Adestramento

"Meu cachorro late muito para a porta ou janela": adestradora explica o que você deve fazer para corrigir isso

Descubra os principais motivos dos latidos de cachorro para porta ou janela da casa
Descubra os principais motivos dos latidos de cachorro para porta ou janela da casa

Se você tem um amigo de quatro patas em casa, certamente deve saber que lidar com latido de cachorro no dia a dia é algo comum. Acontece que os cachorros possuem uma maneira única de se comunicar e demonstrar uma série de coisas, desde uma dor até saudades, por exemplo. Ainda assim, cachorros latindo muito para a porta ou janela podem gerar um incômodo para você e, principalmente, para os vizinhos. Nesse caso, a melhor solução é entender as razões por trás desse comportamento do animal. Para te ajudar nessa missão, a gente conversou com a adestradora Renata Bloomfield sobre os motivos que levam os cachorros a aumentarem a intensidade dos latidos para as portas ou janelas da casa. Olha só!

Cachorro latindo para porta ou janela: o que o comportamento pode significar?

Ao contrário do que muitos tutores pensam, o latido de cachorro nunca ocorre sem motivos. Por isso, antes de lidar com a situação, é preciso entender de que tipo de cachorro estamos falando e, principalmente, o que pode estar resultando nesse comportamento. “Nós precisamos pensar se estamos falando de um cachorro filhote, adulto ou de um cão de alerta. Nesse caso, algumas raças, como Poodle, Chihuahua e Terriers, estão mais propensos aos latidos e, por isso, cabe aos tutores direcionar isso”. 

Já no caso do cachorro filhote, os latidos para porta ou janela não são o único sinal que o cãozinho dá de que alguma coisa está errada: “Em alguns quadros, como na presença da Síndrome da Ansiedade de Separação, o latido para a porta é uma reprodução do que o animal faz quando a mãe se distancia e, quase sempre, resulta em um cão muito desesperado e que acaba arranhando as portas, destruindo os móveis da casa e fazendo xixi e cocô fora de lugar”, explicou a comportamentalista. Por acontecerem na ausência dos tutores, esses sinais são os mais difíceis de controlar e corrigir. 

Além disso, a especialista ressalta que traumas psicológicos também podem resultar em cachorro latindo para porta ou janela, principalmente se o animal já foi abandonado ou passou por vários lares temporários. “São animais que ficam instáveis emocionalmente. Filhotes que também são retirados antes de 60 dias da sua ninhada, por exemplos, estão mais propensos a desenvolver a ansiedade de separação e, consequentemente, ter mais esses latidos”, explica.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
     O adestramento é uma boa saída para controlar os latidos em excesso do seu cachorro
    O adestramento é uma boa saída para controlar os latidos em excesso do seu cachorro

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Investir no adestramento de cães é uma boa maneira de amenizar o latido de cachorro

    Além de oferecer uma série de benefícios para o comportamento do seu cachorro, o adestramento, quando feito de forma positiva, também pode ajudar no caso de animais que latem muito para porta ou janela da casa. Segundo Renata, no caso de cães de alerta, o processo é um dos mais utilizados. “Por exemplo, ouvi um barulho no corredor e já sei que o meu cachorro vai latir, eu chamo ele e tento trazer a atenção dele para mim. Neste caso, é fundamental intervir antes dos latidos de cachorro começarem”. Para isso, a adestradora ressalta a importância de ter uma boa relação com o seu pet. “Evite chamá-lo pelo nome no momento da bronca. Quando ele estiver latindo para a porta, chame-o até você e faça a intervenção. Mostre para ele que existem outras opções mais interessantes do que de latir”.

    Alguns medicamentos também podem ser bons aliados na hora de lidar com um cachorro que late muito

    Existem outras formas de corrigir esse comportamento no seu cãozinho, principalmente quando se trata de um animal com quadro de ansiedade. De acordo com Renata, “o uso de feromônios e ansiolíticos podem ser uma boa opção”. Nesse caso, é importante ter em mente que o tratamento podem demorar até quatro semanas para fazer efeito. Por isso, é fundamental que a família esteja de acordo e não pause a medicação mesmo que a melhora no comportamento do animal não seja imediata - não se esqueça de que o medicamento precisa ser prescrito por um veterinário. Além disso, a adestradora ressalta: “a medicação ajuda, mas ela não trata totalmente o problema”. Sendo assim, também cabe ao tutor criar uma rotina que estimule o animal, desde brinquedos interativos à passeios regulares. Vale de tudo para garantir uma vida mais tranquila e saudável para o seu amigo. 

    Redação: Úrsula Gomes 

    Como fazer o cachorro parar de pular nas pessoas?

    Próxima matéria

    Como fazer o cachorro parar de pular nas pessoas?

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande
    Grandes

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande

    Se você está pensando em comprar ou adotar um cachorro de raça, precisa conhecer o Bernese Mountain. Esse cãozinho, que também é chamado de Boiadeiro de Berna e Boiadeiro Bernês, tem uma personalidade cativante e que consegue encantar a todos. Ele adora estar perto da sua família, é bastante leal e não é muito agitado como outras raças. Por isso, é um ótimo animal para te acompanhar em diversos momentos do dia a dia. 

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Brinquedos para cachorros filhotes: quais as opções mais seguras para até seis meses de idade?
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorros filhotes: quais as opções mais seguras para até seis meses de idade?

    Os brinquedos para cachorro filhote fazem toda a diferença nos primeiros meses de vida do cãozinho, pois servem como estímulos sensoriais que ajudam no desenvolvimento do animal. É importante, porém, que eles sejam apropriados para a idade do pet. Quer saber quais são os melhores brinquedos para filhotes de cachorro de até 6 meses? Então veja abaixo algumas alternativas!

    Cachorro Labrador: a cor da raça indica a personalidade do pet?
    Comportamento animal

    Cachorro Labrador: a cor da raça indica a personalidade do pet?

    Labrador preto, chocolate, caramelo… Existem muitos tipos de cores de pelagem que podem existir na raça Labrador. Cachorro tão popular e querido por todos, o Labrador é conhecido por sua personalidade amigável, carinhosa e divertida - o verdadeiro melhor amigo do homem! A grande variedade de cores de um cachorro Labrador, porém, leva algumas pessoas a se questionarem se a cor da pelagem indica algum traço especial na personalidade do animal. 

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Comportamento animal

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Comportamento animal

    "Meu cachorro destrói tudo": o que fazer e como direcionar o comportamento do pet?

    Quem tem um cachorro destruidor sabe bem a sensação de chegar em casa e encontrar o sofá destruído, o controle remoto mordido ou a caminha dele destroçada. Esse comportamento traz problemas tanto para o tutor quanto para o cão e, por isso, é importante saber como evitá-lo. Algumas mudanças na rotina, como comprar uma cama para cachorros destruidores e passear mais com o cachorro, podem ser necessárias para controlar seu pet. 

    Ver Todas >