Vermífugo

Vermífugo para gatos: bichanos que vivem dentro de casa precisam ser vermifugados?

O vermífugo para gatos faz parte dos cuidados que você deve ter com o animal
O vermífugo para gatos faz parte dos cuidados que você deve ter com o animal

Tão importante como a aplicação das vacinas, o vermífugo para gatos protege o animal de diversos tipos de doenças. O seu bichinho pode até parecer saudável por fora, mas a falta de proteção possibilita que os vermes se alojem dentro do organismo do animal sem que você perceba, causando danos silenciosamente. Há quem pense que os gatos que vivem dentro de casa nunca serão expostos a parasitas e, portanto, a vermifugação não é necessária — isso é um grande erro! Administrar o vermífugo para gatos filhotes e adultos deve valer para todos os bichanos, incluindo aqueles que não tem acesso às áreas externas. Saiba mais sobre o assunto a seguir!

Vermífugo para gatos: como o meu gato que não sai de casa pode pegar vermes?

Os gatos criados indoor têm um risco menor de obter parasitas em relação aos animais que transitam ao ar livre. Há algumas situações, no entanto, em que os felinos ficam parasitados mesmo sem sair de casa. A transmissão pode ocorrer, por exemplo, por meio da ingestão de pulgas, picadas de mosquitos, contato com fezes contaminadas e até pelo leite materno, no caso de gatinhos filhotes.

Caso você tenha outro animal doméstico em casa — como um cachorro que passeia frequentemente ou outro gato que costuma sair às ruas —, ele pode levar vermes ao seu gatinho que vive dentro de casa. Mesmo que não haja interação entre os bichos, eles compartilham o mesmo ambiente, e os parasitas são especialistas em se infiltrar em um novo espaço e encontrar hospedeiros viáveis. Isso significa que, quando um dos seus animais de estimação tem vermes, os outros correm o risco de pegá-los também. Ao vermifugar um pet, certifique-se de fazer o mesmo com os todos os bichinhos da sua casa. A caixa de areia do gato também precisa estar sempre limpa. 

Outro cuidado que a maioria dos tutores não tem é em relação às próprias roupas e calçados: sim, os vermes podem ser levados desta forma para dentro de casa. Como os bichanos são animais muito curiosos, eles podem acabar farejando e até lambendo o que veio da rua. Para ajudar a evitar isso, mantenha sua casa limpa, tire os sapatos na porta e guarde a roupa usada na rua fora do alcance do seu gatinho.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    O vermífugo para gatos precisa ser administrado com frequência
    O vermífugo para gatos precisa ser administrado com frequência

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Gatos com vermes: o que os parasitas podem causar nos felinos?

    Os sintomas de gato com verme podem variar de acordo com o tipo de parasita e o lugar em que ele está instalado (intestino, estômago, pulmão, rins, coração etc.). No sistema gastrointestinal, as consequências digestivas são manifestadas em forma de gases, vômitos e diarreia. Em infestações mais intensas, podem surgir complicações estomacais mais graves, anemia, perda de peso, dor abdominal, presença de sangue nas fezes, atraso no crescimento, entre outras.

    Felizmente, tratar o seu gato com vermes é fácil e não exige mais que uma medicação de venda livre. Para saber qual é o melhor vermífugo para gatos, leve o seu felino ao veterinário para que o profissional possa realizar os exames necessários e indicar o melhor produto.

    Quando administrar o vermífugo para gatos filhotes?

    Os vermes afetam filhotes de gatos com certa frequência. Se os bichinhos não forem tratados adequadamente, eles podem adoecer gravemente. Por isso, leve seus gatinhos recém-adotados ou recém-nascidos ao veterinário para desparasitação, um procedimento indispensável. O vermífugo para gatos filhotes geralmente é dado quando ele completa 30 dias de vida. A segunda dose é oferecida 15 dias depois da primeira. Alguns protocolos estabelecem ainda uma terceira dose, administrada aos 60 dias de vida (ou 15 dias depois da segunda dose).

    Após as doses iniciais, a frequência pode variar de caso a caso até que o gato complete seis meses. Os veterinários levam em conta alguns fatores, como a rotina do bicho, o estilo de vida, a presença de outros animais e o ambiente onde ele vive.

    Vermífugo: gato que vive dentro de casa precisa de proteção regularmente

    Muitos veterinários recomendam que a frequência do vermífugo para gatos que vivem dentro de casa deve ser a mesma para felinos que têm acesso à rua. Isso acontece porque não é difícil de saber como — e quando — um animal será exposto aos ovos ou larvas de vermes. Desta forma, é melhor fornecer a medicação preventiva regularmente. Converse sobre a desparasitação frequente com o veterinário do seu pet.

    Redação: Guilherme Segal

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Próxima matéria

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Adoção

    "Quero adotar um gato": tudo o que você precisa saber e fazer antes de levar um felino para casa

    Se você procura um bichinho independente, carinhoso e de personalidade forte, talvez seja o momento certo de adotar um gatinho. Com um jeito próprio de demonstrar todo o seu amor, os felinos têm conquistado cada vez mais o coração das mães e dos pais de pet de plantão. Mas, na hora de decidir isso, é preciso ter em mente que incluir um novo membro à sua família implica uma série de fatores, tanto para o animal quanto para os tutores e, principalmente, para o lugar que será o seu novo lar. Para te ajudar nesse momento, nós separamos um guia completo com tudo que você precisa saber na hora de adotar um gato. Dá uma olhada!

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa
    Cuidados

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

    Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

    Ver Todas >

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Saúde animal

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia
    Saúde animal

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

    O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. 

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?
    Saúde animal

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?

    A obesidade em gatos é um problema que precisa de atenção. Geralmente, o quadro não está relacionado à predisposição genética, mas alguns fatores contribuem para o aumento de peso nos felinos. A falta de exercícios físicos e uma alimentação inadequada, por exemplo, são hábitos que podem levar à obesidade. Então se o seu gatinho é muito preguiçoso ou não tem acesso a todos os nutrientes que precisa, é bem provável que ele se torne um gato obeso. 

    Ver Todas >