Adoção animal

Adotar mais um gato: aprenda a identificar quando o seu pet precisa de companhia

Publicado - 17 Outubro 2022 - 17h40

Atualizado - 24 Maio 2024 - 16h59

Depois de adotar gato pela primeira vez, a vontade é continuar adotando cada vez mais. Ter a companhia de um bichano dentro de casa é uma sensação única e fica difícil parar no primeiro pet. Porém, muitas pessoas têm dúvidas quanto a ter 2 gatos em vez de 1 só. Os felinos são vistos como animais independentes e que vivem bem sozinhos, levando alguns tutores a se questionarem se eles precisam mesmo de mais uma companhia ou se a chegada de um novo bichano pode acabar trazendo problemas na relação.

Porém, essa ideia de que gato só vive bem sozinho não está 100% certa, uma vez que em algumas situações a companhia de um outro felino em casa traz inúmeros benefícios ao animal. O Patas da Casa conversou com a médica veterinária especializada em medicina felina Estela Pazos, que explicou quando pegar mais gatos para adotar é uma boa ideia e deu dicas de como socializar os bichanos da maneira correta. Confira!

Adotar gato de novo: quais as vantagens de se ter um segundo bichano em casa?

Adotei um gato: e agora? Posso adotar mais um? Muitas pessoas têm dúvidas se a relação entre dois bichanos é benéfica para eles, já que os felinos são conhecidos por terem um temperamento territorialista. Mas não se engane: dois gatos vivendo juntos podem se beneficiar muito com a companhia um do outro! A veterinária Estela explica que bichanos que passam muito tempo sozinhos, por exemplo, têm muito a ganhar com a chegada de um novo gatinho. “É indicado para os tutores que passam o dia todo fora. Um gato faz companhia ao outro, brincam e interagem entre si. Porém, só terá vantagens se eles se derem bem e tiverem um convívio em harmonia”, esclarece. Portanto, se você tem um bichano e costuma passar boa parte do tempo fora de casa, não tenha dúvidas. Adote um gato para fazer companhia ao seu pet!

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

O comportamento do gato indica quando ele precisa de uma companhia em casa

Gatos são naturalmente independentes e nem sempre o bichano precisa da companhia de outro animal. “Não devemos humanizar a sensação de solidão que temos ao ver um gato sozinho numa casa onde tem contato apenas com humanos. Alguns gatos ficam muito bem (e até melhor) vivendo como o único gato da casa”, explica Estela. Mas então como saber quando pegar mais gatos para adotar é uma boa ideia? Para isso, é importante observar o comportamento do seu peludo para perceber os indícios de que uma nova companhia seria benéfica para ele. Segundo Estela, existem alguns tipos de gatinhos que ficam melhor com outro animal da mesma espécie por perto. “Gatos com temperamento mais carente, como aqueles que pedem muita atenção aos tutores, os seguem pela casa e não ficam bem sozinhos. Gatos muito ativos também se beneficiam da companhia de outro pois terão com quem brincar”, esclarece.

Como adotar um gato novo de forma saudável para os dois?

Adotar um gato precisa ser confortável para os dois pets. Estela ressalta que a introdução de um novo felino não pode estressar o gato residente. Por isso, é importante ter cautela nesse momento. “Temos que ter bom senso de evitar colocar um gato filhote (que é extremamente brincalhão) com um idoso, que já é mais parado, pode ter dores e não tem a mesma disposição e, por isso, não aceitar o novo gato, além de perder qualidade de vida”, explica a especialista.

 

Gato lambendo rosto de outro gato
Você pode adotar gato novamente quando o seu pet se mostra carente e fica muito tempo sozinho

 

Socialização não deve ser deixada de lado ao adotar um novo gato

Você sabe o que significa quando um gato te adota? Talvez você já tenha ouvido histórias (ou tenha passado pela situação) de um gato que apareceu na porta de casa ou que começou a seguir alguém na rua. Quando isso acontece, dizemos que o gato escolheu o dono, pois apareceu de surpresa na vida da pessoa e não quis sair mais. Quando um gato te adota, fica difícil resistir. Porém, se você já tem um gatinho em casa, é muito importante aprender como fazer um gato se acostumar com outro a partir do processo de socialização. 

Muitas vezes, o tutor fica tão empolgado em adotar gato que apenas o leva para casa sem fazer a devida apresentação entre os bichanos e sem prestar atenção no comportamento do gato residente. Assim, pode acontecer de os animais não se darem bem e surgir um grande problema de convivência entre eles. Portanto, independente de onde adotar um gato (seja num gatil ou na rua), sempre se lembre de fazer a socialização para garantir que os bichanos se tornem a melhor companhia um para o outro.

Adotei um gato: e agora? Saiba como deve ser feita a socialização dos bichanos 

O processo de socializar gatos é uma etapa extremamente importante após a adoção. Pode levar um tempo até que um gatinho se acostume com o outro e, por isso, é importante que tudo seja feito com muita calma. “Primeiro, temos que entender que o gato residente inicialmente percebe o novo gato como uma ameaça, pois ele chega com odores diferentes. O maior segredo para uma boa adaptação é não ter pressa para juntá-los”, esclarece Estela. Ela explica que, ao adotar gato, é papel do tutor respeitar cada fase da adaptação de forma progressiva. Esse cuidado evita um gato estressado e garante uma boa convivência entre eles no futuro.

A dica para começar a adaptação é deixar o gato novo separado em um cômodo e o gato residente livre no resto da casa. Deixe que eles se cheirem por baixo da porta e se acostumem com a novidade. “Aos poucos, faça a troca de ambientes entre eles (um tem acesso ao local da casa que o outro fica), mas ainda sem contato visual, justamente para se adaptarem ao odor do outro. Sempre observe as reações de cada um pois, mesmo sem se verem, eles sentem os cheiros e podem sibilar e até mesmo ficar agressivos. Nesse caso, não é indicado avançar com a adaptação. O contato visual aos poucos ocorre numa fase posterior quando os gatos já não se estranham”, orienta. O tempo entre adotar gato novo e a adaptação completa varia bastante, então tenha paciência. 

Redação: Maria Luísa Pimenta 

Edição: Luana Lopes

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Comportamento

Como saber se o gato te escolheu como dono: 6 coisas para observar e descobrir se você é o humano favorito do seu pet

O sonho de todo gateiro é ser a pessoa favorita dos bichanos. Mas como saber se o gato te escolheu como dono? Será que existem indíc...

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas