Ração

Alergia a gato: pesquisadores identificam anticorpos que neutralizam proteína que causa alergias em humanos

A alergia a gato é causada por uma proteína que é liberada na pelagem durante a autolimpeza
A alergia a gato é causada por uma proteína que é liberada na pelagem durante a autolimpeza

Não é difícil encontrar alguém que só não adota um animal de estimação por conta do histórico de alergia a gato. Esse é um problema muito comum que causa nos humanos alérgicos reações como espirros, dificuldade para respirar, coceira e vermelhidão nos olhos. Recentemente, uma pesquisa desenvolvida pelo Instituto Purina descobriu que é possível neutralizar a proteína que provoca a alergia a pelo de gato em humanos.

Depois de mais de 10 anos de estudo sobre o assunto, os cientistas chegaram a um resultado que não prejudica o organismo dos gatos e ainda possibilita uma convivência mais saudável com pessoas alérgicas.

Alergia a pelo de gato é um problema bastante comum

Ao contrário do que muita gente acredita, o pelo de gato em si não causa reações alérgicas. O problema, na verdade, está na saliva dos felinos: a alergia a gato é causada por uma proteína chamada Fel d1, que é produzida nas glândulas salivares e sebáceas dos gatos, e liberada na pelagem durante a autolimpeza. Os felinos são conhecidos por serem animais bastante higiênicos, mas ao usarem a própria língua para se limparem, eles acabam espalhando o alérgeno Fel d1 por toda a pelagem e pele.

Pesquisadores identificam anticorpos que neutralizam a ação da proteína Fel d1

Depois de anos estudando o funcionamento da proteína Fel d1 e como ela desencadeia reações alérgicas, o Instituto Purina encontrou uma forma de neutralizar a atividade da Fel d1. Os pesquisadores identificaram um anticorpo produzido em aves (IgY) que é capaz de inibir a substância alérgena, sem comprometer a produção da proteína no organismo do gato e nem a saúde dele. A descoberta traz muitas possibilidades para melhorar a convivência entre gatos e humanos alérgicos. O instituto estuda agora uma forma de aplicar os resultados da pesquisa na formulação de rações e outros alimentos para pets.

Alergia a gato: sintomas incluem espirros e lacrimação

Uma crise alérgica pode ser desencadeada por diferentes fatores e os sintomas da alergia de gato geralmente são bem parecidos com uma “alergia comum”. No entanto, se você teve contato recente com um gatinho e logo em seguida começou a espirrar repetidas vezes ou ficou com o olho lacrimejando, é bom considerar a hipótese de ter alergia a gatos. Outras reações alérgicas comuns são coceira, dificuldade para respirar, manchas vermelhas e erupções no rosto, dores faciais, secreção nasal e garganta seca. Para ter o diagnóstico correto é preciso marcar uma consulta com um médico alergologista, que fará testes para identificar o tipo de alergia e o melhor tratamento.

Gatos e humanos serão beneficiados com a descoberta

Com os resultados da pesquisa, novas possibilidades se abrem para a relação entre gatos e humanos alérgicos. Pessoas que sempre quiseram se transformar em gateiros terão a oportunidade de adotar um gato, sem que isso prejudique a sua saúde. Por outro lado, os que esperam por um lar terão mais chances de ganhar uma família.

Algumas dicas podem ajudar a diminuir os efeitos da alergia a gato, como limitar o acesso do animal ao lugar onde você dorme, manter o ambiente sempre limpo e arejado e escovar o pelo do gato todos os dias. Em caso de reações mais graves, o alergologista poderá recomendar um tratamento de imunoterapia que diminui a sensibilidade da pessoa à proteína que causa a alergia a gato.

Redação: Juliana Melo

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Quantos ml de leite um filhote de cachorro mama? Veja essa e outras curiosidades sobre a amamentação canina

    Próxima matéria

    Quantos ml de leite um filhote de cachorro mama? Veja essa e outras curiosidades sobre a amamentação canina

    Gato envenenado: aprenda a identificar os sintomas e o que fazer de imediato!
    Saúde

    Gato envenenado: aprenda a identificar os sintomas e o que fazer de imediato!

    Infelizmente, a ideia de que os gatos estão 100% seguros dentro de casa é uma ilusão. Os felinos são animais curiosos e suas peripécias podem acabar transformando qualquer ambiente controlado em um mar de perigos. Por isso, é muito importante se manter atento aos sinais comportamentais e físicos do animal para identificar possíveis problemas, como intoxicações e envenenamentos. Em momentos como esses, pensar rápido e saber agir de imediato pode fazer toda a diferença! Por isso, descubra o que fazer caso o seu gato seja envenenado ou intoxicado!

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Ver Todas >

    6 frutas para cachorro que fazem muito bem para a saúde
    Alimentação animal

    6 frutas para cachorro que fazem muito bem para a saúde

    A alimentação do cachorro é um dos fatores mais importantes na hora de cuidar do pet. Ela é responsável por oferecer nutrientes, energia, saúde e bem-estar. O mais recomendado é sempre levar em conta orientações do médico veterinário de confiança para atribuir ao animal a melhor nutrição possível. Uma dica é proporcionar uma alimentação variada composta por uma ração de qualidade e pequenas quantidades de frutas e legumes naturais, oferecidos como petiscos.

    Cachorro pode comer peixe?
    Alimentação animal

    Cachorro pode comer peixe?

    Os pescados são alimentos que fazem parte da composição de diversos petiscos e rações de cachorro. Por isso, é comum que os cães se atraiam pelo cheiro de peixe fresco. No caso de uma alimentação natural ou no caso de intercalar a ração de cachorro com outros alimentos, é comum se perguntar se cachorro come peixe ou se o alimento pode fazer mal para eles. O Patas da Casa reuniu informações sobre o assunto para esclarecer todas as dúvidas: se o peixe é liberado na dieta canina ou não, quais os benefícios do alimento e como preparar e oferecer da forma correta.

    Vitamina para gato: quando o suplemento nutricional é recomendado?
    Alimentação animal

    Vitamina para gato: quando o suplemento nutricional é recomendado?

    Uma boa alimentação faz toda a diferença na saúde do gato. O problema é que nem sempre o bichano consegue todos os nutrientes que ele precisa por meio da ração, e em alguns casos é necessário procurar por outras alternativas de suplementação alimentar. A vitamina para gatos é uma dessas opções, mas antes de investir nesse tipo de suplemento é fundamental conversar com um profissional para saber quais são os nutrientes que estão faltando no organismo do seu amigo de quatro patas. 

    É normal o filhote de cachorro comer muito? Entenda esse comportamento
    Alimentação animal

    É normal o filhote de cachorro comer muito? Entenda esse comportamento

    Muitos pais de pets - principalmente os de primeira viagem - podem não saber lidar com alguns comportamentos dos filhotes de cachorro. Apesar de todo cão ser único, a alimentação é um fator importante no desenvolvimento de todo animal. Por isso, é necessário entender como saber se o cachorro está com fome e quando o ato de comer muito pode ser um problema. Os filhotinhos de cachorro necessitam de mais refeições por dia do que um cão adulto, ainda assim a quantidade de ração deve ser menor. 

    Ver Todas >