Cuidados

5 motivos para não usar a coleira com guizo em gatos

 A coleira com sininho incomoda gatos e pode causar uma série de problemas à saúde física e mental do animal
A coleira com sininho incomoda gatos e pode causar uma série de problemas à saúde física e mental do animal

Se você tem um bichano em casa, certamente já deve ter ouvido falar sobre a coleira com guizo. O sininho que costuma vir pendurado no acessório serve para facilitar a localização do animal e, por isso, é bastante popular entre os gateiros de plantão. Mas, o que poucos tutores sabem é que esse barulhinho pode causar um estresse e desconforto tremendo no gatinho. O Patas da Casa listou os principais motivos para não usar guizo em gatos. Dá uma olhada!

1) Guizo: gato pode ficar bastante estressado por causa do barulho

Passar o dia ouvindo um barulho tão próximo ao ouvido pode ser extremamente irritante. Quando se trata de felinos, o incômodo pode ser ainda maior. Por serem animais que têm os sentidos apurados e gostam de calmaria e silêncio, qualquer ruído é capaz de tirar a paz do seu bichano. Por isso, o uso constante da coleira com guizo pode deixar o gatinho estressado, apático e até mesmo assustado, o que prejudica significativamente a qualidade de vida dele.

2) O uso regular da coleira de sino para gatos pode prejudicar a audição do animal

Imagine que você use fones de ouvido com música alta o dia todo e diariamente. Em algum momento, esse hábito pode trazer prejuízos para a sua audição, certo? É exatamente isso que acontece quando o gato usa coleira com guizo. O sistema auditivo dos gatos é tão complexo e sensível quanto o dos humanos e, por isso, um ruído elevado e constante tão próximo aos ouvidos pode contribuir para degeneração dos tímpanos. Para evitar esse problema, o ideal é remover o sininho do acessório e manter apenas a coleira simples.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
     A coleira com guizo pode deixar o seu gatinho mais estressado e agressivo
    A coleira com guizo pode deixar o seu gatinho mais estressado e agressivo

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    3) A coleira de gato com sino impede que o animal mantenha alguns instintos naturais

    Quem divide a casa ou apartamento com um bichano, com certeza já deve ter percebido alguns instintos naturais do animal. Ainda assim, é comum que alguns tutores não saibam que a coleira de sino para gatos pode prejudicá-los e até mesmo inibir esses comportamentos. O hábito de caçar presas, por exemplo, é o principal deles: para realizar isso, o felino precisa ser silencioso e o barulho do guizo faz com que ele seja descoberto facilmente. Para os gatinhos domésticos, o ruído durante a brincadeira de caça com um ratinho ou bolinha pode causar bastante estresse. Por isso, já sabe né? É melhor evitar o sininho.

    4) Coleira com guizo: acessório pode afetar a saúde geral do seu bichano

    O estresse causado pelo uso da coleira com guizo também pode prejudicar a saúde geral do seu gatinho. Isso porque com o aumento do cortisol contínuo - o hormônio do estresse - pode ocorrer uma imunossupressão. Ou seja: um gato estressado pode ficar mais doente devido ao seu sistema imunológico deficiente. Doenças gastrointestinais, dermatites e infecção urinária ou cistite são os principais problemas de saúde decorrentes do estresse. Para garantir a longevidade do seu bichinho, é importante não usar esse tipo de coleira para gatos.

    5) Coleira com guizo pode influenciar no comportamento do gato

    Além do estresse, a agressividade é outro comportamento que pode se manifestar em gatos que usam a coleira com guizo. Afinal, qualquer mínimo movimento que o seu bichano faça ao longo do dia será acompanhado por aquele bendito barulhinho, o que pode ser para lá de irritante e até mesmo influenciar no sono do animal. Como consequência, o gato pode ficar mais irritado e agressivo. A tolerância dos felinos ao barulho é mínima, lembra? Por isso, cabe ao tutor contribuir para o bem-estar do seu pet evitando o famoso sininho. 

    Redação: Úrsula Gomes

    Tela de proteção para cachorro é necessária?

    Próxima matéria

    Tela de proteção para cachorro é necessária?

    6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa
    Cuidados

    6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa

    Os gatos são animais muito curiosos e, por isso, gostam de explorar o ambiente dentro e fora de casa. O problema é que o mundo externo traz diversos riscos para a saúde dos felinos, tornando ainda maior a necessidade de instalar uma tela de proteção para gatos em sua casa. Quer saber quais são os principais motivos para manter o seu gato em casa? Confira!

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Meu gato deita na caixa de areia: saiba como descobrir o motivo e o que fazer para evitar
    Caixa de areia

    Meu gato deita na caixa de areia: saiba como descobrir o motivo e o que fazer para evitar

    A caixa de areia é um dos principais utensílios que você precisa ter assim que recebe um gatinho em casa. Além de ser o único lugar onde o felino faz xixi e cocô, o acessório também é um sinal da personalidade organizada e higiênica que é comum nesses animais. Justamente por isso, quando seu gato começa a passar mais tempo do que o necessário na caixa de areia, deitando no recipiente e, às vezes, até dormindo por ali, você pode ter certeza que alguma coisa está errada! Descubra, aqui embaixo, o que pode estar causando esse comportamento e como você pode ajudar seu gato a parar de deitar na caixa de areia!

    Ver Todas >

    Como funciona o aplicador de comprimidos para gatos?
    Cuidados dos animais

    Como funciona o aplicador de comprimidos para gatos?

    Cuidar da saúde dos gatos não é uma tarefa tão simples, ainda mais quando são diagnosticados com alguma doença que requer o uso de medicamentos. A maioria dos felinos tem o paladar exigente, não gosta de ser "agarrado" no colo e odeia qualquer coisa que o tire da zona de conforto, características que transformam a hora de dar comprimido em um grande desafio. Ainda assim, os remédios não podem deixar de ser administrados. 

    Quais os benefícios de tosar cachorro no calor?
    Cuidados dos animais

    Quais os benefícios de tosar cachorro no calor?

    Quem é pai de pet sabe que o verão e o calor demandam alguns cuidados com os animais de estimação. Além da questão de bem-estar, o tutor também deve estar atento com a saúde do pet. A tosa de verão é uma opção para ajudar a refrescar os cães, mas atenção: nem toda raça de cachorro pode ser tosada. Por outro lado, raças como o Poodle e o Shih Tzu se beneficiam bastante do corte específico nos meses mais quentes do ano. 

    Cachorro pode dormir no ar condicionado? Descubra se faz mal ou não!
    Cuidados dos animais

    Cachorro pode dormir no ar condicionado? Descubra se faz mal ou não!

    O verão é uma época um pouco complicada para os cães. Ao mesmo tempo em que os dias ensolarados permitem mais passeios, mergulhos na piscina e muita diversão, as altas temperaturas também podem fazer com que o cachorro sofra com o calor. Por isso, além de dar bastante água para os peludos nessa época, muitos tutores se perguntam se o cachorro pode dormir no ar condicionado ou se isso pode ser prejudicial para a saúde do animal de alguma forma. 

    Como cuidar da unha do cachorro inflamada?
    Cuidados dos animais

    Como cuidar da unha do cachorro inflamada?

    A unhas do cachorro fazem parte da anatomia das patinhas e, além de ajudarem na sustentação do animal ao se movimentar, funcionam como um mecanismo de defesa. Mas assim como as unhas dos humanos, os cães também precisam de cuidados específicos nessa região, já que as unhas crescem rápido. A unha de cachorro inflamada ou encravada pode causar muito incômodo e dor, necessitando até mesmo de algum procedimento mais complexo dependendo da gravidade da inflamação.

    Ver Todas >