Quem tem um cachorro que precisa de adestramento em casa, sabe bem o quanto os truques e treinos podem fazer a qualidade de vida do animal e o relacionamento dele com as pessoas de casa melhorarem. Ainda assim, nem todo mundo tem a disponibilidade de orçamento, conhece algum profissional de confiança por perto ou confia nos métodos tradicionais de adestramento, já que muitos trabalham com o animal através da punição. Se não for bem balanceada, essa técnica pode traumatizar e, até mesmo, machucar o animal. Por isso, muitos donos de pets e profissionais têm apostado no adestramento positivo como a melhor forma de treinar os cachorros. Conheça mais sobre esse modelo de exercícios educativos aqui embaixo!

O que é o adestramento positivo?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

A base das técnicas de adestramento positivo é a educação através da recompensa. Sempre que o cachorro que está sendo treinado faz alguma coisa certa e obedece aos comandos, ele ganha alguma coisa que gosta muito, seja um petisco, um brinquedo ou carinho especial.

Dessa forma, o cão acaba associando que a obediência gera um bom retorno e aprende a sentar, deitar ou o que mais você quiser ensinar durante as sessões de treino. O adestramento tradicional também funciona, mas se o seu cãozinho pode ser ensinado de forma mais carinhosa e sem intimidação ou medo, por que não apostar na nova técnica? O treinamento através do reforço positivo pode ser a solução ideal tanto para quem não sabe como adestrar um filhote quanto para quem precisa educar o cãozinho já adulto.

Petiscos e clicker: adestramento mais amigável e seguro para o seu animal


Saiba como o clicker pode te ajudar no adestramento do seu cão
Saiba como o clicker pode te ajudar no adestramento do seu cão

Para colocar o adestramento positivo em prática, o clicker vai ser um dos seus maiores aliados. O acessório é um aparelhinho que lembra um controle remoto de portão automático e emite o som de “click” sempre que o botão é apertado. Como os cachorros costumam perder a atenção com facilidade, o clicker é uma forma de reforçar as ações certas que são recompensadas, geralmente, com os petiscos. Assim, você vai ter certeza que ele vai entender a razão pela qual está recebendo o reforço positivo e que o treinamento está funcionando da maneira como você deseja.

Um ponto que precisa ser observado é o seguinte: você deve escolher como recompensa o que funcionar melhor para o seu cachorro. Grande parte deles é atraída automaticamente a petiscos, biscoitinhos e ração, mas pode ser que o seu cachorro tenha uma resposta melhor aos brinquedinhos preferidos ou a um carinho específico. O ideal é identificar o que funciona como recompensa imediata para ele e usar sempre essa tática.

Adestramento positivo: como fazer em casa?

No adestramento positivo, o cachorro precisa aprender a reconhecer a liderança do dono, ou seja: a sua participação ativa vai ser necessária mesmo com a ajuda de um profissional. Com o clicker, a recompensa, as instruções corretas e um pouco de paciência, você consegue treinar o animal em casa. Confira algumas dicas aqui embaixo!

  • O primeiro passo do adestramento positivo é fazer o seu cachorro associar o barulho do clicker a algo bom. Para isso, nos primeiros dias, você só vai dar o click e petisco logo em seguida para o animal. Repita isso umas cinco vezes por dia;
  • Para confirmar se o início do treino está dando certo, aperte o clicker em algum momento em que o cachorro estiver distraído: se o barulhinho chamar a atenção dele, é sinal de que ele já entendeu a dinâmica da situação;
  • Depois disso, comece a dar comandos simples para o animal e sempre que ele acertar, aperte o clicker e dê a recompensa. Assim, ele vai entender que obedecer o comando de “sentar”, “deitar” ou qualquer que seja seu pedido é algo bom, já que o o click só acontece nos momentos positivos e traz recompensa. O caminho é longo, mas super vale a pena!

Redação: Ariel Cristina Borges