Ração

Quantidade de ração para gatos: descubra qual a porção ideal em cada fase da vida do felino

 Descubra todos os detalhes para garantir uma boa alimentação ao seu bichano
Descubra todos os detalhes para garantir uma boa alimentação ao seu bichano

Não importa se você tem um filhote de gato ou um adulto, uma coisa é certa: uma boa ração de gato é fundamental para mantê-lo saudável. Afinal, uma alimentação rica em nutrientes é um dos principais cuidados para que nossos animais de estimação vivam com qualidade de vida e longe de doenças. Ainda assim, é comum que os tutores tenham dúvidas sobre qual a quantidade de ração para gatos ideal. Pensando nisso, o Patas da Casa reuniu tudo o que você precisa saber na hora de montar a dieta do seu bigodudo. Dá uma olhada!

Gato filhote: qual a quantidade de ração para gato nos primeiros meses de vida?

Na hora de alimentar o gato filhote, é comum ficar em dúvida sobre a quantidade ideal de ração. Afinal, a fase de crescimento do animal exige cuidados nutricionais redobrados, já que ele possui uma capacidade digestiva menor e, consequentemente, come menos por refeição. Por isso, a ração para gato filhote é reforçada para garantir os nutrientes fundamentais para o desenvolvimento saudável do animal e oferecer a energia adequada. Para não errar na quantidade, é importante levar em consideração o peso do seu bichano e seguir as orientações da embalagem da ração de gato escolhida, já que a quantidade de calorias e nutrientes pode variar de uma ração para outra. Mas, de maneira geral, é possível seguir a tabela abaixo: 

Gatos com peso até 1,6 kg: a quantidade de ração pode variar entre 10 e 20 gramas por dia;

Gatos com peso entre 1,6 e 3,7 kg: a quantidade de ração pode variar entre 25 e 40 gramas por dia. 

Nesse caso, vale lembrar que o indicado é oferecer a ração para gato filhote pelo menos quatro vezes ao dia. 

Ração para gato adulto: nem mais, nem menos

Assim como acontece com os humanos, as necessidades nutricionais dos felinos também mudam com o passar dos anos. Por isso, a partir dos 12 meses de idade, o seu bichano vai precisar de uma nova dieta nutritiva, equilibrada e capaz de suprir as suas necessidades diárias. As atividades físicas do seu pet, por exemplo, devem ser levadas em consideração. Para não errar na quantidade de ração de gato, é preciso estar atento à fórmula nutricional do alimento e as necessidades do seu pet de acordo com o peso dele:

Gatos com peso entre 4 e 6 kg: a quantidade ideal de ração pode ser entre 40 e 80 gramas por dia;

Gatos com peso entre 7 e 9 kg: a quantidade ideal de ração pode ser entre 60 e 100 gramas por dia;

Gatos acima dos 10 kg: a quantidade ideal de ração pode ser entre 80 e 120 gramas por dia.

Em caso de dúvidas, vale apostar nas calculadoras de quantidade de ração disponíveis na internet ou consultar um médico veterinário.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Ração para gato filhote:  o seu gatinho deve comer apenas a ração específica para a faixa-etária dele
    Ração para gato filhote: o seu gatinho deve comer apenas a ração específica para a faixa-etária dele

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Muitos tutores questionam se podem oferecer legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de ser muito saudável, esse tipo de alimento ajuda a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas. Mesmo se alimentando de ração diariamente, não há uma restrição que impede o cão de comer alimentos gostosos por fora, como vegetais e frutas variadas. O importante é que o tutor respeite a saúde do cachorro e ofereça com moderação, é claro - lembrando que sempre vale conversar com o veterinário antes de qualquer decisão.

    Ração para gatos castrados: é preciso ter uma atenção especial com a alimentação do felino

    A castração gera uma série de mudanças no corpo do animal, entre elas a diminuição da produção hormonal. Essas alterações pode ocasionar o aumento de peso. Por isso, quando se trata da alimentação de um gato castrado, as necessidades nutricionais são diferentes. Sendo assim, o primeiro passo é investir em uma ração para gatos castrados para garantir que os nutrientes e os níveis calóricos sejam ajustados. Quanto a quantidade de comida, é importante conversar com um especialista para não errar na medida. 

    Qual a quantidade de ração para gato idoso?

    A partir dos 7 anos, os felinos entram na velhice e passam a ter novas necessidades nutricionais. A ração para gato idoso precisa ser reforçada com antioxidantes e nutrientes que protegem os ossos e intestino. Geralmente, esses alimentos têm uma concentração mais baixa de sódio e outros componentes que podem prejudicar a função renal do animal, que já está mais frágil ainda. Um gato saudável precisa comer de 2 a 3 vezes por dia - e não se esqueça que a transição para o novo alimento precisa ser gradual.

    Gatos com peso entre 1,5 e 5 kg: a quantidade de ração pode variar entre 35 e 75 gramas por dia;

    Gatos com peso entre 5 e 10 kg: a quantidade de ração pode variar entre 75 e 120 gramas por dia.

    Se o seu gato idoso possui algum problema de saúde, como insuficiência renal ou diabetes, tudo muda. O médico veterinário deve avaliar se será necessário mudar para uma ração medicamentosa. Portanto, a quantidade deve obedecer o indicado pela marca fabricante e pelo profissional que acompanha o seu gatinho

    Quantas vezes por dia devo alimentar o meu gato? 

    Diferente dos cachorros, os gatos são animais apegados à rotina. Por isso, na hora de alimentar o seu bichano, saiba que os horários e a quantidade certa de ração de gato pode fazer toda a diferença. Um gato filhote, por exemplo, precisa ter a sua porção de comida diária dividida em 3 ou 4 refeições. Já um gato adulto gasta menos calorias e, por isso, pode se alimentar apenas duas vezes por dia tranquilamente. E lembre-se: é importante utilizar um comedouro para gatos limpo e adequado para o tamanho do seu pet na hora de alimentá-lo. 

    5 alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum

    Próxima matéria

    5 alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o
    Raças

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o "Manx cat"

    Diferente de quem prefere cachorros, os amante de felinos normalmente não se importam tanto com a raça antes de comprar ou adotar um gatinho. Mas mesmo que isso não seja um fator primordial na hora de escolher seu amigo de quatro patas, é bom saber que existem diferentes tipos de raça de gato. Dentre elas, o “Manx cat” - também conhecido como Gato Manês - é uma das mais populares e que carrega uma característica muito particular: os animais dessa raça não têm rabo. Parece esquisito, mas o que falta de rabo, sobra em amor! Saiba mais sobre a raça de gato que vai conquistar o seu coração a seguir.

    Maior raça de gato do mundo: descubra qual é e veja algumas curiosidades sobre o tamanho do felino
    Raças

    Maior raça de gato do mundo: descubra qual é e veja algumas curiosidades sobre o tamanho do felino

    Você já se perguntou alguma vez qual é a maior raça de gato do mundo? Quem é apaixonado pelos nossos amigos felinos já deve saber que o tamanho dos gatos pode variar bastante de raça para raça. Mas será que existe uma raça que se destaca por seus gatos maiores que a média? A resposta para isso é sim!A raça Maine Coon é conhecida por ser o maior felino do mundo - entre os doméstico, é claro! Os animais dessa raça são tão grandes que muitas vezes são chamados de gatos gigantes. Confira algumas curiosidades sobre o Maine Coon e qual é o maior gato do mundo, segundo o Guinness Book.

    Gatos podem comer ração de cachorro? Saiba o que é permitido na alimentação dos felinos
    Ração

    Gatos podem comer ração de cachorro? Saiba o que é permitido na alimentação dos felinos

    Se seu amor por pets não consegue se restringir a apenas gatos ou cachorros e, na sua casa, eles convivem em harmonia, provavelmente a hora da comida é uma das mais aguardadas pelos seus amigos de quatro patas. Num mundo ideal, cada um come a ração no seu potinho: gatos com gatos, cachorros com cachorros. Mas a gente sabe bem que se não ficar de olho, uma troca pode acontecer nesse momento. Afinal de contas, gatos podem comer ração de cachorro? Se sim, essa prática pode trazer algum malefício para a saúde do seu felino? Como fazer para evitar o troca-troca? Descubra mais sobre esse assunto aqui embaixo!

    Ver Todas >

    Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?
    Alimentação animal

    Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?

    A alimentação do gato é, sem dúvidas, uma das formas mais eficientes de cuidar da saúde do animal. O problema é que os felinos possuem um paladar bem rigoroso, e não é todo tipo de comida que os agrada. A ração seca para gatos até pode ser uma opção bem nutritiva (e também econômica para os tutores), mas o interesse dos bichanos pelos famosos sachês é muito maior. E se desse para unir o melhor dos dois mundos? 

    Alimentos proibidos para cachorro: qual o efeito das gorduras no organismo do animal?
    Alimentação animal

    Alimentos proibidos para cachorro: qual o efeito das gorduras no organismo do animal?

    Cuidar da nutrição é fundamental para que seu cãozinho tenha uma vida saudável. Saber quais são os alimentos proibidos para cachorro, que nutrientes são fundamentais e como eles agem no corpo do animal ajudam o tutor a fornecer uma dieta mais balanceada e benéfica para o animal. A gordura - ou lipídio - é um dos principais nutrientes que precisam fazer parte da alimentação do cão. Sua presença no organismo traz inúmeros benefícios à saúde do animal. Mas como tudo em excesso, a gordura também pode trazer malefícios se não houver controle. 

    Como o comedouro lento para cachorro ajudará seu pet que come muito rápido?
    Alimentação animal

    Como o comedouro lento para cachorro ajudará seu pet que come muito rápido?

    Quando o cachorro come muito rápido, ele fica mais propenso a desenvolver vários probleminhas de saúde relacionados com a má digestão. Para evitar que isso aconteça, o comedouro lento para cães é um acessório que faz toda a diferença e serve para ensinar o cachorro a comer mais devagar. Dentre os vários benefícios que o item oferece, a mudança no comportamento do cãozinho - e, consequentemente, na sua saúde - é uma das mais perceptíveis.

    Quais os nutrientes mais importantes da ração de cachorro e o impacto na saúde do animal?
    Alimentação animal

    Quais os nutrientes mais importantes da ração de cachorro e o impacto na saúde do animal?

    A alimentação do cachorro tem um papel muito importante na saúde do animal. A ração para cachorro é um alimento completo - ou seja, possui diversos nutrientes essenciais que trazem inúmeros benefícios ao organismo do pet. Os macronutrientes (como proteínas e lipídios) ou micronutrientes (como minerais e vitaminas) atuam em diferentes órgãos, como o coração de cachorro, e funções do organismo, como o sistema nervoso do cachorro. 

    Ver Todas >