A pet terapia aproveita o companheirismo dos animais para trazer mais conforto emocional e melhora no tratamento de diversas condições físicas e mentais, principalmente em casos de ansiedade e depressão. Geralmente, os cães são os mais usados nesse tipo de cuidado, mas os gatos também têm apresentado a mesma capacidade dos doguinhos, e muitos tutores de felino vem relatando que ter um bichano também faz muito bem para a saúde! Pesquisamos quais os benefícios de adotar um felino e reunimos as informações no artigo abaixo, que conta mais sobre a terapia pet com gatos. Confira!

Pesquisa mostra: gatos ajudam na depressão dos tutores

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Segundo o estudo intitulado “Meu pet, meu amparo, meu caminho seguro: a história de vida de pessoas com depressão pós adoção”, publicado em junho de 2020 no livro Psicologia: desafios, perspectivas e possibilidades - Vol. 1, os gatos ajudam na depressão. Há relatos de melhora significativa do quadro depressivo e de ansiedade ao conviver com um bichano.

Um entrevistado conta que na época nem gostava de felinos, mas a sua avó deu a ideia de adotar um gato filhote que estava na rua e que o seu pai não resistiu ao bichano. Algumas semanas depois, o pai viajou e ele se viu na responsabilidade de cuidar do gato filhote. Aos poucos, foram criando uma relação.

Nesse momento, ele observou que o gato sentia saudades, pois o esperava na porta quando chegava da faculdade e que achou isso “diferente” pois acreditava que esse era um comportamento animal exclusivo dos cães. No mesmo período, também começou a desabafar com o gato quando se sentia sozinho. Ou seja, sentir que tinha alguém o esperando, somado a responsabilidade dos cuidados e a interação nos momentos difíceis foram essenciais para que criassem um laço que ajudou na melhora do seu quadro depressivo - e que isso foi tão bom que ele decidiu adotar outra felina.


Estudo aponta que os gatos ajudam na depressão e ansiedade pois são companheiros e trazem responsabilidade.
Estudo aponta que os gatos ajudam na depressão e ansiedade pois são companheiros e trazem responsabilidade.

Como um gato ajuda na depressão e ansiedade?

Sim, existe gato de suporte emocional e é inegável o impacto que os felinos têm na saúde mental dos donos. Os gatos costumam entender o sentimento humano só observando o nosso comportamento. Por isso eles sabem quanto estamos tristes e devolvem o carinho da maneira deles, seja ronronando ou só fazendo companhia. Mesmo sem demonstrar como os cães, os gatos desenvolvem um vínculo emocional com os tutores e essa relação só traz bons frutos.

Acariar a pelagem macia dos gatos tem efeito calmante e tem bichano que adora o contato físico! Mas até aqueles mais tímidos vão ser grandes companheiros, pois também demandam cuidados e a responsabilidade de cuidar de gato ajuda na depressão, pois isso dá mais motivação no dia a dia. Observar eles brincando também é divertido e a forma calma e graciosa de agir dos felinos também inspira seus tutores - afinal, eles sempre caem de pé e só isso já quer dizer muita coisa.

Gato terapeuta: tratamento com felinos ajuda na recuperação de doenças mentais

Mas o que é pet terapia? Essa é uma alternativa de alívio que ajuda na recuperação de diversas situações físicas e mentais através da companhia dos animais. Normalmente, os cães são mais utilizados nesse tratamento, porém adotar gatos (peixes, calopsitas, entre outros bichinhos) também estão sendo vistos como uma forma de trazer mais conforto físico e emocional.

No caso dos gatos, eles demonstram o afeto de forma única e costumam ser muito amorosos. Mas assim como os cachorros, os felinos que atuam nessa terapia passam por um treinamento que avalia o seu comportamento e a personalidade. É preciso ser um animal bem tranquilo para lidar com os pacientes, que geralmente estão lutando contra um câncer, depressão ou ansiedade, sendo muitos deles idosos. A terapia assistida por animais também tem sido utilizada na socialização de crianças com autismo.

Gato: ajuda para depressão e melhora na saúde mental

Assim como os cães, os gatos são pets que curam e trazem muitos benefícios aos tutores. Algumas raças são muito carinhosas, como o gato Persa e o Siamês. Mas até um gato Vira-lata pode se mostrar muito amoroso! Estão entre os benefícios de adotar um gatinho:

  • Redução do nível de estresse
  • Diminui o quadro de depressão e ansiedade
  • Cria o senso de responsabilidade
  • Ajuda a dormir melhor
  • Afasta a solidão

Se ainda tem dúvidas sobre adoção animal, conheça os cães e gatos terapeutas e faça uma visita ao hospital mais próximo que tenha ação de terapia assistida com animais.

Redação: Erika Martins

Edição: Mariana Fernandes