Gato

Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

Publicado - 31 Março 2020 - 14h20

Atualizado - 26 Abril 2024 - 08h54

Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

1) Aposte na criação indoor para manter seu gatinho cego sempre seguro

Se você adotou um gato cego, é importante optar pela criação indoor para o animal. Ou seja, nada de liberar o acesso do bichano para a rua e áreas externas. O felino nessa condição está mais sujeito a diversos perigos, como ser atropelado ou mesmo de cair de algum lugar alto. Por isso, para manter seu gato seguro, deixe ele sempre dentro de casa.

2) Instale tela de proteção para gatos nas janelas

Essa dica vale para todas as casas com felinos, mas é ainda mais importante para quem tem um gato cego - mesmo que você more no primeiro andar. Além de impedir que o animal tenha acesso à rua, a tela de proteção ajuda a evitar acidentes, já que os gatos adoram escalar móveis. Por isso, é importante colocá-las em todas as janelas da casa, inclusive em basculantes.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

3) Crie um ambiente seguro para o gato cego

Não é apenas na rua e nas janelas que seu gato cego pode se machucar. Sua casa também precisa de várias adaptações para evitar acidentes. Primeiro, deixe o ambiente com o mínimo de obstáculos para ele transitar sem esbarrar nas coisas - isso vale para mesas de centro, poltronas e outros objetos que possam ficar no meio do caminho. Isso é importante principalmente nas primeiras semanas dele em casa, já que logo vai aprender por onde vai transitar.

Se a sua casa tem escada, coloque grades para evitar que o seu bichano transite por ela. Cuidado, também, com superfícies quentes e objetos cortantes e pontiagudos - o ideal é que estejam sempre protegidos. 

 

Tutora-brincando-com-gato
Brinque bastante com o seu gato cego para ajudar a estimular outros sentidos dele

 

4) Mantenha os móveis no mesmo lugar

Como os gatos que são cegos não podem se guiar pela visão, eles usam o tato e a memória para saber onde ir ou passar. Para ajudar o animal e evitar acidentes em casa, tente manter os móveis sempre no mesmo lugar. Assim, fica mais fácil para o bichano saber onde é seguro subir e por onde ele pode andar sem risco de se machucar ou cair.

5) Crie estímulos horizontais para o seu gato cego

Gatos podem ter comportamentos mais verticais ou horizontais. Isso vai definir as preferências dele por subir em lugares altos da casa ou não, por exemplo. Gatinhos cegos vão ser mais desconfiados e até medrosos, mas isso não quer dizer que você não possa criar um ambiente mais "gatificado" para ele. Aposte em camas suspensas, tendas e circuitos no chão (que podem até ser feitos com caixas de papelão) para que ele consiga brincar e explorar seus instintos. Também é possível encontrar arranhadores horizontais, que ficam posicionados no chão. Lembre-se que esses itens são muito importantes para proporcionar mais qualidade de vida ao seu bichano. 

6) A coleira para gatos com identificação é essencial

A coleira para gatos também pode  ajudar na segurança do seu peludinho. Aposte em um modelo com a plaquinha de identificação e não esqueça de colocar o nome do animal e seu telefone para contato (isso, inclusive, vale para todos os felinos). Assim, se o gatinho se perder, você consegue encontrá-lo com mais facilidade.

7) Brinque com seu gato cego para estimular os sentidos dele

Estimular os outros sentidos do gato cego é muito importante para que ele consiga se adaptar melhor a qualquer ambiente. Converse com o seu gato com frequência, já que isso ajuda o bichano a entender o que acontece no ambiente. As brincadeiras com gatos cegos são muito importantes para que ele trabalhe outras habilidades. Aposte em brinquedos que emitam sons, como varinhas, bolinhas e outros itens interativos. E o mais importante: sempre participe das brincadeiras, isso vai ajudar a estreitar os laços com seu felino!

Redação: Gabrielle Nunes

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Cuidados

Areia de mandioca para gatos: veterinária destrincha tudo sobre a areia do momento, benefícios e indicações

De um tempo para cá, a procura pela areia de mandioca para gatos cresceu consideravelmente. Devido a esse movimento dos consumidores...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas