close
Ração

Ração a granel é uma boa opção? Veja 6 motivos para não comprar

Atualizado · 20 de abril de 2022 · 14h19

Publicado · 20/04/2022 · 14h18

A ração a granel é mais barata, mas sua forma de conservação pode prejudicar a saúde do animal
A ração a granel é mais barata, mas sua forma de conservação pode prejudicar a saúde do animal

Alguns tutores optam por comprar ração a granel em vez de ração para cachorro ou gato tradicional. Essa escolha é feita principalmente por causa de seu valor reduzido. A ração a granel para cães ou para gatos é oferecida fora da embalagem original. Ela é armazenada em recipientes ou sacos plásticos e vendida a quilo. Por isso, comprar ração granel acaba sendo vantajoso no quesito preço: o tutor paga apenas a quantidade que quer em um valor mais baixo. Porém, comprar ração a granel para cachorro e gato pode sair caro em outros aspectos, como qualidade nutricional e higiene. Confira 6 motivos que explicam porque é melhor não comprar ração a granel.

1) A ração a granel é armazenada de maneira inadequada

Os sacos de ração para gato ou cachorro tradicionais que encontramos em pet shops são feitos especificamente com o objetivo de garantir que o produto ali dentro fique protegido, mesmo depois de aberto. No caso da ração granel, o alimento fica  em sacos plásticos ou recipientes que não foram feitos para esse fim. Logo, o armazenado da ração não é adequado. Além disso, eles ficam abertos por muito tempo nas lojas e são frequentemente remexidos, uma vez que novos grãos são adicionados ao mesmo recipiente. Ou seja, no tipo granel, ração fica exposta à umidade, temperaturas diferentes e agentes externos diversas vezes ao longo do dia.

2) A ração granel tem menos nutrientes por conta do mau armazenamento

O fato dos recipientes de ração a granel ficarem muito expostos causa problemas à saúde do animal. Fatores externos como umidade, temperatura e luz influenciam na conservação de qualquer comida. A ração granel em contato direto com esses elementos sofre um processo chamado oxidação, que ocasiona a perda dos nutrientes da ração de cachorro ou gato. Com isso, os valores nutricionais diminuem consideravelmente. Como a ração a granel para cães e gatos não têm os nutrientes essenciais, torna-se um alimento nada saudável.

3) Insetos, roedores e fungos podem contaminar a ração granel com mais facilidade

A ração a granel compromete a saúde do animal de diversas maneiras. Além das perdas de nutrientes por conta da exposição ao ambiente, o alimento fica exposto a agentes como ratos, insetos e baratas já que o saco fica constantemente aberto. Além disso, armazenar a ração de cachorro do jeito errado deixa o alimento sujeito à ação de fungos e bactérias, já que eles se proliferam com mais facilidade no interior de sacos e recipientes plásticos por conta da temperatura e da umidade. Se o animal come uma ração contaminada, as chances de uma intoxicação alimentar são altas, normalmente apresentando reações como vômito e diarreia.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A ração a granel é vendida a quilo e armazenada em sacos e recipientes plásticos
    A ração a granel é vendida a quilo e armazenada em sacos e recipientes plásticos

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Quando o assunto é a alimentação de um pet, muitas dúvidas podem surgir: o que o cachorro não pode comer? cachorro pode comer couve? Pode dar brócolis para cachorro? Ou ainda se cachorro pode comer abobrinha? Muitos tutores questionam se podem oferecer verduras e legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de serem muito saudáveis, esses tipos de alimentos ajudam a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas.

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Alimentação de filhotes de cachorro: amamentação, desmame, papinha, ração... Tudo que você precisa saber!
    Alimentação animal

    Alimentação de filhotes de cachorro: amamentação, desmame, papinha, ração... Tudo que você precisa saber!

    Ter um cachorro filhote é tudo de bom, mas requer alguns cuidados, principalmente quando se trata da alimentação do animal. Ao contrário dos cães adultos que já têm uma dieta basicamente definida, os filhotes de cachorro passam por várias etapas de transição até poder consumir alimentos mais sólidos. Além disso, a ração para cachorro filhote é totalmente diferente da que é oferecida para os cachorros adultos.

    4) Não é possível saber com precisão os valores nutricionais ao comprar ração granel 

    Em uma embalagem de ração de cachorro original podemos achar todas informações nutricionais do alimento, como quantidade de proteínas, gorduras, carboidratos, corantes, entre outros elementos.  Como a ração granel é guardada em recipientes e sacos plásticos comuns, não é possível encontrar essas informações ao comprá-la. Assim, não tem como saber exatamente que alimento está sendo consumido, garantir qual a marca e quais são seus valores nutricionais.

    5) A ração a granel não permite um controle do que está sendo ingerido pelo animal

    Cada animal precisa comer uma quantidade de comida e nutrientes adequada à sua idade e peso. Além disso, alguns pets podem ser alérgicos a certos componentes ou necessitarem mais um nutriente do que outros. É por isso que as informações nutricionais são tão importante: elas ajudam a medir a quantidade de ração que o seu animal precisa de acordo com idade, peso e porte. No tipo granel, a ração é apenas colocada no saco sem informar o que exatamente está presente naquele alimento. Assim, fica difícil saber se aquela comida é realmente adequada à faixa etária e às condições de saúde do seu animal. Você pode estar dando uma comida rica em lipídios e fraca em proteínas, por exemplo, e nunca vai saber.

    6) O prazo de validade da ração a granel para gatos e cães raramente é informado

    Muitos lugares que vendem ração a granel estocam os produtos por muito tempo. São compartimentos grandes e, conforme o alimento vai saindo, um novo vai sendo colocado no lugar. Ou seja: ração antiga e nova se misturam e fica impossível saber qual está fresca e qual está velha. Assim, há um risco enorme de oferecer ração vencida. Por serem vendidas em embalagens de plástico, o prazo de validade muitas vezes nem é informado. Com isso, há chances altas de o animal estar comendo uma comida estragada e que vai trazer danos sérios à saúde dele. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Veja infográfico e descubra quais frutas que cachorro pode comer

    Próxima matéria

    Veja infográfico e descubra quais frutas que cachorro pode comer

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa
    Cuidados

    6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa

    Os gatos são animais muito curiosos e, por isso, gostam de explorar o ambiente dentro e fora de casa. O problema é que o mundo externo traz diversos riscos para a saúde dos felinos, tornando ainda maior a necessidade de instalar uma tela de proteção para gatos em sua casa. Quer saber quais são os principais motivos para manter o seu gato em casa? Confira!

    Veterinário online é uma boa ideia? Como funciona? Veja como profissionais e tutores se adequaram na pandemia
    Saúde

    Veterinário online é uma boa ideia? Como funciona? Veja como profissionais e tutores se adequaram na pandemia

    Já pensou em ter uma consulta com um veterinário online? Embora seja um serviço relativamente recente, esse tipo de atendimento chegou para facilitar a vida dos tutores. O grande diferencial é que, com a possibilidade de um veterinário gratuito online, fica muito mais fácil tirar eventuais dúvidas sobre o comportamento e cuidados com o animal sem precisar sair de casa.

    Ver Todas >

    Troca de ração de cachorro: passo a passo de como substituir sem traumas
    Alimentação animal

    Troca de ração de cachorro: passo a passo de como substituir sem traumas

    São muitas as situações em que a troca da ração de cachorro é necessária. No início da vida, o pet come a ração para filhote de cachorro, rica em nutrientes essenciais para o desenvolvimento sadio do animal. Depois, precisa mudar a ração para a versão adulta. Ao ficar mais velho, é a vez da ração para cachorro idoso, que previne problemas de saúde típicos da idade. Além disso, a troca de ração pode ser recomendada também por problemas de saúde. 

    Desmame de gato: passo a passo para introduzir ração de gato filhote
    Alimentação animal

    Desmame de gato: passo a passo para introduzir ração de gato filhote

    Trocar o leite pela ração de gato filhote é um processo que todo gatinho deve passar. O leite materno é fundamental para promover um desenvolvimento físico e até mesmo psicológico de forma saudável. Mas a amamentação felina só deve ocorrer por um certo período, e a alimentação do gato filhote precisa ser trocada pela ração, que tem os nutrientes fundamentais para completar o desenvolvimento do pet.

    Gato pode comer ovo? Descubra se o alimento é liberado ou não!
    Alimentação animal

    Gato pode comer ovo? Descubra se o alimento é liberado ou não!

    Quando o assunto é alimentação dos gatos, é comum que os tutores tenham dúvidas sobre o que pode ou não fazer parte da dieta do bichano. Afinal, é sempre bom diversificar servir petiscos naturais e diversificados para o pet. Já sabemos que cachorro pode comer ovo, mas e gato? Pode comer ovo também? Assim como os cães, existem alguns felinos que são simplesmente apaixonados pelo alimento, enquanto outros não dão a mínima.

    Ração urinária: como funciona o alimento para gatos?
    Alimentação animal

    Ração urinária: como funciona o alimento para gatos?

    Hoje em dia, existe uma ampla gama de opções de ração para gatos nos pet shops. Algumas delas, inclusive, são formuladas especialmente para tratar doenças, como a ração para trato urinário. Gatos que apresentam doença renal crônica, quando são alimentados adequadamente, ganham muito em qualidade de vida. Veja a seguir quais são os diferenciais da ração urinária e quando ela deve - ou não - ser servida.

    Ver Todas >