Comportamento

Gatos podem ficar estressados na quarentena? Veja como cuidar da saúde mental do seu bichano!

O estresse do quarentena também pode ser sentido pelo seu gatinho. Descubra como tornar o período mais tranquilo para você e seu amigo!
O estresse do quarentena também pode ser sentido pelo seu gatinho. Descubra como tornar o período mais tranquilo para você e seu amigo!

Com o passar dos dias e o aumento do período de isolamento social, a ansiedade e o estresse podem surgir e tornar a sua rotina um grande pesadelo. O que poucos gateiros sabem é que seus sentimentos também podem ser sentidos pelos bichanos. Fique atento: seu gato pode ficar estressado também. Por isso, se você quer garantir o bem estar do seu bigodudo, é hora de rever suas próprias atitudes e investir em hábitos que ajudem nesse momento. Pensando nisso, separamos aqui embaixo algumas dicas e cuidados para tornar a quarentena mais tranquila para o seu gatinho e para você. Olha só!

Gato estressado: entenda como o sentimento pode se manifestar no seu bichano

Ninguém pode negar: enfrentar uma quarentena pode ter um impacto na sua saúde mental e também afetar seu gatinho. Os felinos são conhecidos por terem uma personalidade forte e seguirem suas próprias vontades e, por isso, o isolamento social pode deixar o gato mais agressivo, triste e estressado. Também ocorre do animal absorver a energia do ambiente e sentir algo semelhante ao que você está passado. Segundo um estudo publicado na revista científica PLOS One, a relação de família entre os tutores e os gatos é a principal motivação para esse comportamento. Por isso, é muito comum que os felinos sejam afetados pela maneira como interagimos com eles e, sobretudo, a forma como os tratamos. 

Sendo assim, é fundamental ficar atento aos sinais do seu gatinho para amenizar o quadro. Gato miando muito, por exemplo, é um dos sintomas mais expressivos de que algo não vai bem com o seu pet, já que o felino costuma reagir dessa maneira à falta de atenção do tutor. Agressividade, coceira, perda de apetite e xixi e cocô fora da caixinha de areia para gatos também significam que ele está estressado ou irritado. 

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Ficar em casa com o gato não precisa ser sinônimo de estresse e tédio. Aproveite o momento para brincar com ele e estreitar os laços!
    Ficar em casa com o gato não precisa ser sinônimo de estresse e tédio. Aproveite o momento para brincar com ele e estreitar os laços!

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Como acalmar um gato estressado: saiba como tranquilizar o seu bichano durante a quarentena

    Ainda que sejam mais independentes que os cachorros, os felinos precisam de uma atenção especial do dono quando se trata de estresse e ansiedade. A parte boa disso é que, geralmente, você não precisa fazer muita coisa. Em momentos tensos como o da quarentena, o melhor a se fazer é ficar perto do seu gatinho. Certifique-se de que ele tenha um local aconchegante, como uma boa caminha e fique ao seu lado. Os gatos costumam responder melhor à presença de alguém que conhece e confia do que a carinhos excessivos nos momentos de estresse. 

    O uso de brinquedos para gatos também podem ajudar o seu pet. Neste caso, não é preciso gastar muito, já que com pouca coisa é possível entreter o felino. A caixa de papelão, por exemplo, lidera a lista de brinquedos preferidos para os gatos para brincarem, arranharem bastante e se esconderem. Além disso, os brinquedos relaxantes são ótimos aliados para acalmar e exercitar o gato durante a quarentena.

    O uso de medicações também pode ajudar a diminuir o estresse do gato

    Se você já tentou uma série de alternativas para amenizar o estresse no bichano durante a quarentena e nada deu certo, não é preciso se desesperar. Existem outros métodos que, unidos aos cuidados diários com o seu pet, podem ajudar a diminuir e até mesmo eliminar esse sentimento do animal. Bastante indicado para casos de transtornos de comportamento, a floral para gatos é um medicamento que pode deixar o seu bichinho mais tranquilo. O produto, que não tem nenhum componente químico, é recomendado por veterinários e adestradores, já que não causa problemas à saúde e pode ser um grande aliado para ansiedade e nervosismo. Mas, vale lembrar que, embora seja fácil adquirir os florais em pet shops, é importante consultar o seu veterinário antes de medicar o seu gato. 

    Redação: Úrsula Gomes

    Quais são as raças de cachorro mais dóceis?

    Próxima matéria

    Quais são as raças de cachorro mais dóceis?

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa
    Cuidados

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

    Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Gato com heterocromia: entenda o fenômeno e os cuidados necessários com a saúde
    Saúde

    Gato com heterocromia: entenda o fenômeno e os cuidados necessários com a saúde

    Você já deve ter visto por aí gatinhos com um olho de cada cor, não é?! Essa característica, chamada de heterocromia, é uma condição genética que pode ocorrer tanto em gatinhos, quanto em cães e humanos. Mas você sabia, que em alguns casos, esse charminho no olhar dos felinos pode ocasionar alguns problemas de saúde? Conversamos com a veterinária Andrea Barbosa, que é docente do curso de Medicina Veterinária da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. Ela explicou tudo sobre gato com heterocromia!

    Bulldog Inglês: características, personalidade, saúde e cuidados... tudo sobre a raça de cachorro
    Raças

    Bulldog Inglês: características, personalidade, saúde e cuidados... tudo sobre a raça de cachorro

    O cachorro Bulldog Inglês sempre conquista corações por onde passa! Não necessariamente por causa da sua aparência, já que eles têm uma carinha de rabugento, mas sim por causa do seu jeito doce e carinhoso. Parentes distantes do Bulldog Francês, essas duas raças são muito confundidas, mas cada uma delas tem uma essência única. Saiba tudo sobre o Bulldog Inglês.

    Ver Todas >

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?
    Comportamento animal

    Cachorro entende quando o outro morre? Como os cães reagem quando perdem um amigo de quatro patas?

    Lidar com a perda de um pet está longe de ser uma tarefa fácil. Mas, se você tem mais de um cachorro em casa, a perda também pode ser bem dolorosa para o animal que fica. Sim, o cachorro entende quanto o outro morre e isso pode impactar diretamente no comportamento e na saúde dele. Os cães são animais extremamente sensíveis e capazes de criar vínculos afetivos tanto com seus humanos quanto com outros animais. Por esse motivo, é importante que o tutor saiba identificar os sinais de luto de cachorro e como ajudá-lo a lidar com a saudade seguindo em frente. Para entender como esse processo acontece na prática, as tutoras Beatriz Reis e Gabriela Lopes compartilharam suas histórias com o Patas da Casa!

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento
    Comportamento animal

    Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

    Cuidar de cachorro é um dos maiores prazeres na vida de qualquer tutor. Tanto é que muitas vezes os cães passam a ser considerados como “filhos” pelos humanos. O que poucos percebem é que, além dos cuidados com a alimentação e saúde do animal, também é importante se atentar a alguns acessórios essenciais para lidar com o cachorro no dia a dia, como é o caso da coleira para cães.

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro
    Comportamento animal

    Como funciona a memória dos cães? Veja essa e outras curiosidades sobre o cérebro do cachorro

    Já parou para se perguntar como funciona o cérebro do cachorro? Essa é uma questão que pode intrigar muitos tutores, já que esses animais muitas vezes nos surpreendem com alguns comportamentos. Afinal, não dá para negar que, embora irracionais, os cães conseguem ser muito inteligentes! Eles são capazes de aprender vários tipos de comandos e muitas vezes parecem nos entender como ninguém. Então, como será que funciona a memória e o cérebro de cachorro?

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?
    Comportamento animal

    Quais são as raças de cachorro que vivem mais tempo?

    No mundo canino, a proporção da idade do cachorro é totalmente diferente do que conhecemos entre os humanos. A média de vida de um cãozinho é de 10 a 13 anos, mas isso pode mudar de acordo com o tamanho, raça e cuidados que o animal recebeu ao longo da vida. No entanto, algumas raças de cachorro são conhecidas pela alta expectativa de vida. Um fator absolutamente genético! 

    Ver Todas >