Saúde

5 motivos por trás do cachorro mordendo a pata

Cachorro mordendo a pata: saiba o que pode estar causando esse comportamento no seu amigo
Cachorro mordendo a pata: saiba o que pode estar causando esse comportamento no seu amigo

O cachorro mordendo a pata com frequência não deve ser encarado como um hábito comum. O comportamento canino é cheio de particularidades que a gente vai aprendendo a interpretar a partir da convivência com esses animais. É por isso que conhecê-los bem é a melhor forma de saber quando tem algo de errado. Por isso, se você está observando seu cachorro mordendo a pata mais que o normal, saiba que o problema pode estar relacionado a distúrbios psicológicos, como ansiedade e estresse, e até outras questões de saúde. Veja algumas explicações a seguir!

Cachorro fica mordendo a pata? Entenda por que isso pode ser um problema!

Muita gente acredita que é normal quando o cachorro fica mordendo a pata, mas não é bem assim. Esse comportamento, de fato, pode não significar nada demais em alguns casos. Mas se isso começa a acontecer com mais frequência, é importante ficar atento! O cachorro lambendo a pata constantemente pode indicar problemas como alergias, picadas de insetos ou presença de parasitas, como carrapatos e pulgas. Além do mais, ansiedade e estresse também podem explicar porque cachorro morde a pata. Dependendo da gravidade do caso, o animal fica mordiscando até causar feridas e machucados na região. Para evitar essa situação, procure entender o que está de errado com o seu amigo!

1) Cachorro mordendo a pata pode indicar alergias

Alergias em cães são muito comuns e essa é uma das principais causas para o cachorro lambendo a pata ou mordiscando. Isso acontece porque as reações alérgicas provocam um verdadeiro incômodo na pele do animal e a maneira que os cães encontram para tentar amenizar isso é coçando. Os motivos para a alergia, porém, podem variar. O contato com determinadas substâncias consideradas alérgenas, como o pólen ou mofo, pode desencadear esse problema. Além disso, também é possível que seja uma alergia a algum alimento que o cãozinho ingeriu. Em todo caso, é recomendado que o tutor procure o auxílio de um médico veterinário para entender a verdadeira causa por trás da alergia e, assim, receitar o medicamento mais apropriado para aliviar o incômodo no seu amigo. Ignorar a alergia pode acabar piorando a situação do animal, já que a tendência é o cachorro lamber a pata até ferir.

 

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O cachorro lambendo a pata constantemente pode estar ligado a alergias na pele
    O cachorro lambendo a pata constantemente pode estar ligado a alergias na pele

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    2) Ansiedade e cachorro lambendo a pata: qual a relação?

    Outra razão para o cachorro mordendo a pata é a ansiedade. Assim como os humanos, os animais também podem desenvolver problemas psicológicos causados, principalmente, por mudanças na rotina. Quando isso acontece, os cãezinhos passam a ter alterações comportamentais que são bastante perceptíveis. Um cachorro que não tem o hábito de latir, por exemplo, passa a latir bem mais. Ou um cachorro que antes era muito ativo, pode ficar mais entediado e apático. O cachorro morde a pata com frequência como forma de “aliviar” algum incômodo mental, que pode ser causado pela chegada de um novo membro na família, por exemplo, ou até falta de passeios para gastar a energia. 

    3) Carrapatos e pulgas deixam o cachorro mordendo a pata?

    Não é novidade que as pulgas e os carrapatos são um grande problema para os cachorros, né? Esses parasitas, inclusive, podem ser o motivo por trás do cachorro mordendo a pata. Isso acontece porque as pulgas e os carrapatos mordem as extremidades dos dedos desses animais, causando muita coceira. Assim, o cachorro fica mordendo a pata para tentar amenizar o incômodo. Se o tutor observar algo do tipo, é fundamental administrar um remédio para pulgas e carrapatos e investir em alguma medida para eliminar os parasitas do ambiente.

    4) Cachorro mordendo a pata pode ser por causa de machucado

    Se depois de passear com o cachorro você observou que ele começou a morder a pata, é bom verificar se ele não machucou ou queimou as patinhas na rua. Em dias mais quentes,  o cachorro pode acabar queimando as almofadinhas no asfalto - por isso, o indicado é só passear antes das 10h e depois das 16h.  Além disso, outra possível causa é que alguma pedra ou caco de vidro pode ter lesionado a patinha do seu amigo. Nesse caso, o melhor é buscar a orientação de um médico veterinário para que ele possa indicar uma pomada ou outro remédio que ajudará na cicatrização. 

    5) Unha de cachorro pode ser o motivo para cachorro lambendo a pata

    Ter atenção às unhas do cachorro é dever de todo tutor! Quando as unhas ficam com um comprimento muito grande, isso pode acabar incomodando o animal. Por isso, eles passam a mordiscar as patinhas para aliviar o desconforto e até mesmo tentar "quebrar" a unha. Para evitar que esse tipo de coisa aconteça, o ideal é cortar as unhas do cachorro regularmente. Como alguns cãezinhos podem ter um comportamento mais resistente na hora de aparar as unhas, o tutor pode tentar distrair o seu amigo com petiscos e brinquedos.

    Redação: Juliana Melo

    Quais são as raças de cachorro mais dóceis?

    Próxima matéria

    Quais são as raças de cachorro mais dóceis?

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    Seu cachorro morde durante as brincadeiras? Adestrador explica o que motiva esse comportamento e como corrigir
    Adestramento

    Seu cachorro morde durante as brincadeiras? Adestrador explica o que motiva esse comportamento e como corrigir

    O seu cachorro morde muito? Ao adotar um filhote de cachorro, já esperamos muitas bagunças, dentinhos afiados roendo móveis e até mordidinhas durante as brincadeiras. No entanto, mesmo os cachorros adultos continuam com a mania de morder as pessoas da casa, tanto para brincar como para chamar a atenção. Seja qual for o propósito, as mordiscadas não são nada agradáveis e devem ser corrigidas o quanto antes.

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)
    xixi

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)

    Chegar em casa depois de um longo dia na rua e ver que os cômodos estão todos sujos porque o bichinho fez xixi fora do banheirinho tira paciência de qualquer um, né? Por isso, quem tem um cãozinho sabe bem da importância que é como ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar certo, independente da idade. Mas, às vezes, mesmo com treinamento o cachorro pode voltar a fazer as necessidades fora do local indicado, e isso pode estar relacionado à diferentes causas. É importante entendê-las para que seja possível mudar esse tipo de comportamento, ou até mesmo para prestar o suporte que o cãozinho precisa, caso o motivo seja algum problema de saúde. Pensando nisso, separamos 6 possíveis razões para o cachorro fazendo xixi no lugar errado. Dá só uma olhada!

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo
    Cuidados

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo

    A saúde do cachorro depende de muitos cuidados com o corpo do animal - inclusive com as suas patinhas! São elas que dão todo o suporte necessário para que o cãozinho possa correr, brincar e pular, do jeitinho que eles gostam. Entretanto, muitos tutores não dão a devida atenção a pata de cachorro, e isso pode acabar desencadeando uma série de problemas na região, trazendo muito desconforto para o seu amigo de quatro patas. Pensando nisso, reunimos tudo que você precisa saber sobre essa parte do corpo dos cães: desde cuidados e doenças que podem atingir o local, até curiosidades e truques (como ensinar o cachorro a dar a pata, por exemplo). Confira!

    Ver Todas >

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?
    Comportamento animal

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?

    Lidar com a perda de um pet está longe de ser uma tarefa fácil. Mas, se você tem mais de um cachorro em casa, a perda também pode ser bem dolorosa para o animal que fica. Sim, o cachorro entende quanto o outro morre e isso pode impactar diretamente no comportamento e na saúde dele. Os cães são animais extremamente sensíveis e capazes de criar vínculos afetivos tanto com seus humanos quanto com outros animais. Por esse motivo, é importante que o tutor saiba identificar os sinais de luto de cachorro e como ajudá-lo a lidar com a saudade seguindo em frente. Para entender como esse processo acontece na prática, as tutoras Beatriz Reis e Gabriela Lopes compartilharam suas histórias com o Patas da Casa!

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento
    Comportamento animal

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

    Cuidar de cachorro é um dos maiores prazeres na vida de qualquer tutor. Tanto é que muitas vezes os cães passam a ser considerados como “filhos” pelos humanos. O que poucos percebem é que, além dos cuidados com a alimentação e saúde do animal, também é importante se atentar a alguns acessórios essenciais para lidar com o cachorro no dia a dia, como é o caso da coleira para cães.

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro
    Comportamento animal

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro

    Já parou para se perguntar como funciona o cérebro do cachorro? Essa é uma questão que pode intrigar muitos tutores, já que esses animais muitas vezes nos surpreendem com alguns comportamentos. Afinal, não dá para negar que, embora irracionais, os cães conseguem ser muito inteligentes! Eles são capazes de aprender vários tipos de comandos e muitas vezes parecem nos entender como ninguém. Então, como será que funciona a memória e o cérebro de cachorro?

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?
    Comportamento animal

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?

    No mundo canino, a proporção da idade do cachorro é totalmente diferente do que conhecemos entre os humanos. A média de vida de um cãozinho é de 10 a 13 anos, mas isso pode mudar de acordo com o tamanho, raça e cuidados que o animal recebeu ao longo da vida. No entanto, algumas raças de cachorro são conhecidas pela alta expectativa de vida. Um fator absolutamente genético! 

    Ver Todas >