close
Diarreia

9 cuidados para evitar a diarreia em gatos

Atualizado · 16 de fevereiro de 2022 · 16h35

Publicado · 16/02/2022 · 16h30

  A diarreia em gatos pode ser prevenida com alguns cuidados simples
A diarreia em gatos pode ser prevenida com alguns cuidados simples

O gato com diarreia é um problema que deixa qualquer tutor em alerta - afinal, já é um sinal de que algo não vai bem com a saúde do pet. Em alguns casos, um gato com diarreia constante só está tendo alguma reação natural no organismo, que é muito comum quando se troca a ração do gato, por exemplo. Mas em algumas situações, a condição pode, sim, indicar doenças mais graves e até envenenamento. Por isso, é muito importante procurar um veterinário assim que o problema for identificado para que o tratamento correto seja iniciado. No entanto, como a prevenção é o melhor caminho, existem alguns cuidados que podem fazer com que um gato com diarreia não seja uma questão para se preocupar. Confira a lista a seguir!

1) Ração de qualidade ajuda a evitar a diarreia em gatos

A frase ''você é o que você come'' não vale apenas para os humanos: os animais de estimação, como os gatos, também precisam ter uma alimentação de qualidade para manter a saúde em dia. Por isso, um dos cuidados mais importantes para evitar a diarreia em gatos é manter a dieta indicada para o pet. Prefira uma ração para gatos de marcas confiáveis e de qualidade Premium ou Super Premium. Além disso, considerar a idade, tamanho do bichano e até se ele é castrado ou não é fundamental na hora da escolha, já que em cada condição ele pode necessitar de nutrientes específicos.

Qualquer problema de saúde, como sensibilidade digestiva e problemas renais, deve ser levado em conta para comprar a melhor ração para gatos. Nesse caso, é preciso ter uma prescrição veterinária.

2) Diarreia em gatos pode ser causada pela troca repentina da ração

Decidiu trocar a ração do gato ou precisou fazer a mudança porque ele já está na fase de transição de filhote para adulto? É importante tomar alguns cuidados para que essa alteração na rotina alimentar não seja um motivo para deixar seu gato com diarreia.

Para evitar complicações, a dica é trocar o alimento de forma gradual para que o organismo do felino assimile a mudança. O truque é o seguinte: nos primeiros sete dias, misture a ração antiga com a nova e vá diminuindo a proporção da que ele estava acostumado ao longo dos dias, até que a nova refeição já passe a ser servida pura.

3) Cuide do seu gato: diarreia pode ser evitada com idas regulares ao veterinário

Uma boa maneira de evitar a diarreia em gatos filhotes e adultos é ter o hábito de ir regularmente ao veterinário. Com a correria do dia a dia, muitos tutores só levam os pets a um consultório quando eles já apresentam algum problema - como a própria diarreia. Mas quando existe o costume de levar o felino a um consultório para fazer exames de rotina, a chance de identificar algum alerta vermelho antes dos sintomas surgirem é muito grande.

Normalmente é pedido um exame de sangue do gato e amostra das fezes para análise laboratorial. A partir dos resultados, o veterinário vai sinalizar se encontrar algo de errado com o gatinho para já iniciar a medicação e os tratamentos necessários.

4) Gato com diarreia: o que pode ser? Consumo de comida humana é uma das causas

Não adianta investir em uma ração de qualidade e, ainda assim, dar ao gato petiscos que não foram feitos para pets. Por pena de negar uma comida ao animal, ou mesmo por descuido, muitos donos adquirem o hábito de dar alimentos feitos para humanos para o gatinho - e essa atitude aparentemente inocente pode causar um problema intestinal e, consequentemente, a diarreia.

Existem muitos alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum que, além de causar a diarreia felina, alguns destes alimentos - como chocolate e abacate - podem até causar complicações mais sérias e levar o gato ao óbito. Por isso, vale ter atenção e alimentar o animal apenas com o que foi formulado especialmente para ele.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
      Troca de ração repentina pode deixar o gato com diarreia
    Troca de ração repentina pode deixar o gato com diarreia

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    5) Diarreia em gatos pode ser causada por consumo de leite 

    É comum associarem o consumo de leite aos gatos - e, por isso, muitos donos logo incluem a bebida na rotina do felino. Mas a verdade é que muitos gatos adultos são intolerantes à lactose, e podem apresentar diarreia acompanhada de outros sintomas, como vômitos e dores na barriga, ao consumirem leite de vaca e derivados. 

    6) Uso de vermífugos é indispensável para evitar a diarreia em gatos filhotes e adultos

    Os parasitas estão entre as causas mais comuns - principalmente quando se trata de um gato filhote com diarreia. Por isso, e para evitar outros problemas ainda mais sérios, é fundamental usar o vermífugo para gatos. A primeira, segunda e terceira dose são dadas nos primeiros meses de vida do animal; já a dose de reforço pode variar de acordo com o estilo de vida do pet - e o veterinário é quem melhor vai saber dizer a frequência ideal para cada caso. 

    7) Diarreia em gatos: como tratar? Vacina em dia é aliada para prevenção do problema

    Assim como os vermífugos, as vacinas também são aliadas para evitar a diarreia em gatos - isso sem falar em problemas de saúde ainda mais sérios. Para garantir a eficácia, tenha o cuidado de levar o pet para tomar as doses nos períodos indicados, já que atrasos podem deixar o animal exposto e fazer com que seja necessário repetir todo o ciclo de imunização. 

    8) Mantenha o felino calmo: estresse pode deixar um gato com diarreia constante

    Não são apenas fatores externos, como alimentação e ação de verminoses, que podem gerar o problema intestinal no felino.  Você sabia que a diarreia em gatos também pode ser causada por estresse? Sendo assim, além de todos os cuidados já citados, é muito importante que o tutor do animal ajude a manter o gatinho tranquilo. 

    Uma boa dica é diminuir os ruídos do ambiente que podem causar irritação ou simbolizarem ameaça. Também vale ter cuidado com as luzes, já que as fortes demais podem ser um motivo de estresse. Brinquedos e acessórios confortáveis, como caminhas próprias, também são ótimos aliados na missão de acalmar um gato agitado. 

    9) Gato com diarreia: O que fazer? Mantenha a hidratação em dia

    Manter a hidratação em dia - oferecendo líquidos e até umedecendo a ração, se necessário - é um dos cuidados que deve fazer parte da rotina para evitar a diarreia em gatos. Mas a atenção deve ser ainda maior se o questionamento for:  ''meu gato está com diarreia. O que fazer?''.  

    O gato bebendo água fresca e limpa ajuda a amenizar o desconforto no sistema digestivo - e este cuidado, aliado à uma boa alimentação, pode ser suficiente para resolver a diarreia se for um caso isolado e sem relação com outras doenças. No entanto, se o quadro for de um gato com diarreia constante, mesmo depois de redobrar a hidratação, é muito importante consultar um veterinário para que ele identifique a origem do problema e indique o tratamento adequado. 

    Redação: Nívia Passos

    Edição: Luana Lopes

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Próxima matéria

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia
    Vômito

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

    O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. 

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o
    Raças

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o "Manx cat"

    Diferente de quem prefere cachorros, os amante de felinos normalmente não se importam tanto com a raça antes de comprar ou adotar um gatinho. Mas mesmo que isso não seja um fator primordial na hora de escolher seu amigo de quatro patas, é bom saber que existem diferentes tipos de raça de gato. Dentre elas, o “Manx cat” - também conhecido como Gato Manês - é uma das mais populares e que carrega uma característica muito particular: os animais dessa raça não têm rabo. Parece esquisito, mas o que falta de rabo, sobra em amor! Saiba mais sobre a raça de gato que vai conquistar o seu coração a seguir.

    Ver Todas >

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período
    Saúde animal

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Durante o cio de cadela, a cachorra passa por algumas mudanças comportamentais. Isso acontece porque nesse período há um aumento nos níveis de hormônios, o que acaba influenciando diretamente o comportamento da cachorra. Assim, o momento do cio de cachorro fêmea acaba sendo um momento sensível tanto para ela quanto para o tutor. Entender o que se passa com a cadela no cio é o primeiro passo para aprender a lidar melhor com o pet nesse período.

    Gato com diarreia: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com diarreia: o que fazer?

    O gato com diarreia é motivo de preocupação, pois este é um forte indicativo de que algo não vai bem no sistema digestivo do seu felino. A diarreia em gatos pode atingir desde o filhote ao gato adulto e saber como prevenir ou agir neste momento, até a próxima visita ao veterinário, pode ajudar o seu pet a lidar com esse problema que pode ser muito desagradável aos felinos e tutores. O Patas da Casa reuniu algumas informações muito importantes para ajudar você, que busca evitar mais sofrimento ao felino, mas não sabe oque fazer ao ver seu gato com diarreia.

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?
    Saúde animal

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?

    Normalmente, o cocô de cachorro apresenta uma coloração amarronzada e consistência firme. Quando sua aparência se torna diferente, é importante ligar o sinal de alerta. Um dos problemas mais observados é a presença de sangue nas fezes do cachorro. Porém, existe outra condição comum que chama a atenção: as fezes de cachorro com gosma. Existem diversos motivos por trás dessa condição. Muitas vezes, as fezes de cachorro com muco são apenas consequência de mudanças alimentares. 

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer
    Saúde animal

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer

    Devido a sua sensibilidade e exposição, o pênis de cachorro, sem um cuidado e higiene adequados, pode desenvolver algumas infecções. Além de ocasionar graves ferimentos ao órgão do animal, esses males podem comprometer o pênis do cachorro e trazer muita dor, principalmente no momento de urinar. Para evitar este sofrimento ao seu pet, é importante inspecionar a saúde geral do animal.

    Ver Todas >