Comportamento

Onde os gatos mais gostam de ganhar carinho?

Como fazer carinho no gato: descubra como retribuir o comportamento de felinos carinhosos
Como fazer carinho no gato: descubra como retribuir o comportamento de felinos carinhosos

Quem tem um gatinho em casa sabe bem que todo o estigma de frieza e afastamento que a espécie tem não passa de mito: no dia a dia, é mais fácil encontrar gatos carinhosos do que aqueles que preferem não ter muito contato com os donos. Ainda assim, os felinos costumam ser metódicos e gostam que as coisas sejam feitas do jeitinho deles. Por isso, saber onde os gatos gostam de carinho é essencial para desenvolver um bom relacionamento com eles. Vamos falar um pouquinho sobre isso: dá uma olhada aqui embaixo e descubra como você pode deixar o seu gato mais feliz! 

Afinal de contas, onde os gatos gostam de receber carinho?

O primeiro detalhe que você precisa dominar para ter sucesso no carinho do seu gato tem a ver, certamente, com os lugares onde vai passar a mão. Geralmente, eles gostam muito de carinho nas costas e na região da cabeça, entre as orelhas e perto dos olhos . Na hora de acariciar o rosto do seu amigo, tome cuidado com as bochechas, onde ficam os bigodes dele, já que essa região é bem sensível e desconfortável ao toque, ok? Em alguns casos, pode ser que o gato te dê acesso ao pescoço e ao peito na hora do carinho, mas não passe daí para a barriga: diferente dos cachorros, eles não gostam de ser acariciados nessa região porque ela é muito sensível, ok?

Quais são os carinhos que os gatos gostam? 

Agora que você já sabe onde deve acariciar seu gato, é importante saber como. A regra é simples: aposte em movimentos com pressão leve, sempre na direção do crescimento dos pelos dele. Ou seja: da cabeça até a base do rabo, por exemplo. Perto do rosto dele é importante que você seja delicado e deixe a mão leve. Se for um gato desconhecido, ofereça a mão para ele cheirar antes de começar a fazer carinho e espere que ele se aproxime para começar o contato.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Como fazer carinho no gato: acertar o lugar é uma ótima forma de começar
    Como fazer carinho no gato: acertar o lugar é uma ótima forma de começar

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Por que os gatos mordem quando fazemos carinho? 

    Já foi fazer carinho em um gato e recebeu mordidas de volta? Fique tranquilo: isso é uma demonstração de amor! A não ser que a postura do animal tenha mudado e ele esteja em posição de ataque, as mordidas leves que ele dá no meio de uma sessão de carinho bem feito servem para mostrar que o animal está satisfeito e feliz com o afeto que está recebendo de você. Geralmente, quando isso acontece, ele está relaxado e não morde para machucar. 

    Gato pedindo carinho: como identificar o momento certo?

    Por ser um animal que gosta muito de ter seu espaço pessoal respeitado, o gato vai conseguir deixar claro para você quando quiser carinho. A linguagem corporal dele fala bastante: o felino pode ronronar, se entrelaçar nas suas pernas ou se esfregar em você, seja num momento de descanso ou enquanto você estiver se movimentando. Se ele fizer o movimento de te afofar ou “amassar pãozinho” no seu colo, o momento também pode ser aproveitado para um carinho, já que costuma acontecer quando o animal está relaxado e confortável na sua companhia. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Você tem um gato fujão? Veja dicas de como manter o pet dentro de casa

    Próxima matéria

    Você tem um gato fujão? Veja dicas de como manter o pet dentro de casa

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

    A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

    Gato preto é realmente mais carinhoso que os outros? Veja a percepção de alguns tutores!
    Adoção

    Gato preto é realmente mais carinhoso que os outros? Veja a percepção de alguns tutores!

    O que você escuta sobre o gato preto? Erroneamente associados ao azar, os gatinhos de pelagem escura são extremamente carinhosos e companheiros - em algumas culturas, são até considerados animais que trazem sorte. Infelizmente, muitos gatos pretos não são adotados por causa de alguns estereótipos e preconceitos. A verdade? Gatos pretos são elegantes, discretos e é impossível não se apaixonar. Veja algumas histórias de tutores de bichanos com a pelagem escura e se inspire a também ter o seu!

    Ver Todas >

    Cachorro protetor: quando o instinto deixa de ser saudável para o animal e a família?
    Comportamento animal

    Cachorro protetor: quando o instinto deixa de ser saudável para o animal e a família?

    Ter um cachorro protetor pode ser bem útil às vezes, já que não importa o que aconteça, você sabe que seu amigo de quatro patas vai estar lá pronto para te defender e avisar se houver algo de errado. No entanto, alguns cães acabam exagerando na superproteção e, nesses casos, o comportamento do cachorro pode começar a se tornar problemático para quem convive com ele. 

    Devo investir em um arranhador para gatos com andares e outros acessórios?
    Comportamento animal

    Devo investir em um arranhador para gatos com andares e outros acessórios?

    São tantas opções de arranhadores para gatos nas prateleiras dos pet shops que fica até difícil escolher o melhor para o seu bichano, né? O arranhador vertical é um dos mais populares. Entre os modelos, alguns têm andares que simulam um "prédio felino", com tocas, redes e outros acessórios para o animal explorar à vontade. Mas será que realmente vale a pena investir em um arranhador vertical para gatos com andares? 

    Como evitar que o seu gato destrua as plantas de casa?
    Comportamento animal

    Como evitar que o seu gato destrua as plantas de casa?

    Se você tem plantas e gatos em casa, com certeza já deve ter se deparado com o animal tentando brincar ou morder uma folha. Embora seja carnívoro, o gato come planta para desintoxicar o organismo ou até mesmo para se divertir. Além de causar destruição, é preciso tomar cuidado com as plantas tóxicas para gatos. Algumas espécies bem comuns em jardins, quintais e vasinhos podem até mesmo matar o bichano. 

    Quando o psicólogo de cachorro é necessário?
    Comportamento animal

    Quando o psicólogo de cachorro é necessário?

    Assim como os humanos, os cães também podem passar por momentos que mexem muito com a saúde mental e emocional deles. Isso pode acontecer, por exemplo, durante os períodos de adaptação a um novo lar ou até mesmo em casos onde o animal passa muito tempo sozinho. Para ajudá-los a passar por isso, hoje é possível encontrar um psicólogo para cachorro - termo popular que, na prática, se refere a comportamentalistas caninos ou psicólogos comportamentais e treinadores de cães.

    Ver Todas >