de estimação. Limpe principalmente os cantos em que seu gato costuma ficar mais, como tapetes e sofá. Além disso, evite entrar em casa com sapatos sujos da rua. Afinal, não adianta aplicar remédio no seu gato se o ambiente estiver contaminado.

    Existem vários modelos diferentes de antipulgas para gatos 

    O melhor antipulgas para gatos vai depender do seu bichinho. Tem diversas opções no mercado e cada um se adequa e gosta mais de um tipo. O antipulgas em forma de comprimido é o mais comum. Bastante eficaz tanto para remover pulgas como para inibir sua reprodução, a maioria tem ação que dura por volta de 30 dias, mas pode variar de acordo com modelo e marca. Outro produto prático é a pipeta, que é aplicada no dorso da pele do pet e possui uma substância que mata as pulgas. Alguns modelos, inclusive, servem para eliminar as pulgas presentes no ambiente. O modelo em spray também é uma boa solução, além de shampoos e sabonetes específicos.

    A coleira antipulga para gatos tem se tornado cada vez mais popular e é um ótimo investimento, além de durar por mais tempo - no mínimo dois meses. É colocada no pescoço do animal e possui uma substância que é liberada pelo corpo do bichinho aos poucos. Essa substância não causa nenhum mal ao gato, mas é tóxica para as pulgas e carrapatos. A coleira é mais cara, mas vale a pena por ser a mais duradoura dos modelos de antipulgas para gatos. Filhotes podem usar a partir dos seis meses e ela precisa ficar confortável no bichinho.

    Vale lembrar que antes de escolher um antipulgas para gatos, converse com o veterinário, pois ele saberá indicar o melhor modelo para seu pet, de acordo com as características e histórico do animal. 

    Redação: Maria Luisa Pimenta

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    Próxima matéria

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    Adoção

    "Quero adotar um gato": tudo o que você precisa saber e fazer antes de levar um felino para casa

    Se você procura um bichinho independente, carinhoso e de personalidade forte, talvez seja o momento certo de adotar um gatinho. Com um jeito próprio de demonstrar todo o seu amor, os felinos têm conquistado cada vez mais o coração das mães e dos pais de pet de plantão. Mas, na hora de decidir isso, é preciso ter em mente que incluir um novo membro à sua família implica uma série de fatores, tanto para o animal quanto para os tutores e, principalmente, para o lugar que será o seu novo lar. Para te ajudar nesse momento, nós separamos um guia completo com tudo que você precisa saber na hora de adotar um gato. Dá uma olhada!

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos
    Cuidados

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

    Embora seja esquecido por alguns tutores, o dente de gato é uma das partes mais importantes dos nossos amigos felinos. Além de exercer um papel fundamental na alimentação do animal, os dentes influenciam também o comportamento do pet, já que com eles o bichano conhece o mundo na “infância” e também aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal dos gatos também necessita de cuidados específicos: os dentes precisam se manter saudáveis para exercerem essas funções que moldam toda a vida do bichinho. 

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos
    Saúde

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos

    A esporotricose em gatos é uma das doenças mais graves que pode atingir os felinos. Isso porque ela evolui muito rápido para a fase disseminada, causando sérios riscos à vida do gatinho. Provocada por um fungo presente em vegetações, a “micose” apresenta feridas bem características na pele do felino, sendo esse um dos principais sintomas da doença. Apesar da complexidade da infecção, o tratamento correto é capaz de curar essa doença de gato. Esporotricose também pode ser prevenida com alguns cuidados específicos no dia a dia do seu felino. Para saber mais sobre a doença, nós conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro.

    Ver Todas >

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?
    Saúde animal

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?

    Não são só os humanos que ficam mais propensos a ficar doentes no inverno. Algumas doenças de cachorro também são mais frequentes e intensas durante a época mais fria do ano. Isso acontece porque as defesas do organismo tendem a cair com as temperaturas mais baixas. Portanto, é importante manter seu cãozinho agasalhado e sempre com as vacinas em dia. Os problemas mais comuns são aquelas que acometem o sistema respiratório, mas cachorros com problemas nas articulações também sofrem.

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos
    Saúde animal

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos

    Assim como nos humanos, a pneumonia em gatos é uma doença bastante comum e pode surgir como uma consequência de gripes comuns. O problema ocorre quando há uma infecção no pulmão, e pode ter causas associadas a fatores externos ou internos. O tratamento precisa ser imediato, pois é uma doença que evolui rapidamente e pode até levar a óbito. O Patas da Casa reuniu informações essenciais para entender como a pneumonia felina se manifesta.

    Quais as doenças de gato mais perigosas?
    Saúde animal

    Quais as doenças de gato mais perigosas?

    É inevitável se preocupar com a saúde do gato, até porque nenhum tutor gosta de ver o próprio bichinho doente. E, às vezes, mesmo com todos os cuidados necessários, ainda corre o risco dos bichanos adoecerem inesperadamente. Mas quais são as doenças de gato consideradas mais graves e que precisam de maior atenção? A FIV e FeLV são bons exemplos disso, pois o diagnóstico positivo requer mudanças na rotina do pet. 

    Cachorro não quer comer? Veja os problemas de saúde mais relacionados com o sintoma
    Saúde animal

    Cachorro não quer comer? Veja os problemas de saúde mais relacionados com o sintoma

    A falta de apetite é um sintoma comum a muitas doenças que acometem os cães. É normal um tutor relatar "meu cachorro não quer comer", mas algumas vezes o cão apenas tem apetite seletivo ou o dia está muito quente. Porém, se a situação se estender e vier acompanhada de outros sintomas, pode significar uma infecção viral ou bacteriana, contaminação por parasita, problemas digestivos ou renais e até mesmo questões psicológicas. 

    Ver Todas >